Resumo de Revoluções Inglesas do Século XVII - História

Quer estudar Revoluções Inglesas do Século XVII? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de História que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Absolutismo Inglês

Assistir aula

Atraso na consolidação do absolutismo inglês

Fatores

  • Magna Carta (1215);
  • Guerra dos Cem Anos (1337-1453);
  • Guerra das Duas Rosas (1455-1485).
    • Lancaster  x  York.


Dinastia Tudor (1485-1603)

  • Henrique VII (1485-1509);
    • O Pacificador = pôs fim a Guerra das Duas Rosas;
    • Início da Dinastia Tudor.
  • Henrique VIII (1509-1547);
    • Ato de Supremacia (1534) = rompimento com a Igreja Católica e criação da Igreja Anglicana;
    • Consolidação do absolutismo.
  • Eduardo VI (1547-1553);
    • Breve reinado;
    • Morre aos 16 anos vítima de tuberculose.
  • Maria I (1553-1558);
    • Revoga o Ato de Supremacia;
    • Restabelece o Catolicismo;
    • Perseguição aos protestantes (Bloody Mary);
    • Casa-se com Felipe II, rei da Espanha.
  • Elizabeth I (1558-1603);
    • Restauração do Anglicanismo;
    • Perseguição aos católicos e puritanos;
    • Apoio aos corsários;
    • A marinha inglesa derrota a “Invencível” Armada Espanhola, em 1588;
    • Colonização da América;
    • ↑ Mercantilismo;
    • Cercamentos (enclosures) = ↑ êxodo rural;
    •  Lei dos Pobres (Poor Law).

AULA 2

Revolução Puritana

Assistir aula

Dinastia Stuart (1603-1642)

Jaime I (1603-1625)

  • Era rei da Escócia e primo de Elizabeth;
  • Dissolveu várias vezes o Parlamento;
  • Perseguição aos presbiterianos e puritanos.

Carlos I (1625-1649)

  • Criação de novos impostos (Ship Money) sem consultar o Parlamento;
  • Conflito com o Parlamento.


Revolução Puritana

Fatores

  • ↑ Absolutismo de Carlos I;
  • Fechamento do Parlamento;
  • Tentativa de anglicanização dos escoceses calvinistas (presbiterianos).

Grupos
 

Cavaleirox"Cabeças redondas"
Rei + anglicanos + católicos 

Parlamento + puritanos + presbiterianos +

grupos radicais:

  • levellers (niveladores)
  • diggers (cavadores)


Consequências

  • Vitória dos “cabeças redondas”;
  • Execução de Carlos I (decapitado em 1649);
  • ↓ Monarquia = ↑ República.

 

AULA 3

Revolução Puritana (Oliver Cromwell)

Assistir aula

República Puritana (1649-1660)

  • Líder: Oliver Cromwell (Lorde Protetor da Inglaterra);
  • Apoio do Exército;
  • Confisco das propriedades pertencentes a Igreja Anglicana e ao rei Carlos I;
  • Governo ditatorial;
  • Repressão aos grupos radicais (diggers e levellers);
  • Violenta repressão aos católicos irlandeses;
  • Submissão da Escócia e da Irlanda à Inglaterra;
  • Ato de Navegação (1651).
    • O transporte de produtos importados pela Inglaterra só poderia ser realizado em navios ingleses ou pertencentes aos países de origem  dos respectivos produtos;
    • Consequência = supremacia naval inglesa.

AULA 4

Revolução Gloriosa

Assistir aula

Restauração Stuart (1660-1688)

  • † Cromwell (1658) = ↑ Ricardo (filho de Cromwell que renuncia ao poder em 1660);
  • Parlamento coroa Carlos II (filho de Carlos I) rei da Inglaterra;
  • Tendo seus poderes limitados pelo Parlamento, Carlos II aliou-se ao rei Luís XIV da França;
  • Carlos II dissolveu várias vezes o Parlamento;
  • 1685: † Carlos II = ↑ Jaime II;
  • Jaime II tenta restaurar o absolutismo e o catolicismo.


Revolução Gloriosa (1688)

Fatores

  • Absolutismo Stuart (JaimeII)  x  Parlamento;
  • Ameaça de restauração do catolicismo (Jaime II era católico).

Características

  • Coroação de Guilherme de Orange (Guilherme III) rei da Inglaterra pelo Parlamento;
  • Guilherme de Orange era casado com a filha mais velha de Jaime II, Maria. Guilherme e sua esposa Maria eram protestantes;
  • Jaime II refugiou-se na França;
  • A condição imposta ao novo soberano foi a aceitação do Bill of Rights (Declaração de Direitos – 1689);
  • Declaração de Direitos = limitação da autoridade real pelo Parlamento.
    • O rei não podia cancelar leis parlamentares;
    • O rei não podia criar impostos sem a permissão do Parlamento;
    • Orçamento votado pelo Parlamento;
    • Reuniões parlamentares regulares.

Consequências

  • ↓ Monarquia Absolutista;
  • ↑ Monarquia Parlamentarista (“O rei reina, mas não governa. Quem governa é o Parlamento”).
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login