Você já deve ter visto, em filmes, alguém se comunicando por batidinhas ou então por bilhetes que só têm pontinhos e risquinhos. Falando assim, parece nem fazer sentido, mas o Código Morse é um importantíssimo instrumento de comunicação e foi decisivo em vários momentos da História, como na Segunda Guerra Mundial e em grandes tragédias, como o naufrágio do Titanic.

Mas será que você sabe todas as aplicações desse código e como ele foi inventado? Vem com a gente conhecer a história do Código Morse!

O que é Código Morse?

Para entender a importância do Código Morse e por que é tão famoso, antes temos que entender como ele funciona.

O Código Morse é um sistema de linguagem que usa sinais elétricos para representar letras, algarismos e pontuação.

Basicamente, o código consiste apenas em dois elementos: o pulso e o não-pulso, ou o “ligado e desligado”. Por ser tão simples, uma mensagem em Código Morse pode ser transmitida de várias formas:

  • pulsos elétricos por meio de um telégrafo elétrico;
  • som;
  • luz;
  • rádio, ou seja, ondas eletromagnéticas.

Mas como um pulso pode representar todas as letras? Bom, os dois elementos podem ser combinados para criarem o código. Atualmente, o Código Morse Internacional conta com seis “símbolos”:

  1. pulso curto ou ponto;
  2. pulso longo ou traço;
  3. espaço entre pontos e traços;
  4. espaço curto entre letras;
  5. espaço médio entre palavras;
  6. espaço longo entre frases.

O Código Morse pode ser visto como uma forma de código digital, já que é binário: ou há o pulso ou não. Por exemplo, podemos usar uma lanterna para nos comunicarmos em Morse apenas ligando ou desligando o facho de luz nos tempos certos. Se tivermos apenas o som de um apito, podemos nos comunicar em Morse fazendo diferentes variações do tempo do apito.

Inventor do Código Morse

A invenção do Código Morse está totalmente ligada à do telégrafo elétrico em 1836, que também foi obra da mesma pessoa, o físico norte-americano Samuel Morse.

Nessa época, os operadores de telégrafo ainda estavam procurando formas mais exatas de se comunicar por esse aparelho, que funciona ativando eletroímãs pela utilização de correntes elétricas enviadas a longas distâncias.

História do Código Morse

O telégrafo inventado por Morse funcionava da seguinte forma: quando a corrente estava ligada, a agulha do aparelho riscava uma fita magnética; quando a corrente era desligada, a fita ficava sem marca.

O código original proposto por Morse em 1844 utilizava algumas variações de tamanhos dessas marcas para representar as letras do alfabetos mais utilizadas na língua inglesa.

Ao se popularizar, o código foi adaptado para que cada letra e cada algarismo tivesse sua representação. Ao fazer a marca, a agulha fazia um barulho e logo os operadores aprenderam a decifrar o Código Morse, nem mesmo precisando ver o resultado das fitas marcadas. Só de ouvir os barulhos (curto, longo ou silêncio), eles já conseguiam dizer a mensagem passada.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Código Morse foi fundamental no envio de mensagens rápidas de longa distância entre navios e aviões dos exércitos. O código foi usado até 1999 como linguagem oficial para operações marítimas, quando então foi substituído pelo sistema GMDSS de comunicação. O exército americano também treinava soldados em Código Morse até 2015.

Tabela de Código Morse

Veja como são escritos o alfabeto, os algarismos e os sinais de pontuação em Código Morse:

Letra | Código Internacional

A •⁃

B ⁃•••

C ⁃•⁃•

D ⁃••

E •

F ••⁃•

G ⁃⁃•

H ••••

I ••

J •⁃⁃⁃

K ⁃•⁃

L •⁃••

M ⁃⁃

N ⁃•

O ⁃⁃⁃

P •⁃⁃•

Q ⁃⁃•⁃

R •⁃•

S •••

T ⁃

U ••⁃

V •••⁃

W •⁃⁃

X ⁃••⁃

Y ⁃•⁃⁃

Z ⁃⁃••

Números | Código internacional

1 •⁃⁃⁃⁃

2 ••⁃⁃⁃

3 •••⁃⁃

4 ••••⁃

5 •••••

6 ⁃••••

7 ⁃⁃•••

8 ⁃⁃⁃••

9 ⁃⁃⁃⁃•

0 ⁃⁃⁃⁃⁃

Pontuações comuns | Código internacional

Ponto [.] •⁃•⁃•⁃

Vírgula [,] ⁃⁃••⁃⁃

Interrogação [?] ••⁃⁃••

Apóstrofo [‘] •⁃⁃⁃⁃•

Exclamação [!] •⁃•⁃⁃

Barra [/] ⁃••⁃•

Parênteses [(] ⁃•⁃⁃•

Parênteses [)] ⁃•⁃⁃•⁃

E comercial [&] •⁃•••

Dois pontos [:] ⁃⁃⁃•••

Ponto e vírgula [;] ⁃•⁃•⁃•

Igual [=] ⁃•••⁃

Hífen [-] ⁃••••⁃

Linha baixa [_] ••⁃⁃•⁃

Aspas [“] •⁃••⁃•

Cifrão [$] •••⁃••⁃

Arroba [@] •⁃⁃•⁃•

Como aprender Código Morse?

Atualmente, o Código Morse não é muito utilizado, pois a tecnologia já foi desenvolvida na área de comunicação militar e naval. Porém, ainda hoje, um sinal bem famoso pode ser reconhecido por muitos em caso de necessidade de socorro: é o clássico SOS, composto pela combinação •••⁃⁃⁃•••. Como é uma combinação simples, se você estiver perdido em uma montanha, por exemplo, e só tiver uma lanterna para se comunicar, vale a pena tentar o sinal, que é conhecido mundialmente.

Aliás, como já contamos lá em cima, uma mensagem muito famosa em Código Morse foi emitida pelo Titanic durante seu naufrágio, em 1908. Os operadores de telégrafo do navio mandaram para navios próximos um sinal de “CQD”, que até então era o sinal de socorro mais conhecido na comunicação marítima. O código significava mais ou menos “preste atenção, perigo”. Só após a tragédia do Titanic é que o sinal de SOS passou a ser amplamente conhecido e usado pela facilidade de se transmitir em Código Morse.

Agora que você já sabe a história e curiosidades do Código Morse, que tal se aprofundar nas aulas do Stoodi sobre Linguagens? E se você ainda não tem uma conta, basta se cadastrar gratuitamente para acessar videoaulas, exercícios e conhecer nosso plano de estudos! 

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!