Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Movimentos Sociais e Culturais - Década de 60 - História

Quer estudar Movimentos Sociais e Culturais - Década de 60? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Maio de 1968 e a contracultura (Parte 1)

Assistir aula

Definição
Onda de protestos que teve início com manifestações estudantis em Paris (1968).

Características

  • Contra o sistema de ensino francês considerado autoritário e repressivo.

Líder: Daniel Cohn-Bendit
Apoio dos trabalhadores c/ uma greve geral

  • Influência intelectual: marxismo
  • Contestação dos valores tradicionais
  • Crítica ao convencionalismo
  • Rebeldia (“É proibido proibir”)

AULA 2

Maio de 1968 e a contracultura (Parte 2)

Assistir aula

  • Liberdade sexual
  • Igualdade entre homens e mulheres
  • Direitos das minorias
  • Contestação à Guerra do Vietnã

  • Movimento Hippie

Sociedade alternativa”
Convívio em comunidade
Amor livre
Não violência
Crítica à sociedade de consumo (“Sociedade do espetáculo”, Guy Debord)
Festival de rock de Woodstock (1969): símbolo da contracultura

 

 

AULA 3

Os direitos civis nos EUA (1955-1968) - Antecedentes

Assistir aula

Situação dos negros nos EUA nas décadas de 1950 e 1960

Bebedouro para negros, um exemplo da segregação promovida pelas Leis Jim Crow
 

  • Segregação formal e informal
  • Violência policial
  • Discriminação no emprego, na educação e nos serviços públicos (Leis Jim Crow)
  • Falta de direitos políticos
  • Pobreza extrema

Antecedentes

  • Associação Nacional Para o Progresso das Pessoas de Cor (em inglês: National Association for the Advancement of Colored People; NAACP)

Primeira organização antirracista norte-americana fundada em 1909.
A NAACP combatia em duas frentes: na educação e em questões judiciais.

  • Boicote ao ônibus de Montgomery (1955)

Rosa Parks

Líder: Rosa Parks
No dia 1º de dezembro de 1955, Rosa Parks se negou a ceder a um branco o seu assento em um ônibus. O ato foi um marco no movimento antirracista nos Estados Unidos.
 

AULA 4

Os direitos civis nos EUA (1955-1968) - Lideranças e Correntes

Assistir aula

  • Martim Luther King

Martin Luther King

> Pastor batista
> Desobediência civil
> Resistência pacifista
> Marcha de Washington (1963): discurso “I have a dream...”

  • Malcolm X

> Nacionalismo negro
> Líder da Nação do Islã, grupo que defendia a supremacia e o separatismo dos negros
> Autodefesa contra a violência racista (aceitava a violência para autoproteção)
> Valorização das tradições afro-americanas

Partido dos Panteras Negras

Panteras Negras

> Fundado por universitários negros na Califórnia em 1968, foi um dos grupos mais radicais na luta contra o preconceito racial nos EUA
> Líderes: Huey Newton, Bobby Seale e Stokely Carmichael
> Defendia o fornecimento de armas a todos os negros contra os constantes atos de violência e brutalidade policial a que estavam submetidos cotidianamente
> Pedia o pagamento de indenizações às famílias negras pelo período da escravidão

Black Power

Tommie Smith e John Carlos foram expulsos dos Jogos Olímpicos de 1968 por este gesto de apoio ao movimento Black Power


> O movimento enfatizou o orgulho racial, a criação de instituições culturais e de políticas para cultivar e promover interesses coletivos e assegurar autonomia para os negros
> Valorização das tradições afro-americanas
> Canções populares e religiosas inspiraram um grande número de artistas que trataram dos temas “poder negro” e “orgulho da raça”
> Música: soul, rhythm and blues e funk

 

 

 

AULA 5

Os direitos civis nos EUA (1955-1968) - Consequências

Assistir aula

  • Lei dos Direitos Civis (1964)

> Promulgada pelo presidente democrata Lyndon Johnson sob forte pressão do movimento negro, proibia a segregação em escolas, universidades, espaços públicos e no trabalho.

> Determinou que as instituições que recebem fundos públicos, como universidades privadas, eliminassem toda forma de discriminação racial

  • “Ações afirmativas”

> São atos ou medidas especiais e temporárias, tomadas ou determinadas pelo estado, espontânea ou compulsoriamente, com os objetivos de eliminar desigualdades historicamente acumuladas, garantir a igualdade de oportunidades e tratamento, compensar perdas provocadas pela discriminação e marginalização decorrentes de motivos raciais, étnicos, religiosos, de gênero e outros.

> As políticas de ação afirmativa foram implementadas no âmbito do mercado de trabalho, na educação superior e nos contratos governamentais

> Exemplo: “cotas raciais”

> Em reação ao movimento de direitos civis dos afro-americanos, voltou a se formar na década de 1960 a Ku Klux Klan (KKK), organização racista que aparecera pela primeira vez em 1865.

Dois jovens homens negros passam pelos manifestantes da KKK no centro de Salisbury, N.C., agosto de 1964.