Quer ter acesso aos nossos resumos completos?

Assine o Stoodi e prepare-se para o ENEM com conteúdos exclusivos!

Resumo de Trabalhadores do Brasil - Sociologia

Quer estudar Trabalhadores do Brasil? Aqui no Stoodi você encontra resumos grátis de Sociologia que podem ser salvos em PDF para ajudar na sua preparação para o Enem e principais vestibulares.

AULA 1

Visão Geral

Assistir aula

Durkheim

  • Estilo de vida moderno.

Brasil

  • Questões sociais;
  • Ocupação do tempo livre;
  • Urbanização;
  • Industrialização.

AULA 2

Trabalho (In)formal

Assistir aula

O povo brasileiro trabalha muito: formal e informalmente.

Trabalho formal

  • Segue as regras e leis;
  • Geralmente, com carteira de trabalho e CLT;
  • Paga impostos;
  • Contribui para a previdência social.

Trabalho informal

  • “Autônomo”;
  • Sem registro, sem direitos;
  • Cai na ilegalidade.

IBGE (2011)

  • 35% da região metropolitana (Recife, Salvador, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre) trabalha informalmente.

AULA 3

Trabalho Indígena

Assistir aula

Séc. XVI

  • Começa compulsório, com a colonização do Brasil;
  • Portugal força os nativos a trabalharem, principalmente na extração do pau-brasil e no cultivo da cana-de-açúcar.

Séc. XVII

  • A Igreja muda a estratégia: ao invés da escravidão, a catequização;
  • Formam aldeias de trabalho;
  • Os nativos que tentam fugir são perseguidos.

AULA 4

Tráfico Negreiro

Assistir aula

Durante a colonização, havia comercialização da mão-de-obra forçada.

Séc. XVI – XIX

  • Período de mais ou menos 300 anos;
  • Vieram em torno de 10 milhões de escravos da África para a América.

Brasil

  • Em torno de 4 milhões de escravos vieram para o Brasil.

Principais destinos

  • Nordeste (Séc. XVI – XVII): Cultivo da cana-de-açúcar;
  • Minas Gerais (Séc. XVI – XVIII): extração do ouro;
  • São Paulo (Séc. XVIII – XIXI): cultivo do café.

Problemas sociais

  • Afrodescendentes sofrem etnocentrismo branco, mesmo após a alforria;
  • A libertação implica a marginalização social.

AULA 5

Florestan Fernandes

Assistir aula

Pai da sociologia brasileira

  • Infância pobre → aplicação prática da sociologia → fundamentou a sociologia no Brasil.

Os trabalhadores

  • Foco de estudo: escravidão e alforria;
  • Um ex-escravo não tem condições de competir no mercado de trabalho;
  • Sofre preconceitos e é marginalizado;
  • Busca-se novas mãos-de-obra para substituir.

AULA 6

Imigrantes

Assistir aula

1889

  • São Paulo abre as portas para os imigrantes;
  • Trabalho em lavouras de café;
  • Vieram 2 milhões de imigrantes. 1/3 era de origem italiana.

1932

  • 42% das fazendas em poder dos imigrantes europeus;
  • Os imigrantes também trabalharam nas indústrias.

1930

  • Protecionismo brasileiro: lei dos dois terços;
  • As empresas devem contratar pelo menos 2/3 de mão-de-obra nacional.

AULA 7

Mobilização dos Trabalhadores

Assistir aula

Imigrantes europeus

  • Mão-de-obra para indústria e fazendas;
  • Trouxeram também seus ideais.

Reivindicações e Melhorias

  • Menor carga horária, maiores salários, regulamentar mulheres e crianças, segurança no trabalho, proteção legal, direito à greve.

Repressão policial

  • A questão operária era uma questão de polícia.

AULA 8

Conquistas Trabalhistas

Assistir aula

Trabalho escravo

  • O trabalho era visto como degradante;
  • Essa mentalidade com a vinda dos imigrantes: trabalhar é importante;
  • O trabalho começa a ser interpretado como algo digno;
  • O trabalho passa a ser levado a sério no Brasil.

Getúlio Vargas

  • CLT (1943);
  • Carteira de Trabalho (1932):
    • Descanso semanal;
    • Férias remuneradas;
    • Previdência;
    • Seguro-desemprego;
    • 13º Salário (em 1962);
    • FGTS (em 1966).

AULA 9

Migrações

Assistir aula

Aplicação

  • O Brasil aplica a política imigratória dentro do próprio país: incentivou-se a migração;
  • Principal destino: do Nordeste para o Sudeste.

1946 – 1960

  • 1,6 milhões trabalhadores migraram.

1950 – 1980

  • São Paulo triplica nesse período.

1970

  • Censo constata que em torno de 70% da População Economicamente Ativa de São Paulo passou por alguma experiência migratória.

AULA 10

Soldados da Borracha

Assistir aula

2ª Guerra Mundial

  • Japão produz 97% da borracha mundial;
  • EUA precisava de borracha para a Indústria Bélica;
  • É feito um acordo com o Brasil.

Alistamento

  • Inicia como alistamento voluntário para extrair borracha;
  • O alistamento passa a ser obrigatório nos Estados nordestinos.

1942 – 1945

  • 60 mil “saldados” foram recrutados para extrair borracha;
  • Metade morreu: viagem, fome, doenças, conflitos.

Constituição de 1988

  • Pensão para os “soldados da borracha” ainda sobreviventes.

AULA 11

As Mulheres no Trabalho

Assistir aula

Serviço doméstico

  • Trabalha em casa;
  • Trabalha fora;
  • Seu trabalho é desvalorizado.

Escravidão

  • Trabalha no campo e nas lavouras.

Séc. XIX

  • Comércio ambulante;
  • Tecelagem & confecção.

Séc. XX

  • As mulheres eram 2/3 da mão-de-obra da indústria têxtil;
  • Outras funções: amas de leite, domésticas, parteiras, etc.

Código civil de 1917

  • Marido é o Chefe de Família;
  • Ele decide se a esposa pode ou não trabalhar (fora de casa).

1962

  • Mais autonomia às mulheres.

Constituição de 1988

  • Igualdade de direitos e deveres entre homens e mulheres;
  • Na prática, ainda há diferenças práticas: assédio, menor salário, etc.

AULA 12

Trabalho Infantil

Assistir aula

Ordenações Filipinas

  • Compilação Jurídica (séc. XVII) em Espanha, Portugal e suas Colônias;
  • Crianças a partir dos 7 anos já pode trabalhar.

Estatuto da Criança e do Adolescente (1990)

  • Crianças devem estudar;
  • Ficam fora do mercado de trabalho;
  • Emprego só a partir dos 16 anos;
  • Essa lei é cumprida em ambientes formais. Mas é descumprido nos ambientes informais.

AULA 13

Agronegócio

Assistir aula

Capitalismo no Campo

  • O agrobusiness é o capitalismo aplicado no campo;
  • Gera 1/3 do PIB brasileiro;
  • É responsável por 42% das exportações;
  • Gera 37% dos empregos.

2010

  • Brasil é o 3º maior exportador agrícola;
  • Maior produtor de cana-de-açúcar e café.

Problemas sociais

  • Pobreza relativa;
  • Violência;
  • Predomínio de latifúndios;
  • Pouca agricultura familiar;
  • Abuso nos agrotóxicos.