TUDO SOBRE O PROUNI 2020

Com o Prouni, você consegue cursar a faculdade que deseja e ainda pagar a medade do preço ou até bolsas de 100%. Quer saber como?

 Siga a leitura e fique por dentro do Prouni, o programa do governo que ajuda estudantes a começarem a vida universitária.

Vamos lá?

O que é o Prouni?

O Prouni (Programa Universidade para Todos)  foi desenvolvido no ano de 2004 pelo MEC, durante o mandato do ex-presidente da república, Luís Inácio Lula da Silva. A iniciativa do ministério, no ano de 2005, disponibilizou 112.416 bolsas, sendo que, em 2019, o Prouni bateu ser recorde, disponibilizando 243.888 vagas.

O Prouni foi criado para conceder bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições de ensino superior privadas. As inscrições estão disponíveis todo início de semestre, utilizando a nota do Enem.

Os estudantes que conseguirem a bolsa parcial, deverão arcar com metado do valor da faculdade escolhida. Em contrapartida, para os alunos que tiverem bolsa integral, o valor na faculdade será paga totalmente pelo programa. O Prouni é válido durante todo o curso, no entanto, os alunos deverão seguir todos os requisitos estabelecidos durante o período em que estiverem estudando.

Como funciona o Prouni?

Durante o ano, acontecem duas edições do programa: uma no primeiro e outra no segundo semestre. São oferecidas bolsas de estudo parciais (50%) e integrais (100%).

A seleção para o Prouni é feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). É preciso obter no mínimo a nota de 450 pontos na na edição do Enem anterior, não ter zerado a redação e será necessário comprovação de renda de até 3 salário mínimos no caso do pedido de 50% de bolsa ou comprovar renda de até 1 salário mínimo e meio para as bolsas de 100%.

As inscrições são feitas pelo site do Prouni. Depois, são divulgados os resultados da primeira chamada. O estudante que for selecionado, deve comparecer a instituição de escolha para realizar a matrícula.

Você pode ver quais são as universidades que aceitam o Prouni aqui.

Se ainda houver vagas, é realizada uma segunda chamada, e depois uma lista de espera. Por último, são abertas as inscrições para as bolsas remanescentes.

Cronograma Prouni 2020

As informações sobre o cronograma 2020 do Prouni já foram divulgada e você pode acessar a página oficial do Inep sobre as principais datas do programa e lá ter acesso as principais informações.

Confira o Cronograma na íntegra do primeiro semestre de 2020, de acordo com o Inep:

  • Inscrições: 28 de janeiro a 31 de janeiro
  • Divulgação da primeira chamada: 4 de fevereiro
  • Comprovação de informações da primeira chamada: 4 a 11 de fevereiro
  • Registro no SisProuni e emissão dos termos pela instituição da primeira chamada: 4 a 14 de fevereiro
  • Divulgação da segunda chama: 18 de fevereiro
  • Comprovação de informações da segunda chamada: 18 a 28 de fevereiro
  • Registro no SisProuni e emissão dos termos pela instituição da segunda chamada: 18 de fevereiro a 3 de março
  • Inscrição na Lista de Espera: 6 a 9 de março

Veja as datas para o segundo semestre de 2020:

  • Previsão de divulgação das vagas: 7 de julho
  • Abertura das inscrições: 14 de julho
  • Encerramento das inscrições: 17 de julho (até 23h59)
  • Primeira chamada: 21 de julho
  • Segunda chamada: 4 de agosto
  • Lista de espera: 24 de agosto

Lista de Espera Prouni 2020

O resultado da Lista de Espera do Prouni 2020 foi prorrogada, dia 18 de março, por tempo indeterminado. Por conda do COVID-19, o coronavírus, o Ministério da educação (MEC) não estabeleceu um prazo para os candidatos que estão esperando o programa;

Assim, também foi adiado a data final para a entrega dos documentos por parte das instituições de estudo participantes do Prouni, atrasando, também, o cronograma das universidades.

De acordo com o MEC, tais ações foram tomadas procurando diminuir os prejuízos que podem ser causado pelo coronavírus.

O que é Sisprouni?

O Sisprouni é a instituição responsável por fazer a atualização do cadastro de quem já garantiu a bolsa do Prouni. Assim que aceito pelo programa, o candidato passa a ter um cadastro no Sistema informatizado do Prouni, ou Sisprouni.

