Foram seis longos anos de grandes conflitos e acontecimentos terríveis durante a Segunda Guerra Mundial. As consequências drásticas se estenderam por décadas. Embora haja muita história para contar, hoje você vai descobrir quais foram os principais fatos que marcaram esse período.

Continue a leitura, saiba tudo sobre a Segunda Guerra Mundial e descubra por que a humanidade precisa fazer todos os esforços necessários para que isso não se repita!

Foi um conflito que aconteceu entre 1939 e 1945. Seu objetivo era combater governos autoritários e militaristas que surgiram em alguns países e ameaçavam se expandir por meio de guerras e invasões.

Causas da Segunda Guerra Mundial

Historiadores entendem que esse conflito foi um desdobramento da Primeira Guerra Mundial. Eles destacam que o Tratado de Versalhes, assinado ao final do primeiro conflito, exigiu da Alemanha o pagamento de impostos rígidos e altos.

O pagamento dessas taxas afetou a economia alemã. A elevação exagerada da inflação prejudicou a qualidade de vida da população. Essas condições criaram fatores essenciais para o surgimento do governo nacionalista de Hitler.

Fator que deu início à Segunda Guerra Mundial

O conflito se iniciou em setembro de 1939, quando o exército alemão invadiu a Polônia, sob o comando de Adolf Hitler. França e Inglaterra se posicionaram contra o governo da Alemanha e declararam guerra ao país.

O conflito dividiu o mundo em dois grupos. Alemanha, Itália e Japão formaram o Eixo. Os Aliados eram a Inglaterra, União Soviética (URSS), França e Estados Unidos. Outros países se envolveram na guerra, porém, sempre sob o comando dessas forças principais.

Fases da Segunda Guerra Mundial

Foi dividida em três fases:

  • As vitórias do Eixo (1939-1941): nesse período, o grupo conseguiu conquistar o norte da França, a Polônia, Ucrânia, Iugoslávia, Noruega e o norte da África;
  • O equilíbrio das forças (1941-1943): após o bombardeio a Pearl Harbor, os americanos passaram a lutar junto aos aliados. Isso promoveu um equilíbrio entre as forças, a princípio, e depois reverteu a situação da guerra;
  • A vitória dos Aliados (1943-1945): o Eixo entrou em uma fase de sucessivas derrotas, que levou à vitória dos Aliados e à assinatura da rendição.

Conflitos da Segunda Guerra Mundial

Não existe uma única batalha decisiva na Segunda Guerra Mundial. No entanto, algumas delas foram importantes porque deram origem a eventos decisivos. Alguns exemplos são:

  • Invasão da Polônia por Hitler, em setembro de 1939: deu início à guerra;
  • Campanha da França (1940): o Eixo conseguiu vencer o Reino Unido, Polônia, Bélgica e Países Baixos;
  • Ataque do Japão à base americana de Pearl Harbor: provocou a união dos Estados Unidos com os Aliados;
  • Cerco a Leningrado (1941 a 1944): forças do Eixo tentaram vencer a Rússia, mas não tiveram sucesso;
  • Invasão da Normandia (1944): também conhecida como Dia D, marcou uma importante reação dos Aliados contra o Eixo;
  • Batalha de Stalingrado (1942 a 1945): forças do Eixo tentaram derrotar a Rússia, mas foram vencidas pelo inverno russo.

 

Principais acontecimentos da Segunda Guerra Mundial

O período foi marcado por acontecimentos terríveis, que são lembrados até hoje como exemplos que não devem se repetir.

Antissemitismo

Hitler afirmava que a raça ariana era superior às outras, as melhores espécies da humanidade. Por outro lado, classificava os judeus como seres inferiores e os responsabilizava pelos fracassos do país no período seguinte à Primeira Guerra.

Desde o começo de seu governo, implementou medidas que discriminavam os judeus na Alemanha. Em 1935, mesmo antes da guerra, assinou a Lei de Nuremberg, que segregava esse povo e os proibia de trabalhar em agências governamentais, serem atendidos em hospitais, obter cidadania alemã, entre outras formas de opressão.

