Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Figuras de Linguagem - Gramática

Quer estudar Figuras de Linguagem? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Gramática que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Figuras de Harmonia

Assistir aula

As figuras de linguagem pertencem ao campo conotativo da linguagem, ou seja, em seu sentido figurado. No caso, das figuras de harmonia, valoriza-se o som e o ritmo.

São as figuras:

Onomatopeia - reprodução de som

Exemplos: tic-tac (som do relógio)

chuá (som da chuva)

Aliteração - repetição de sons consonantais

Exemplo ; “Vozes veladas, veludosas vozes”, Cruz e Sousa (repetição do som de “v”)

Assonância - repetição de sons vocálicos

Exemplo: “Essa desmesura de paixão/ é loucura do coração”, Djavan (repetição de “ão”)

Paronomásia- Repetição de palavras grafadas de forma similar, mas com sentidos diferentes

Exemplo:

“Não vês que a última estrela

No céu nublado se vela?

Colhe a vela,

oh pescador”

Almeida Garret

(vela, na primeira ocorrência, tem sentido de proteger, já na segunda, refere-se a vela do barco)

AULA 2

Figuras de Construção

Assistir aula

As figuras de construção afetam a parte estrutural de um texto, como um recurso de produção de significados por meio da elaboração visual do texto.

São elas:

 

Anáfora- Repetição de som ou palavra no início dos versos

Exemplo:

“Um rio largo

um passo em falso”

Anacoluto- Destaque a um determinado termo da oração, quebrando uma sequência

Exemplo:

“Eles, seu único desejo era amar”

(Na construção inversa teríamos: O único desejo deles era amar. Mas houve uma quebra de estrutura, colocando o “eles” em destaque.)

Polissíndeto- Repetição de conectivos

Exemplo: “Trabalha e teima e lima e sofre e sua” (repetição do conectivo “e”)

Pleonasmo- Repetição de uma ideia (palavra) para enfatizar o seu sentido.

Exemplo: “Chovia uma chuva de milagres”

Elipse- Omissão de termos

Exemplo: “Iluminam-se os andares” (Fica subentendido que são os andares de uma casa, ou prédio)

Quiasmo- Cruzamento de termos

Exemplo: “Onde nasci, morri/ Onde morri, existo”

Hipérbato- Inversão da ordem sintática

Exemplo: Batia acelerado o meu coração

Zeugma- Omissão de um termo que já foi citado no texto

Exemplo: E os cafés, as tendas, os estancos

 

AULA 3

Figuras de Pensamento

Assistir aula

As figuras de pensamento são os recursos utilizados para destacar as ideias, provocar a reflexão ao leitor.

Antítese- Palavras antônimas relacionadas em um mesmo verso

Exemplo: “Depois da luz segue a noite”

Paradoxo - Junção de ideias opostas que produz um resultado, um sentido fora do comum.

Exemplo: Aquele sol gelado de outono

Ironia - Apresentar a ideia oposta daquilo que se pretende afirmar. Muitas vezes, a identificação e a compreensão das ironias

Exemplo: Ele é rápido como uma lesma

Apóstrofe - Invocação, chamamento

Exemplo:  “Dizei-me vós/, Senhor Deus!

Hipérbole - Expressão exagerada

Exemplo: Já te falei um milhão de vezes

Gradação - Estabelecem a ideia de ascendência e/ ou decadência.

Exemplo:

“Converta essa beleza

em terra, em cinza,

em pó, em sombra,

em nada”.

Prosopopeia - Atribuir características humanas a seres inanimados ou não humanos

Exemplo: Olhos que falam de amor

AULA 4

Figuras de Palavras

Assistir aula

São os recursos de sentidos aplicados a expressões, com o desvio ou a substituição das imagens que essas expressões criam ao leitor.

Comparação- Associação entre termos. Essa associação ocorre com o uso de conectivos. O conectivo mais comum para esse caso é a conjunção como.

Exemplo: Você é como uma estrela

Metáfora - Associação ou substituição de um termo por outro, que constrói a mesmo sentido.

Exemplo: Você é uma estrela

Alegoria - Representação concreta de uma ideia abstrata, apresentada por uma sucessão de metáforas.

Exemplo: “Vivemos em uma constante montanha russa: estamos em alta velocidade e os altos e baixos se revezam de maneira vertiginosa, sem que possamos pensar direito.”

Eufemismo - Forma mais amena de transmitir uma informação ou ideia que poderia ter uma carga de valor negativo ao leitor

Exemplo: Ele partiu dessa pra melhor

Catacrese - Empréstimo ou apropriação de um termo para nomear outro termo, na ausência de um nome específico para ele.

Exemplo: Embarcar no avião

Sinestesia - Trabalho com os sentidos humanos, mesclando em uma construção de ideias mais de um sentido humano (audição, visão, tato, olfato, paladar)

Exemplo: “Essa chuvinha de água viva esperneando luz, com gosto de mato, meio baunilha, meio manacá, meio alfazema…”

Metonímia - Substituição de um termo por outro que lhe faça referência, casos de generalização.

Exemplo: Preciso comprar bombril (substituição do produto pela marca)

Perífrase - Substituição de uma palavra por um conjunto de palavras que lhe fazem referência.

Exemplo: O rei da selva está preso no zoo (rei da selva no lugar de leão)

Antonomásia - Substituição de um nome próprio por um conjunto de palavras que lhe fazem referência.

Exemplo: Visitei a cidade maravilhosa  (Cidade maravilhosa para Rio de Janeiro)

AULA 5

Revisão de Figuras de Linguagem

Assistir aula

.

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login