É por meio deste termo que o MEC consegue ter permissão para olhar todas as informações dos bolsistas em tempo real, como as notas do aluno, sua frequência em sala de aula e outros itens.

Para que o aluno não perca sua bolsa, ele deve ter aprovação de ao menos 75% das matérias durante o período. Por isso, fique atento ao regulamento, essas regras são importantes serem seguidas para o programa.

Universidades do Prouni

Existem diversas universidades do país que aceitam o Programa de Universidade para Todos (Prouni), e para saber sobre todas elas, basta acessar o site oficial do programa.

Confira as principais universidades do Prouni procuradas pelos brasileiros:

  • Unip: Universidade Paulista
  • Universidade Estácio de Sá
  • Unopar
  • PUC Minas
  • Unifran
  • UDF – Centro Universitário do Distrito Federal
  • PUC
  • Universidade da Amazônia
  • Universidade Católica Dom Bosco
  • São Judas Tadeu
  • Universidade Cruzeiro do Sul

 Prouni 2020: Quem pode participar? 

Para participar do Prouni, é obrigatório ser estudante brasileiro e não possuir diploma de curso superior. Além disso, é preciso estar em no mínimo uma das situações abaixo:

  • Ter feito todo o ensino médio em escola da rede pública;
  • Ter feito todo o ensino médio em escola da rede privada, como bolsista integral da própria escola;
  • Ter feito parte do ensino médio em escola da rede pública e parte em escola da rede privada, como bolsista integral da própria escola privada;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesses casos, não há requisitos de renda.

aulas para o enem

Critério socioeconômico

Mesmo que você comprove um dos itens acima, como portador de deficiência, você ainda deve comprovar a sua renda familiar bruta per capita.

  • Para concorrer a uma bolsa integral, sua renda familiar bruta per capita deve ser de até 1 salário mínimo e meio.
  • Para uma bolsa parcial, sua renda familiar bruta per capita deve ser até 3 salários mínimos.

Mas como calcular a renda per capita?

Basta você somar a renda bruta total dos integrantes da família que moram na mesma casa. Depois, é só dividir este valor pelo número de pessoas que moram na casa, tendo assim o valor da renda familiar bruta per capita.

 Prouni Inscrição 

caderno prouni

Há dois processos seletivos do Prouni por ano: um no primeiro e outro no segundo semestre. As inscrições podem ser feitas de forma gratuita e exclusiva pela página do Prouni.

Para se inscrever, tenha em mãos o seu número do CPF e o da inscrição do Enem do ano anterior. Siga o passo a passo para confirmar a sua inscrição:

1. Acesse a página do Prouni e clique em “Fazer a inscrição”.

2. Insira o seu número de CPF, os números da inscrição e da senha cadastrados no Enem do ano anterior.

3. O sistema vai identificar automaticamente seus resultados no Enem e se você possui a nota necessária para participar do Prouni. Confira os dados e corrija se algo estiver errado.

4. Em seguida, você deverá preencher um questionário socioeconômico sobre a sua situação social e a da sua família.

5. O próximo passo é escolher duas opções de curso, de acordo com a sua prioridade. Eles podem ser em instituições diferentes. Além disso, você deverá escolher se pretende concorrer pela política de cotas ou pela ampla concorrência.

6. Aí é só finalizar o cadastro e pronto.

Lembre-se: você poderá alterar as suas opções de curso até o último dia de inscrição. Fique de olho nas notas de corte para ter mais chances de conseguir uma bolsa.

Caso você não tenha acesso à internet para realizar a inscrição, o programa assegura o acesso gratuito em todas as instituições participantes.

Cotas no Prouni 2020

O Prouni destina um percentual das bolsas para as pessoas com deficiência e para as autodeclaradas indígenas, pretas ou pardas (nomenclatura atribuída pelo MEC). Esse número é definido de acordo com o percentual de cidadãos nestas classificações no Estado da instituição de ensino em questão.

Atenção! O candidato cotista também precisa se enquadrar nos demais critérios de seleção do Prouni citados acima. Para entender mais sobre o sistema de cotas, veja aqui se você pode obtê-la.

Nota de corte do Prouni 2020

A nota de corte do Prouni é a menor nota do último candidato que se aplicou para aquele determinado curso. É por meio dessa nota que o estudante consegue ter uma percepção sobre se possui possibilidade de entrar para aquela vaga ou não.

