O que pregam os Direitos Humanos?

 

Você sabia que a Declaração Universal dos Direitos Humanos é base para a correção da redação do ENEM? Pois é. Todas as opiniões emitidas por vocês, candidatos do exame, devem estar alinhadas aos princípios expressos nesse documento.

– Isso quer dizer que se a minha posição e meus argumentos não estiverem de acordo com os Direitos Humanos eu posso ser penalizada?
Exatamente. Se isso acontecer, a sua redação será automaticamente anulada.
Melhor dar uma olhada na declaração, não é mesmo?!

O documento dos Direitos Humanos foi aprovado em 1948 pela ONU, Organização das Nações Unidas, com o objetivo de garantir e defender a dignidade e a liberdade de todas as pessoas, sem exceção. Ele é contra qualquer tipo e discriminação e opressão.

Conhecer seu conteúdo é muito importante, não só para os alunos que prestarão a prova, mas para os cidadãos em geral – já que ele defende, em todas as esferas, condições para o desenvolvimento individual e coletivo da sociedade.

Confira os principais pontos abordados pelos Direitos Humanos:

·         Todos os seres humanos são livres e iguais, independente de raça, cor, gênero, idioma, opinião política, condição financeira ou qualquer outra forma de discriminação.

·         Todo ser humano tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.

·         A escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as formas – nenhuma pessoa poderá ser mantida em escravidão ou servidão.

·         Ninguém será submetido à tortura, nem a tratamentos ou castigos cruéis.

·         Todo ser humano tem direito a ser reconhecido como pessoa perante a lei – e todas as pessoas são iguais perante a lei.

·         Todos são inocentes até que se provem o contrário. Ninguém pode ser arbitrariamente preso, detido ou exilado. Todos têm direito a uma audiência justa, pública, independente e imparcial.

·         Todo ser humano tem o direito à liberdade de se mudar dentro do Estado Nacional ou para outro país – podendo voltar quando quiser.

·         Vítimas de perseguição podem contar com asilo em outros países.

·         Todos têm direito de contrair matrimônio e formar uma família. O casamento só será válido em caso de comum acordo.

·         Todo ser humano tem direito à propriedade.

·         Todos têm o direito à liberdade de pensamento, consciência e religião – podendo mudar de crença.

·         Todo ser humano tem direito à liberdade de expressão e opinião.

·         Todos têm direito de acesso ao serviço público de seu país.

·         Todos têm o direito ao trabalho, à livre escolha do emprego, e a condição justa e favorável para desenvolvê-lo.

·         Todo ser humano tem direito à saúde, bem estar, alimentação, vestuário, cuidados médicos e serviços sociais.

·         Todo ser humano tem direito à instrução. Ela deve ser gratuita pelo menos nos graus elementares e fundamentais.

Veja aqui o documento completo e consulte os 30 artigos que o compõe.

Campanha Always On Cronograma