Confira agora suas respostas com o gabarito Enem do Stoodi!

Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Revoluções Inglesas do Século XVII - História

Quer estudar Revoluções Inglesas do Século XVII? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Absolutismo Inglês

Assistir aula

Atraso na consolidação do absolutismo inglês

Fatores

  • Magna Carta (1215);
  • Guerra dos Cem Anos (1337-1453);
  • Guerra das Duas Rosas (1455-1485).
    • Lancaster  x  York.


Dinastia Tudor (1485-1603)

  • Henrique VII (1485-1509);
    • O Pacificador = pôs fim a Guerra das Duas Rosas;
    • Início da Dinastia Tudor.
  • Henrique VIII (1509-1547);
    • Ato de Supremacia (1534) = rompimento com a Igreja Católica e criação da Igreja Anglicana;
    • Consolidação do absolutismo.
  • Eduardo VI (1547-1553);
    • Breve reinado;
    • Morre aos 16 anos vítima de tuberculose.
  • Maria I (1553-1558);
    • Revoga o Ato de Supremacia;
    • Restabelece o Catolicismo;
    • Perseguição aos protestantes (Bloody Mary);
    • Casa-se com Felipe II, rei da Espanha.
  • Elizabeth I (1558-1603);
    • Restauração do Anglicanismo;
    • Perseguição aos católicos e puritanos;
    • Apoio aos corsários;
    • A marinha inglesa derrota a “Invencível” Armada Espanhola, em 1588;
    • Colonização da América;
    • ↑ Mercantilismo;
    • Cercamentos (enclosures) = ↑ êxodo rural;
    •  Lei dos Pobres (Poor Law).

AULA 2

Revolução Puritana

Assistir aula

Dinastia Stuart (1603-1642)

Jaime I (1603-1625)

  • Era rei da Escócia e primo de Elizabeth;
  • Dissolveu várias vezes o Parlamento;
  • Perseguição aos presbiterianos e puritanos.

Carlos I (1625-1649)

  • Criação de novos impostos (Ship Money) sem consultar o Parlamento;
  • Conflito com o Parlamento.


Revolução Puritana

Fatores

  • ↑ Absolutismo de Carlos I;
  • Fechamento do Parlamento;
  • Tentativa de anglicanização dos escoceses calvinistas (presbiterianos).

Grupos


Consequências

  • Vitória dos “cabeças redondas”;
  • Execução de Carlos I (decapitado em 1649);
  • ↓ Monarquia = ↑ República.

 

AULA 3

Revolução Puritana (Oliver Cromwell)

Assistir aula

República Puritana (1649-1660)

  • Líder: Oliver Cromwell (Lorde Protetor da Inglaterra);
  • Apoio do Exército;
  • Confisco das propriedades pertencentes a Igreja Anglicana e ao rei Carlos I;
  • Governo ditatorial;
  • Repressão aos grupos radicais (diggers e levellers);
  • Violenta repressão aos católicos irlandeses;
  • Submissão da Escócia e da Irlanda à Inglaterra;
  • Ato de Navegação (1651).
    • O transporte de produtos importados pela Inglaterra só poderia ser realizado em navios ingleses ou pertencentes aos países de origem  dos respectivos produtos;
    • Consequência = supremacia naval inglesa.

AULA 4

Revolução Gloriosa

Assistir aula

Restauração Stuart (1660-1688)

  • † Cromwell (1658) = ↑ Ricardo (filho de Cromwell que renuncia ao poder em 1660);
  • Parlamento coroa Carlos II (filho de Carlos I) rei da Inglaterra;
  • Tendo seus poderes limitados pelo Parlamento, Carlos II aliou-se ao rei Luís XIV da França;
  • Carlos II dissolveu várias vezes o Parlamento;
  • 1685: † Carlos II = ↑ Jaime II;
  • Jaime II tenta restaurar o absolutismo e o catolicismo.


Revolução Gloriosa (1688)

Fatores

  • Absolutismo Stuart (JaimeII)  x  Parlamento;
  • Ameaça de restauração do catolicismo (Jaime II era católico).

Características

  • Coroação de Guilherme de Orange (Guilherme III) rei da Inglaterra pelo Parlamento;
  • Guilherme de Orange era casado com a filha mais velha de Jaime II, Maria. Guilherme e sua esposa Maria eram protestantes;
  • Jaime II refugiou-se na França;
  • A condição imposta ao novo soberano foi a aceitação do Bill of Rights (Declaração de Direitos – 1689);
  • Declaração de Direitos = limitação da autoridade real pelo Parlamento.
    • O rei não podia cancelar leis parlamentares;
    • O rei não podia criar impostos sem a permissão do Parlamento;
    • Orçamento votado pelo Parlamento;
    • Reuniões parlamentares regulares.

Consequências

  • ↓ Monarquia Absolutista;
  • ↑ Monarquia Parlamentarista (“O rei reina, mas não governa. Quem governa é o Parlamento”).

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.