Revoltas Nativistas - História - Resumos em pdf para download

Revolta de Beckman

Características gerais

  • Caráter local;
  • Séculos XVII e XVIII;
  • Contra os abusos do fiscalismo português;
  • Não pretendiam rompimento político c/ a Metrópole.


Revolta de Beckman (1684)

  • Local = Maranhão;
  • Fatores:
    • Insatisfação dos senhores de engenho c/ o monopólio do comércio de escravos negros pela Cia. Geral de Comércio do Maranhão;
    • Insatisfação c/ a Cia. de Jesus (contrária à escravidão indígena).
  • Líder = Manuel Beckman (senhor de engenho);
  • Vitória das autoridades portuguesas.

Guerra dos Emboabas

Guerra dos Emboabas (1708-1709)

  • Local = Minas Gerais;
  • Fator = disputa pelas recém-descobertas áreas mineradoras entre bandeirantes paulistas (vicentinos) e forasteiros (“emboabas”);
  • Vitória das autoridades metropolitanas.

Guerra dos Mascates

Guerra dos Mascates (1710-1712)

  • Local = Pernambuco;
  • Fator = rivalidade entre Olinda (senhores de engenho) e Recife (comerciantes portugueses = “mascates”) devido à elevação de Recife à condição de vila, não se submetendo mais a autoridade da Câmara de Olinda;
  • Consequências:
    • Intervenção da Metrópole;
    • Vitória dos comerciantes portugueses;
    • Líderes presos;
    • Recife = elevada à capital de Pernambuco.

Revolta de Felipe dos Santos

Revolta de Felipe dos Santos (1720)

  • Local = Villa Rica (MG);
  • Fator = abusos do fiscalismo português:
    • Contra a criação das Casas de Fundição;
    • Contra a cobrança do quinto.
  • Consequências:
    • Vitória das autoridades portuguesas;
    • O líder do movimento, o minerador português Felipe dos Santos, foi enforcado em praça pública e esquartejado.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.