Resumo de Regência - Gramática

Quer estudar Regência? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Gramática que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Conceitos Básicos

Assistir aula

Regência é o tipo de ligação existente entre o verbo (regência verbal) ou o nome (regência nominal) e seus complementos.

 

REGÊNCIA VERBAL

O VERBO rege (exige) uma determinada preposição para se conectar ao seu complemento.  Assim: 
VERBO = TERMO REGENTE
COMPLEMENTO = TERMO REGIDO

Ex:

  • O carro pertence ao meu pai.

Nesse caso, o verbo PERTENCER exigiu a preposição AO para se conectar ao seu complemento “MEU PAI”.

 

REGÊNCIA NOMINAL

O NOME rege (exige) uma determinada preposição para se ligar ao se complemento. Assim:
NOME = TERMO REGENTE
COMPLEMENTO = TERMO REGIDO

Ex:

  • Tenho certeza da sua escolha.

Nesse caso, o substantivo CERTEZA exigiu a preposição DE para se conectar ao seu complemento “SUA ESCOLHA”.

AULA 2

Principais Verbos

Assistir aula

IR

Exige a preposição A. Ex:

  • Vou ao cinema.

 

NAMORAR

Não exige preposição. Ex:

  • Eu namoro Antônio há dois meses.

 

OBEDECER / DESOBEDECER

Exige a preposição A. Ex:

  • As crianças desobedecem aos pais.

 

SIMPATIZAR / ANTIPATIZAR

Exige a preposição COM. Ex:

  • Eu antipatizo com ele.

 

PREFERIR

Exige a preposição A. Ex:

  • Eu prefiro maçã a uva.

AULA 3

Verbos com Mais de uma Regência

Assistir aula

ASPIRAR

No sentido de cheirar: não exige preposição. Ex:

  • Aspirou o ar puro do interior.

No sentido de almejar: exige a preposição A. Ex:

  • Aspira a um cargo melhor.

 

QUERER

No sentido de desejar: não exige preposição. Ex:

  • Quero um sorvete de morango.

No sentido de estimar, sentir afeto: exige a preposição A. Ex:

  • Quero muito aos meus amigos.

 

ASSISTIR

No sentido de socorrer, prestar assistência: não exige preposição. Ex:

  • O enfermeiro assistiu os feridos.

No sentido de ver: exige a preposição A. Ex:

  • Nós assistimos ao filme.

 

PAGAR

Pagar por alguma coisa: não exige preposição. Ex:

  • Paguei as compras.

Pagar para alguém: exige a preposição A. Ex:

  • Paguei ao bancário.

 

VISAR

No sentido de mirar: não exige preposição. Ex:

  • Visou o alvo.

No sentido de objetivar: exige a preposição A. Ex:

  • Viso a uma vida melhor.

 

PROCEDER

No sentido de ter fundamento: não exige preposição. Ex:

  • Suas queixas procedem.

No sentido de originar: exige a preposição DE. Ex:

  • Muitos problemas procedem da falta de educação.

No sentido de iniciar, realizar: exige a preposição A. Ex:

  • Os detetives procederam a uma investigação.

 

PERDOAR

Perdoar alguma coisa: não exige preposição. Ex:

  • Perdoei a dívida.

Perdoar a alguém: exige a preposição A. Ex:

  • Perdoei ao meu amigo.

 

IMPLICAR

No sentido de causar, acarretar: não exige preposição. Ex:

  • A decisão implicou a demissão do funcionário.

No sentido de envolver, comprometer: exige a preposição EM. Ex:

  • O garoto foi implicado no crime.

No sentido de antipatizar: exige a preposição COM. Ex:

  • Ela sempre implica com ele.

 

CUSTAR

No sentido de ser difícil, trabalhoso: exige a preposição A. Ex:

  • Custou ao aluno entender a matéria.

No sentido de preço ou de exigência: não exige preposição. Ex:

  • O carro custou caro.
  • O carro custou-me todas as economias.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login