Ou seja, a nota de corte é uma nota mínima que estipula a chance de entrar naquele curso e naquela universidade.

Para isso, você deve ter em mãos a sua nota do Enem e, caso ela seja maior do que a nota de corte, suas chances de garantir sua vaga são mais altas.

Mas atenção! A nota de corte é calculada automaticamente pelo sistema e, por isso, sofre alterações bruscas de uma dia para o outro. Por isso, é importante estar atento e atualizar a página todos os dias.

E não se esqueça: para poder participar do Prouni, é necessário ter tirado pelo menos 450 pontos de média, e não ter zerado a redação. Em cursos como Medicina, a competição é mais acirrada e a nota de corte pode chegar até perto dos 800 pontos.

Resultado do Prouni 2020

O que é Prouni

Você se inscreveu e agora aguarda ansiosamente pelo resultado do Prouni. Mas quando ele sai?

Logo depois do fim do período de inscrições, o Prouni inicia o processo de resultados. Os candidatos são classificados de acordo com a pontuação da prova do Enem, ou seja, a nota mais alta recebe o primeiro lugar na lista de convocação.

O candidato irá concorrer apenas com as pessoas que selecionarem a mesma modalidade que ele selecionou, o mesmo curso e mesma faculdade.

ATENÇÃO: Aqueles que foram selecionados para a primeira opção de curso, não poderão concorrer a segunda opção.

Segunda chamada

A segunda chamada também é uma lista de convocação, porém, com uma quantidade menor de alunos do que na primeira.

Caso o candidato seja selecionado, ele deve realizar a matrícula na faculdade em que foi selecionado dentro do período indicado pelo cronograma no edital. Se ainda sobrarem vagas no Prouni, é aberta uma lista de espera.

Lista de espera

Esta é a última oportunidade que o aluno terá para se candidatar no Prouni. Para participar da Lista de espera o aluno deve demonstrar interesse na vaga, selecionando esta opção após as datas de inscrição.

O candidato não pode ter sido selecionado nas chamadas anteriores ou ter sido rejeitado por falta de turma.

Para ficar de olho nos resultados, você precisa acessar o site do Prouni, ligar para o telefone 0800-616161 ou ainda falar diretamente com a universidade em que você se inscreveu.

Critérios de desempate do Prouni

Pode acontecer de as notas de alguns candidatos serem exatamente iguais. Para esses casos, o Prouni possui cinco critérios de desempate baseados na nota do Enem. A ordem é:

  • Maior nota na Redação.
  • Maior nota na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias.
  • Maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias.
  • Maior nota na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias.
  • Maior nota na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Matrícula Prouni

Quando forem divulgados os resultados do Prouni, o candidato aprovado deve ir até a faculdade desejada e levar todos os documentos necessários para realizar a matrícula. Lembre-se de que cada universidade possui um coordenador que será direcionado especificamente para falar sobre o Prouni e seu funcionamento dentro da faculdade, acompanhando, assim, cada etapa do aluno.

Se você for selecionado para uma bolsa do Prouni, será necessário comparecer à instituição desejada para comprovar as informações do questionário socioeconômico. Veja a lista de documentos necessários clicando aqui.

Atenção! A instituição poderá solicitar a apresentação de outros documentos para ter certeza da veracidade das informações. Por isso, não deixe para ir até a instituição no último minuto.

Lembre-se: depois de entregar a documentação, solicite o Protocolo de Recebimento de Documentação do Prouni. Mesmo se for um curso EAD (à distância).

O que fazer depois de entregar a documentação para a universidade?

Esperar. A instituição de ensino irá conferir a veracidade das informações dadas pelo candidato e decidir aprová-lo ou rejeitá-lo.

O resultado da aprovação ou reprovação será registrado no Sistema Informatizado do Prouni (Sisprouni). Para saber seu resultado, basta acessar o sistema de inscrição do Prouni.

Bolsa Prouni 2020

De maneira geral, são oferecidos 2 tipos de bolsas pelo Prouni:

  • Bolsas Integrais: a renda familiar per capita deve ser abaixo de 1,5 salário mínimo
  • Bolsas parciais: o candidato deve ter renda acima de 1,5 salário mínimo, e menor que 3 salários mínimos.

