Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Estrutura do parágrafo de introdução - Redação

Quer estudar Estrutura do parágrafo de introdução? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Redação que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Estrutura do parágrafo de introdução

Assistir aula

Para garantir um parágrafo de introdução que cumpra a função de iniciar a discussão sobre o tema, pode-se pensar na estrutura de uma pirâmide invertida, na qual começa pelo mais amplo - TEMA - e depois passa para o mais restrito - TESE.

O  esquema abaixo representa uma sugestão para organizar as ideias do parágrafo de introdução:

Contextualização - a apresentação do assunto geral do tema

Problematização - o recorte temático encaminhado pelo tema

TESE - posicionamento frente ao tema.

AULA 2

Tipos de introdução - ideia universal

Assistir aula

Algumas ideias na sociedade são de conhecimento geral das pessoas, geralmente são ideias inquestionáveis, e de fácil assimilação.

Por exemplo, é comum se afirmar que o direito à vida é inalienável.

Existe algum repertório que comprove isso na sociedade? O que torna essa ideia irrefutável?

O fato de que durante uma Assembleia Geral, em Paris, em 10 de Dezembro de 1948, foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos Humanos, cujo primeiro direito é, obviamente, o direito à vida. Dessa forma, como essa ideia é amplamente divulgada, podemos chamá-la de universal.

Qual seria, então, a diferença entre ideia universal e senso comum?

A expressão senso comum utilizamos para ideias que são reproduzidas sem reflexão, como a palavra diz: reproduzida, uma pessoa repete aquilo que ouviu sem fazer análises, sem questionar a própria ideia; já por ideia universal se entende uma ideia que é muito conhecida, mas que passou por análise, não é meramente reproduzida, há elementos na sociedade que a comprovem.

AULA 3

Tipos de introdução - alusão histórica

Assistir aula

Um caminho simples e eficiente de chegar à contextualização do tema é por meio da alusão histórica, ou seja por meio da referência e descrição de momento histórico que tenha relação com o tema, geralmente estabelece a relação de causa.

É possível, então, utilizar a alusão histórica tanto na contextualização do tema quanto na problematização para encaminhar à tese.

AULA 4

Tipos de introdução - exposição de dados estatísticos

Assistir aula

Uma forma de contextualizar o tema ou apontar a problematização sobre ele é por meio da exposição de dados estatísticos, pois, geralmente, demonstra a intensidade do problema, reforça a importância da discussão sobre ele.

No parágrafo de introdução, como ainda é a abertura do texto, utilizar como recurso a exposição não é um problema, mas já nos parágrafos do desenvolvimento deve se priorizar a argumentação, portanto ao utilizar os dados, nessa parte do texto, deve se fazer análise sobre eles e não apenas apontá-los.

AULA 5

Tipos de introdução - citação

Assistir aula

Uma boa forma de iniciar uma redação é apresentar a citação de um grande estudioso, escritor ou personalidade que tenha autoridade sobre o assunto do tema e, dessa forma, mostrando seu domínio sobre esse tema.

O que é importante saber sobre a citação? É de extrema importância saber a referência adequada sobre a personalidade citada, para que não pareça uma informação inventada.

AULA 6

Tipos de introdução - narração

Assistir aula

A narração pode ser utilizada como um pretexto para se chegar a problematização sobre o tema. É como se o autor desenhasse a ideia do tema e seu problema ao leitor. Criando uma imagem mental sobre o tema, por meio de uma historinha de personagens, o leitor tem mais facilidade de compreendê-lo.

AULA 7

Tipos de introdução - analogia

Assistir aula

Segundo o dicionário, analogia é a relação ou ponto de semelhança entre coisas ou seres diferentes.

Dessa forma, a analogia pode ser utilizada como recurso para ilustrar o tema ao leitor, facilitando assim a sua compreensão sobre o tema.

A analogia pode ser usada também como ferramenta para  a articulação das ideias do texto, se aparecer no primeiro parágrafo e for recuperada ao longo dos outros parágrafos.

O uso da analogia fica ainda mais interessante se ele partir de um elemento de repertório sociocultural, como um personagem de obra literária, cinematográfica, música, mito, entre outros.

AULA 8

Tipos de introdução - repertório de outras áreas do conhecimento

Assistir aula

Utilizar outras áreas do conhecimento é uma exigência da redação ENEM, para atribuir boa pontuação na Competência II que se refere a tema e gênero, quanto à análise da qualidade do tema, e também a Competência III quanto à seleção das ideias. Portanto, começar o texto já utilizando esse tipo de repertório contribuirá para a conquista de mais pontos na redação.