Pré-modernismo - Literatura - Resumos em pdf para download

Contexto Histórico

É importante ressaltar que o Pré-Modernismo não é uma escola literária. É um período de transição.

Marca o início do século XX, estendendo-se até 1922.

Ocorre no período de ascensão da República, um período ainda conflituoso, repleto de manifestações populares etc. Além disso, ao redor do mundo está acontecendo a 1ª guerra mundial. E, mais especificamente no Brasil, estamos vivenciando o Ciclo do Cangaço, a Guerra de Canudos, a República do Café com Leite e as Revoltas da Vacina e da Chibata. Ou seja, percebe-se um despertar do povo brasileiro, e essa é uma característica também presente na literatura desse período.

Características

  • Muitos autores e obras bastante extensas;
  • Mescla de tendências do século XIX;
  • Literatura regionalista e documental, expondo a realidade brasileira;
  • Exposição dos problemas sociais;
  • Linguagem conservadora, imitando o “homem da terra”, o nativo;
  • Personagens marginalizados;
  • Retratação das diferentes classes sociais de nosso país. Miséria.

Autores

Euclides da Cunha

  • Temas como miséria e abandono;
  • Linguagem sofisticada;
  • Sua principal obra, Os Sertões, com trações bem documentais, nasceu a partir de uma cobertura que fez para o jornal O Estado de São Paulo sobre a Guerra de Canudos.

Os Sertões

Esta obra é dividida em três partes:

1. A primeira, A TERRA, trata do nosso clima, da seca, do árido, mais especificamente da região nordeste, onde ocorreu a guerra;

2. A segunda, O HOMEM, trata do povo, de seu comportamento e costumes;

3. E a terceira, A GUERRA, trata justamente da documentação da Guerra de Canudos e seus reflexos e consequências.


Lima Barreto

  • Temas de crítica social e retratação do subúrbio carioca;
  • Linguagem coloquial;
  • Presença de temas nacionalistas, expostos em tom irônico;
  • Sua principal obra foi O Triste Fim de Policarpo Quaresma, em que ele trata e critica de forma irreverente os problemas do nosso país na época.


Monteiro Lobato

  • Em seu primeiro momento escrevia literatura adulta, sendo suas principais obras Cidades Mortas, Urupês e Negrinha;
  • Principal tema: regionalismo, mais precisamente a miséria e o abandono no interior de São Paulo;
  • Personagens que aludem ao caipira, ao povo humilde do interior;
  • Resistente à mudança estética.


Augusto dos Anjos

  • Autor singular, que nunca buscou se ligar a nenhuma escola literária;
  • Preferência pela poesia, uma poesia cientificista;
  • Linguagem culta;
  • Principal tema: existência de forma material;
  • Pessimista;
  • Sua única obra publicada é Eu, que trata da morte física e da decomposição da matéria.
Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.