Resumo de Economia Mineradora - História

Quer estudar Economia Mineradora? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Características Gerais

Assistir aula

  • Século XVIII;
  • Regiões de exploração: Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás;
  • Ouro de aluvião (ouro de superfície):
    • ↓ Nível técnico (técnicas rudimentares);
    • Rápido esgotamento das jazidas.
  • Formas de exploração:
    • Lavra: pequena empresa mineradora com mão de obra escrava;
    • Faiscação: garimpo individual.

AULA 2

Legislação e Instituições

Assistir aula

Legislação

  • Carta Régia (1603): livre exploração mediante pagamento do quinto;
  • Regimento do Ouro (1702): regulamentava e disciplinava a distribuição e exploração das terras auríferas.


Instituições

  • Casas de fundição: órgãos que transformavam o ouro em barras timbradas e quintadas com os objetivos de extrair o quinto e evitar o contrabando;
  • Intendência das Minas: órgão responsável pela fiscalização.

AULA 3

Tributos

Assistir aula

  • Quinto: 20% do ouro extraído deveriam ser remetidos à Metrópole;
  • Capitação: 17g de ouro por escravo em atividade ao ano;
  • Finta: 100 arrobas (1500 kg) anuais p/ toda a região das minas. Quantidade mínima de ouro que deveria ser enviada a Portugal ao ano;
  • Derrama: cobrança arbitrária do quinto atrasado (ou déficit em relação à finta) que deveria ser pago por toda a população, inclusive c/ bens pessoais.

AULA 4

Diamantes

Assistir aula

Características

  • Início da extração: 1720;
  • Local: Distrito Diamantino (atual Diamantina-MG);
  • Forma de exploração: estanco (monopólio da Coroa).

AULA 5

Sociedade Colonial Mineradora

Assistir aula

Características

  • Sociedade urbana;
  • Sociedade escravista;
  • Possibilidade de mobilidade social:
    • Baixo investimento inicial dos garimpeiros;
    • A riqueza móvel (ouro) suplantava a importância da riqueza imóvel (terra).

AULA 6

Consequências da Mineração

Assistir aula

  • Aumento da imigração portuguesa para o Brasil (“corrida do ouro para as Minas”);
  • Crescimento demográfico;
  • Crescimento do mercado interno;
  • Aumento do comércio interno de escravos (do Nordeste p/ o Centro-Sul);
  • Mudança da capital da Colônia de Salvador p/ o Rio de Janeiro (1763);
  • Mudança do eixo econômico da Colônia: do Nordeste p/ o Centro-Sul;
  • Relativa urbanização (Villa Rica, Mariana, São João Del Rei, Sabará, Congonhas do Campo);
  • Movimento cultural: Barroco (escultura, arquitetura e música);
  • Interiorização da Colônia: penetração e povoamento do interior.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.