Com a conquista de outros territórios, a perseguição se espalhou pela Europa.

Campos de concentração

Eram locais para onde o governo nazista enviava judeus, inimigos políticos e doentes mentais. Lá, as pessoas eram submetidas a trabalhos forçados, condições subumanas e privação de alimentos. Muitos morriam de fome e doenças, enquanto outros eram mortos deliberadamente.

Depois, o governo nazista construiu campos de extermínio. Nesses locais, eles realmente matavam não só judeus, mas também ciganos, religiosos pacifistas e prisioneiros eslavos.

Holocausto

Trata-se do assassinato de judeus em escala industrial. Esse massacre, também conhecido como genocídio ou extermínio em massa, tinha como objetivo aniquilar esse povo da Europa. Segundo historiadores, o governo nazista conseguiu exterminar mais de 6 milhões de judeus.

Bombardeio nuclear

Um dos mais chocantes eventos foi a destruição das cidades de Hiroshima e Nagasaki. Elas foram bombardeadas pelos Estados Unidos, que utilizou bombas atômicas nessa ofensiva.

O ataque aconteceu depois que o Japão já havia assinado o tratado de rendição, o que tornou o acontecimento ainda mais inaceitável para as outras nações.

Participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial

A participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial foi bastante controversa. Embora o país tenha enviado os soldados da Força Expedicionária Brasileira (FEB) para lutar ao lado dos aliados, o governo “flertava” também com os países do Eixo.

O Brasil enviou 25.445 soldados para o campo de batalha no ano de 1944. Eles permaneceram em combate por sete meses, em que a FEB contabilizou três mil feridos e 450 mortos.

Por outro lado, o presidente Getúlio Vargas deportou Olga Benário para a Alemanha, entregando uma judia nas mãos do governo nazista. Esposa de Carlos Prestes, ela estava grávida. Depois do nascimento da filha, foi levada a um campo de concentração, onde morreu aos 34 anos.

O fim da Segunda Guerra Mundial

Além das sucessivas derrotas, o Eixo teve uma baixa importante. Em 1943, o general Pietro Badoglio derrubou o comandante fascista italiano que havia se aliado aos nazistas, Benito Mussolini. Portanto, em 1943 a Itália não apenas deixou ou Eixo, mas se rendeu aos Aliados e se juntou a eles na batalha.

Em maio de 1945, a Alemanha assinou o tratado de rendição, abrindo caminho para o fim dessa guerra. O Japão se rendeu apenas em 2 de setembro de 1945, colocando definitivamente fim ao conflito.

As consequências da Segunda Guerra Mundial

A Segunda Guerra Mundial deixou marcas que duraram décadas. Em um primeiro momento, as nações sentiram o grande impacto da destruição de fábricas, cidades arrasadas por bombardeios, redução da produção industrial e agrícola, necessidade de reconstruir toda a infraestrutura de transporte, entre outras.

A Inglaterra, que até então ocupava um espaço central na política mundial, perdeu esse espaço para os Estados Unidos e a Rússia. No entanto, esses países não estabeleceram uma posição de liderança conjunta. Eles polarizaram o mundo em dois blocos, iniciando uma corrida armamentista conhecida como Guerra Fria.

No campo humano, ocorreram as maiores perdas. A estimativa é de que 55 milhões de pessoas morreram devido ao conflito. Para evitar outros acontecimentos como esse, em 1945 foi criada a ONU — Organização das Nações Unidas. Seu objetivo é mediar os conflitos que surgem entre os países e tomar as medidas necessárias para promover e manter a paz mundial.

Filmes sobre a segunda Guerra mundial

Você adora filmes?  Quer aprender de uma forma descontraída? Os filmes podem ser uma boa opção. Além de entretenimento, você revisa o assunto.

Existem muitos filmes incríveis sobre o tema, por isso o Stoodi preparou uma lista com os melhores para você assisti. Clique aqui para conferir.

Como você pode perceber, esse conflito rendeu muita história. Então, para aprender muito mais sobre a Segunda Guerra Mundial, confira as videoaulas e exercícios em nosso site. Cadastre-se e assista agora mesmo!

Raquel Brito