Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Expansão Territorial - História

Quer estudar Expansão Territorial? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Fatores

Assistir aula

Bandeirismo
Organização das expedições de apresamento indígena e de prospecção mineral.

 

Pecuária
Ocupação de áreas de pastagens nordestinas para a criação de gado.

 

Mineração
Ocupação de áreas próximas aos garimpos pelos atuais estados de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.

 

Atividade missionária
Fundação de missões para a catequização dos indígenas.

 

Forças militares portuguesas
Atuação das forças militares portuguesas para afastar a ameaça estrangeira.

 

Drogas do sertão
Ocupação de áreas na região amazônica para a extração de frutas, sementes e raízes com finalidades medicinais e culinárias.

 

Tratados de limite
Redefinição das possessões portuguesas após o fim da União Ibérica.

 

AULA 2

Entradas e Bandeiras

Assistir aula

Definição

Entradas e bandeiras são expedições encarregadas de apresar índios, descobrir ouro e pedras preciosas, recapturar escravos e combater quilombos.


Entradas

  • Expedições oficiais;
  • Não ultrapassavam o meridiano estabelecido pelo Tratado de Tordesilhas.


Bandeiras

  • Expedições particulares;
  • Ultrapassavam o meridiano estabelecido pelo Tratado de Tordesilhas.


Ciclos do bandeirismo

  • Ciclo da caça ao índio:
    • 1ª metade do século XVII;
    • Se desenvolve devido à dificuldade de obtenção de mão de obra escrava africana durante a União Ibérica (domínio holandês das feitorias africanas).
  • Ciclo do bandeirismo de contrato:
    • 2ª metade do século XVII;
    • Combate aos índios hostis (“guerra justa”);
    • Combate aos quilombos;
    • Contratados pelo governo ou por particulares.
  • Ciclo do ouro e diamantes:
    • Século XVIII;
    • Procura por ouro e diamantes;
    • Ocupação da região Centro-Oeste.

AULA 3

Quilombo dos Palmares: Definição e Características

Assistir aula

Definição
Reduto de resistência à escravidão formado por negros que fugiam dos latifúndios escravistas.
A palavra quilombo é originária do banto (língua africana) kilomboe significa acampamento ou fortaleza e foi usada pelos portugueses para denominar as povoações construídas por escravos fugidos.

 

Localização
Serra da Barriga (Alagoas), à época pertencente à Capitania de Pernambuco.

 

Características

  • Período: final do século XVI até 1694.
  • Comunidade autônoma composta por escravos negros, índios e brancos pobres.
  • Economia:
    • Agricultura
    • Pecuária
    • Comércio regional
  • População: aproximadamente 20.000 habitantes
  • Líderes: 1º Ganga Zumba; 2º Zumbi

 

AULA 4

Quilombo dos Palmares: Consequências

Assistir aula

Consequências

  • Repressão e resistência
    • 1680-1691: Zumbi derrota todas as expedições enviadas contra o quilombo.
    • Resistência: tática de guerrilha
  • 1694: Expedição do bandeirante Domingos Jorge Velho destrói Palmares
  • 20 de novembro de 1695:
    • Zumbi executado
    • Dia Nacional da Consciência Negra

 

AULA 5

Tratados de Limites

Assistir aula

Acordos para redefinir as possessões portuguesas e espanholas após a restauração da autonomia de Portugal (1640).


Colônia de Sacramento (1680)

  • Colônia português na Região do Prata;
  • Objetivos: expandir a colonização portuguesa na Região do Prata e evitar a penetração da Espanha no sul do Brasil.


Tratado de Utrecht (1715)

  • Espanha reconhecia a permanência dos portugueses na Colônia de Sacramento.


Tratado de Madri (1750)

  • Reconhecia o domínio português a oeste do meridiano de Tordesilhas com base no princípio do uti possidetis (propriedade deriva da posse sem contestação);
  • Sacramento p/ a Espanha;
  • Sete Povos das Missões p/ Portugal;
  • Resultado da atuação do diplomata luso-brasileiro Alexandre de Gusmão;
  • Consolidação de um território para Portugal três vezes maior que o fixado pelo Tratado de Tordesilhas;
  • Consequência: Guerra Guaranítica (1750-1756).