Resumo de Natureza e Cultura - Sociologia

Quer estudar Natureza e Cultura? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Sociologia que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Definição de Natureza

Assistir aula

  • Seres vivos:
    • Plantas;
    • Animais;
    • Homem.
  • Conjunto de tudo o que existe:
    • Mar;
    • Estrelas;
    • Tempo;
    • Espaço.
  • Essência:
    • Qualidade das coisas;
    • Propriedade dos objetos;
    • Atributos que definem algo;
    • Finalidade dos seres.
  • Physis:
    • Princípio de todas as coisas;
    • Força que guia o universo.
  • Leis:
    • Necessárias;
    • Universais;
    • Objeto de estudo das ciências.
  • O que não sofre influência humana:
    • O que não é artificial;
    • O que não é cultural.

AULA 2

Definição de Cultura

Assistir aula

 Do latim, colere:

  • Cultivar
  • Criar
  • Cuidar
  • Tomar conta de

Exemplo:

  • Agricultura
  • Floricultura
  • Piscicultura

Cultura = transformar a natureza (humana)

Vide texto de Gordon Childe:

“O ser humano pode ajustar-se a um número maior de ambientes do que qualquer outra criatura, multiplicar-se infinitamente mais depressa do que qualquer mamífero superior, e derrotar o urso polar, a lebre, o gavião e o tigre, em seus recursos especiais. Pelo controle do fogo e pela habilidade de fazer roupas e casas, o homem pode viver, e vive e viceja, desde os polos da Terra até o equador. Nos trens e automóveis que constrói, pode superar a mais rápida lebre ou avestruz. Nos aviões e foguetes pode subir mais alto do que a águia, e, com os telescópios, ver mais longe do que o gavião. Com armas de fogo pode derrubar animais que nenhum tigre ousaria atacar. Mas fogo, roupas, casas, trens, automóveis, aviões, telescópios e armas de fogo não são parte do corpo do homem. Eles não são herdados no sentido biológico. O conhecimento necessário para sua produção e uso é parte do nosso legado social. Resulta de uma tradição acumulada por muitas gerações e transmitida, não pelo sangue, mas através da linguagem (fala e escrita). A compensação que o homem tem pelos seus dotes corporais relativamente pobres é o cérebro grande e complexo, centro de um extenso e delicado sistema nervoso, que lhe permite desenvolver sua própria cultura.”
 (G. CHILDE. A evolução cultural do homem. P. 40 – 41).

AULA 3

Cultivo da Natureza

Assistir aula

Natureza e cultura são complementares.

Cultura = cultivar o ser humano

A natureza humana é:

  • Formada
  • Estruturada
  • Moldada
  • Guiada

Vide texto de Aristóteles:

“A sociedade que se formou da reunião de várias aldeias constitui a Cidade, que tem a faculdade de se bastar a si mesma, sendo organizada não apenas para conservar a existência, mas também para buscar o bem-estar. Esta sociedade, portanto, também está nos desígnios da natureza, como todas as outras que são seus elementos. Ora, a natureza de cada coisa é propriamente seu fim. Assim, quando um ser é perfeito, de qualquer espécie que seja – homem, cavalo, família –, dizemos que ele está na natureza. [...] É, portanto, evidente que toda Cidade está na natureza e que o homem é naturalmente feito para a sociedade política.”
(ARISTÓTELES. Política. Martins Fontes, 1991, p. 3).

AULA 4

Natureza vs. Cultura

Assistir aula

Natureza e cultura são distintas.

Cultura após séc. XVII apresenta resultados:

  • Artes
  • Ciências
  • Filosofia
  • Estados nacionais
  • Industrialização
  • Civilização

A vida na civilização está distinta da vida na natureza.

NaturezaCultura
CausalidadeLiberdade
NecessidadeAutonomia
UniversalidadeEscolha


A cultura muda as concepções de tempo e espaço.

Cultura se identifica com história.

Vide texto de M. Chauí:

“A distinção entre natureza e cultura passa, então, a levar em conta a maneira como o tempo se realiza: na natureza, o tempo é repetição (o dia sempre sucede a noite, as estações do ano se sucedem sempre da mesma maneira, as espécies vegetais e animais se reproduzem sempre da mesma maneira, os astros realizam sempre os mesmos movimentos, etc.); o tempo da cultura é o da transformação (isto é, das mudanças nos costumes, nas leis, nas emoções, nos pensamentos, nas técnicas, no vestuário, na alimentação, na linguagem, nas instituições sociais e políticas, etc.). Para vários filósofos e historiadores, a cultura surge quando os homens produzem as primeiras transformações na natureza pela ação do trabalho. Com o trabalho, os seres humanos produzem objetos inexistentes na natureza (casa, utensílios, instrumentos), organizam-se socialmente para realiza-lo, dividindo as tarefas [...]. “
(CHAUÍ, M. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 2010, p. 309).

 

Conta de email não verificada

Não foi possível realizar o seu cadastro com a sua conta do Facebook pois o seu email não está confirmado no Facebook.

Clique aqui para ver como confirmar sua conta de email no Facebook ou complete seu cadastro por aqui.

Entendi
Clicando em "Criar perfil", você aceita os termos de uso do Stoodi.
Tem perfil no Stoodi? Fazer Login