Resumo de Baixa Idade Média - Cruzadas - História

Quer estudar Baixa Idade Média - Cruzadas? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Definição e Fatores

Assistir aula

Definição

  • Expedições de caráter militar e religioso sob o comando e organização da Igreja (papado) e nobres.
  • Contraofensiva cristã à expansão do islamismo.


Fatores

  • Domínio muçulmano da Terra Santa (Cruzadas para recuperar o Santo Sepulcro)
  • Busca da absolvição dos pecados e da salvação eterna
  • Saques (pilhagem das riquezas dos “infiéis”)
  • Busca de novas terras para os senhores feudais e nobreza marginalizada
  • ↑ População europeia entre os séculos X e XIII (Cruzadas = “válvula de escape” para diminuição da pressão demográfica na Europa)

AULA 2

Características e Consequências

Assistir aula

Características

  • 1ª Cruzada (1095-1099):
    • Convocada pelo papa Urbano II (Concilio de Clermont-1095);
    • Os cruzados tomaram Jerusalém em 1099;
    • Desdobrou-se em Cruzada dos Senhores e Cruzada dos Mendigos.
  • 2ª Cruzada (1147-1149):
    • Organizada por Luís VII, rei da França, e Conrado III, imperador do Sacro Império;
    • O sultão muçulmano, Saladino, reconquista Jerusalém.
  • 3ª Cruzada (1189-1192):
    • Conhecida como a Cruzada dos Reis, foi liderada por Frederico Barba Ruiva, do Sacro Império, Felipe Augusto, da França, e Ricardo Coração de Leão, da Inglaterra;
    • Os cruzados não conseguiram conquistar a Terra Santa, mas obtiveram do sultão Saladino a autorização para que os cristãos pudessem peregrinar até Jerusalém.
  • 4ª Cruzada (1202-1204):
    • Financiada pelos comerciantes de Gênova, Pisa e Veneza, foi viciada em suas origens pelo interesse mercantil, tornando-se a primeira cruzada contra cristãos;
    • Os cruzados marcharam sobre Constantinopla, cidade cristã ortodoxa – não obediente ao papa – capital do Império Bizantino e terminal das rotas comerciais do Oriente.
  • 5ª Cruzada (1217-1221):
    • Ficou conhecida como a Cruzada das Crianças;
    • Para justificar as derrotas anteriores, difundiu-se a lenda de o Santo Sepulcro só poderia ser conquistado por crianças, isentas de pecados;
    • Das, aproximadamente, 50 mil crianças que participaram desta cruzada, as que não foram mortas, foram aprisionadas ou vendidas como escravas.
  • 6ª Cruzada (1228-1229):
    • Organizada e comandada por André II, rei da Hungria, e Frederico II, do Sacro Império, obteve a posse de Jerusalém por dez anos, por meio de um acordo com o sultão;
    • Anos mais tarde, os muçulmanos dominaram a região e o acordo foi rompido.
  • 7ª (1248-1250) e 8ª (1270) Cruzadas:
    • Organizadas e comandadas pelo rei da França, Luís IX;
    • Ambas fracassaram.


Consequências

  • Fracasso militar (a Terra Santa não foi conquistada pelos cristãos)
  • Reabertura do Mar Mediterrâneo para o comércio cristão
  • Renascimento Comercial na Europa Ocidental
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login