Aos professores do ensino público, de pedagogia e licenciatura, também são oferecidas bolsas de 50% e 100%.

Bolsas remanescentes Prouni

As bolsas remanescentes do Prouni são aquelas que não foram ocupadas ao longo do processo regular do programa (primeira chamada, segunda chamada e lista de espera).

Diferente da seleção regular, nessa não há segunda chamada nem divulgação das notas de corte diárias. Depois de inscrito, o candidato não está automaticamente aprovado e precisa comparecer à instituição escolhida em no máximo dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição online.

Como concorrer a Bolsa Remanescente do Prouni?

  • Ser professor da rede pública de ensino, exercendo o magistério na educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública, para os cursos com grau de licenciatura destinados à formação do magistério da educação básica.
  • Ter participado do Enem a partir da edição de 2010 e ter tirado, em uma mesma edição, média igual ou superior a 450 pontos e nota maior do que zero na redação.
  • Não ter sido aprovado no processo seletivo regular do Prouni no primeiro semestre de 2019.
  • Não ter sido aprovado no processo de Bolsa Remanescente do Prouni no primeiro semestre de 2019.

Para se inscrever, é necessário acessar o site do Prouni.

Bolsa permanência Prouni

A Bolsa Permanência do Prouni é destinada ao custeio das despesas do bolsista integral do Prouni (transporte e material didático, por exemplo). Ela tem o valor máximo equivalente ao das bolsas federais de iniciação científica. Os valores estão disponíveis no edital disponibilizado pelo Ministério da Educação.

Como conseguir a bolsa permanência?

Para ter direito à bolsa permanência, é preciso estar utilizando a bolsa integral do Prouni. Além disso, é necessário estar matriculado em curso presencial com no mínimo 6 semestres de duração, e com carga horária igual ou superior a 6 horas diárias de aula. As informações devem ser compatíveis com as cadastradas pelas instituições de ensino junto ao MEC.

Como calcular a carga horária?

Essa carga horária média é calculada usando a carga horária mínima para concluir o curso, em horas, o tempo para completar o curso, em anos, e o número de dias letivos, em dias.

Primeiro, deve-se realizar a multiplicação do prazo mínimo, em anos, para a realização do curso, com o número de dias do ano letivo. Em seguida, pegue a carga horária mínima total do curso, em horas, e divida com o resultado da multiplicação acima.

Se o resultado da divisão foi maior ou igual a 6, você tem direito a uma bolsa permanência!

Seleção dos bolsistas

A seleção dos bolsistas que podem receber o benefício é feita mensalmente, no primeiro dia de cada mês, observando o cálculo citado e a disponibilidade de orçamento do Ministério da Educação.

Para concorrer à bolsa, o estudante precisa ter uma conta corrente individual no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal. Atenção: não são aceitas contas poupança, eletrônicas, contas com mais de um titular ou contas abertas com CPF diferente do bolsista.

O estudante precisa então ir até a coordenação do Prouni na instituição em que estiver matriculado, levando:

  • Documento de identidade com foto.
  • CPF.
  • Comprovante bancário com os dados da conta corrente.

Assim, a coordenação efetivará o seu cadastro no Sistema do Prouni e o estudante assinará o Termo de Concessão de Bolsa Permanência.

Cancelamento da Bolsa Permanência

A bolsa permanência poderá ser encerrada a qualquer momento, tanto pelo MEC quanto pela instituição de ensino. Isso pode acontecer se:

  • O bolsista fizer ou solicitar transferência para um curso com carga horária média diária inferior a 6 horas.
  • A bolsa do Prouni for cancelada.
  • Se houver comprovação de que o aluno está utilizando o dinheiro do auxílio com outras finalidades.
  • Se houver comprovação de que o aluno prestou informações falsas ou omitiu algo para conseguir a bolsa.
  • Se o bolsista pedir desligamento do curso

Aplicativo Prouni

Aplicativo Prouni

Sim, o Prouni também tem aplicativo! E ele está disponível para iPhoneAndroid e Windows Phone. Através dele você consegue:

  • Acompanhar sua inscrição no Prouni.
  • Ter acesso às classificações parciais e notas de corte.
  • Ter acesso às suas notas do Enem.
  • Ver a lista de pré-selecionados.
  • Ver o resultado final.