Resumo de Modernismo em Portugal - Literatura

Quer estudar Modernismo em Portugal? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Literatura que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Contexto Histórico

Assistir aula

Tem início durante a primeira guerra mundial, ou seja, em um período extremamente conturbado. Além disso, nasce numa época de forte industrialização e avanços tecnológicos, os chamados “tempos modernos”.

O marco inicial é a publicação da Revista Orpheu, em 1915, que visava uma ruptura com o idealismo e com o tradicionalismo, exibindo a realidade do mundo naquele momento, justamente para chocar a sociedade e fazê-la acordar.

Os autores que tiveram a iniciativa de publicá-la foram os renomados Fernando Pessoa, Mário de Sá Carneiro e Almada Negreiros. Todos possuíam uma visão futurista em comum, rompendo com o passado e avançando juntamente com o mundo.

AULA 2

Autores

Assistir aula

Fernando Pessoa

  • Principal representante do Modernismo em Portugal;
  • Sua obra divide-se em ortônimo (ele mesmo, sua própria voz) e heterônimos. Seus heterônimos são:
    • Alberto Caeiro
      Homem do campo, órfão, de poucos estudos, autor de textos simples e sentimentais.
    • Ricardo Reis
      Médico, monarquista, dono de linguagem culta, extremamente racional e que aborda, também, a mitologia em seus escritos.
    • Álvaro de Campos
      Engenheiro naval, rebelde, emocional e futurista.

AULA 3

Vanguardas Europeias

Assistir aula

As Vanguardas Europeias foram manifestações artísticas e literárias do início do século XX. São elas:

Futurismo

  • Expressão da velocidade;
  • Mundo novo, avanço das máquinas e da tecnologia;
  • Principal autor: Marinetti, que visava romper com a sintaxe.
     

Expressionismo

  • Valorização do eu interior;
  • Subjetivismo;
  • Expressão da angústia;
  • Temas ilógicos.
     

Cubismo

  • Formas geométricas;
  • Retratação do perfil e da fronte ao mesmo tempo;
  • Liberdade de escrita;
  • Ruptura com rimas e tradicionalismos;
  • Principal autor: Pablo Picasso.
     

Dadaísmo

  • O mais rebelde dos movimentos;
  • Ruptura total com o tradicionalismo;
  • Contra as crises sociais e políticas;
  • Escrita livre;
  • Fundador: Tristan Tzara.
     

Surrealismo

  • Sonhos;
  • Apego às teses psicanalíticas de Freud;
  • Busca do homem primitivo;
  • Escrita por impulso;
  • Valorização do irreal.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.