Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Variações Linguísticas - Gramática

Quer estudar Variações Linguísticas? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Gramática que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Variação Fônica

Assistir aula

Variação quanto ao SOM de uma palavra.

Exemplos

  • supressão do R ao final dos verbos:
    FALAR – FALÁ
    VENDER – VENDÊ
     
  • Inclusão de letras que não deveriam estar ali:
    VOAR – AVOAR
    LEMBRAR – ALEMBRAR
     
  • Abreviações indevidas:
    VOCÊ – OCÊ
    ESTÁ – TÁ
     
  • Inversão no posicionamento das letras:
    LAGARTIXA – LARGATIXA
    ESTUPRO – ESTRUPO

AULA 2

Variação Morfológica

Assistir aula

Variação quanto à GRAFIA de uma palavra.

Exemplos

  • Duzentas gramas de presunto.
    Quando nos referimos a peso, deve-se usar o numeral no masculino:
    Duzentos gramas de presunto.
     
  • Atenção à concordância nominal e verbal:
    Os amigo (ERRADO)
    Os amigos (CORRETO)
    Três pão francês (ERRADO)
    Três pães franceses (CORRETO)

AULA 3

Variação Léxica

Assistir aula

Léxico

Conjunto de palavras que usamos para nos expressar.

  • Arcaísmo: utilização de palavras que já caíram em desuso.
    Ex: reclame (comercial), broto (para referir-se a alguém bonito).
     
  • Neologismo: palavras recém criadas.
    Ex: escanear, deletar.
     
  • Estrangeirismo: utilizar palavras de outro idioma em meio à nossa língua.
    Ex: feeling (sensação), feedback (posicionamento).
     
  • Jargão: palavras utilizadas por determinados grupos, principalmente profissionais, sendo desconhecidas pela maioria das pessoas e causando ruídos na comunicação.
    Ex: furo (utilizada por jornalistas para indicar uma noticia em primeira mão).
     
  • Gíria: palavras ou expressões usadas por certos grupos, principalmente de jovens, e que algumas pessoas, principalmente as de gerações passadas ou de localidades diferentes da nossa (outra cidade, estado, país) podem não compreender, atrapalhando a comunicação também.
    Ex: cara!, meu!, mano!
     
  • Preciosismo: uso de palavras muito rebuscadas, enfeitadas.
    Ex: discrepar (em vez de discordar)
     
  • Vulgarismo: utilização de palavras “vulgares” realmente, que poderiam ser substituídas por outras.
    Ex: de saco cheio (que poderia ser trocado por aborrecido, cansado, etc.)

AULA 4

Tipos de Variantes: Situacional

Assistir aula

  • Variação Histórica: variação na fala e escrita ao longo dos anos.
    Ex: anoua (palavra usada em 1500) = noticia (palavra usada atualmente)
     
  • Variação Geográfica: palavras usadas em diferentes regiões.
    Ex: filão = palavra que se refere a “pão”, no interior de São Paulo.
     
  • Variação Social: voltada para o meio em que o individuo está inserido.
    Ex: Possível contraste entre a fala de moradores da periferia e da região central.
     
  • Variação de Situação: variação que ocorre dependendo do local em que estamos, do nível de intimidade que temos com nosso interlocutor, do assunto que está sendo tratado etc. Modo formal ou informal.

AULA 5

Tipos de Variantes: Histórica

Assistir aula

A variação histórica diz respeito às variações que a língua e o falante sofrem ao longo do tempo, afinal, o próprio falante vai mudando sua forma de se comunicar com o passar dos anos.
Fatores que contribuem para as variações históricas são:

Arcaísmos: palavras que caíram em desuso.

Idade do falante: por exemplo, contrapondo a forma de se comunicar de um adolescente, geralmente permeada por gírias e expressões contemporâneas, e a de um idoso.

Grafia: por exemplo a palavra farmácia, que antes era grafada com ph: pharmácia.

 

AULA 6

Tipos de Variantes: Regional

Assistir aula

A variação regional depende da região onde o falante vive e engloba tanto as diferentes nomenclaturas dada a um mesmo ser, que pode variar de região para região, como macaxeira, mandioca e aipim, quanto o próprio sotaque e expressões/gírias utilizadas pelo falante, como “meu”, “piá”, “guri”, “caboclo” etc...

Um exemplo de personagem que demonstra muito bem também a variação regional é o personagem da Turma da Mônica, Chico Bento.

 

AULA 7

Tipos de Variantes: Sociocultural

Assistir aula

A variação sociocultural, ou social, tem a ver com a situação social do falante, com seu grau de instrução/nível de escolaridade, com sua profissão (jargões) e inclusive com seu círculo de amizades, que também influenciará na maneira como ele se comunica.

É importante ressaltar que as variações não devem ser encaradas como erros, mas sim como a representação das transformações que uma mesma língua pode sofrer e suas múltiplas formas de se apresentar.