Descubra quais os animais que estão ameaçados de extinção com o Stoodi!

Desmatamento, caça ilegal e tráfico de animais são alguns dos motivos que têm colocado muitos animais em extinção. Apesar de as espécies não serem extintas somente pela ação do homem, como podemos observar com a teoria evolucionista, hoje essa é a principal causa, infelizmente.

O fato é que, quanto mais aumenta a lista de animais em extinção, mais percebemos a necessidade de cuidados com a biodiversidade do planeta. Afinal, uma única espécie extinta gera consequências não só para suas presas e predadores, mas influencia todo o ecossistema, afetando inclusive seres humanos, como na possibilidade da extinção das abelhas.

Veja a seguir quais são os animais ameaçados de extinção no Brasil e no mundo, entenda o que significa esse termo e confira a causa da extinção de animais.

Animais em extinção: o que significa

Para entender o que são animais em extinção, primeiro destacamos que esse é um recorte da Ecologia, área que une Biologia e Geografia para pesquisar a interação e a distribuição dos seres vivos em um ambiente. Inclusive, esse é um tema que costuma ser muito abordado no Enem.

Quando uma espécie está em extinção, isso significa que ela corre o risco de deixar de existir no nosso planeta, assim como aconteceu com os dinossauros há milhões de anos. A questão mais preocupante é que, ao invés de esse fenômeno acontecer naturalmente, ele vem sendo acelerado com a interferência humana.

Animais em extinção no mundo

Estamos todos conectados! Não apenas pela internet, como também pela biosfera, inseridos nos níveis de organização dos seres vivos. Entretanto, se a biodiversidade não for respeitada, pode ser que alguns animais não prossigam sua caminhada.

Um exemplo recente foi o rinoceronte-branco do norte, que perdeu o último exemplar macho da espécie. Outros animais silvestres em extinção pelo mundo são:

  • condor californiano;
  • elefante de sumatra;
  • golfinho vaquita;
  • gorila-das-montanhas;
  • iguana da jamaica;
  • lêmure de barriga vermelha;
  • lêmure de cauda anelada;
  • leopardo-de-amur;
  • orangotango de bornéu;
  • panda gigante;
  • papagaio kakapo;
  • pinguim-africano;
  • rinoceronte-de-java;
  • saola
  • tigre-de-bengala;
  • tigre siberiano.

Animais em extinção no Brasil

O Brasil tem 3 listas oficiais para informar sobre as espécies ameaçadas. Nela, constam 698 espécies de animais terrestres e 475 espécies de animais aquáticos e marinhos ameaçados de extinção. Confira os principais animais brasileiros que correm esse risco.

Animais em extinção no Pantanal

Considerado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) como reserva da biosfera e como patrimônio nacional pela Constituição Federal, o Pantanal conta com muitos programas de preservação e recuperação ambiental. Mesmo assim, existem vários animais em extinção.

Arara azul

Além de sofrer com a perda do habitat, a arara azul, cujo nome científico é Anodorhynchus hyacinthinus, é muito procurada tanto pelo tráfico de animais para venda quanto por caçadores para o comércio de penas.

Ariranha

Sob forte ameaça devido à caça predatória, a Pteronura brasiliensis também sofre com a perda do habitat para construção de hidrelétricas e poluição das águas, que também extingue sua principal fonte de alimentação, os peixes.

Cervo do pantanal

O Blastocerus dichotomus sofre, assim como a ariranha, da perda do seu ecossistema e também é alvo da caça predatória.

Animais em extinção na Mata Atlântica

Um dos principais motivos dos animais em extinção na Mata Atlântica talvez seja a urbanização, uma vez que a maior parte da população brasileira mora nesse bioma. Ele é formado pela costa leste, sudeste e sul do nosso País.

Com diversos tipos de florestas, esse bioma ainda conta com regiões endêmicas (ou ecossistemas específicos) como o manguezal e a restinga.

Barranqueiro do nordeste

Ave endêmica de Pernambuco, o Automolus lammi está em perigo, principalmente pela perda do seu habitat.

Macaco prego

Sapajus flavius é o nome científico dessa espécie que está correndo grande risco de extinção.

Perereca

Encontrada pela primeira vez em 2008, a Aparasphenodom pomba corre grande risco de extinção por ocupar uma área muito restrita na região do rio Pomba (MG).

Animais em extinção na Amazônia

Um bioma que abrange vários estados do norte brasileiro, a Amazônia abriga aproximadamente 10% das espécies dos animais do planeta. Com uma rica biodiversidade, a região recebe atenção mundial para sua preservação ambiental. Alguns animais em extinção na Amazônia são:

Ararajuba

O tráfico ilegal coloca em perigo a Guaruba guarouba, ave exclusivamente brasileira.

Caiarara

Cebus Kaapori é o nome desse macaco criticamente ameaçado devido ao desmatamento.

Sauim-de-coleira

Não bastasse a interferência e a ameaça humanas, o Guinus bicolor se encontra criticamente em perigo também devido ao surgimento de outra espécie de macaco que compete pelo mesmo alimento: o sagui-de-mãos-douradas.

Uacari-branco

Famoso pela cabeça vermelha e careca, o macaco classificado como Cacajao calvus encontra-se vulnerável devido ao desmatamento que vem destruindo seu habitat.

Animais da Caatinga em extinção

tatu animais em extinção

A Caatinga é um bioma que se estende por quase todo o nordeste brasileiro, apresentando clima semiárido e vegetação rasteira. Veja, a seguir, alguns dos animais da Caatinga em extinção.

Jacu-estalo

Neomorphus geoffroyi é o nome científico da ave que se encontra criticamente em perigo.

Guigó da caatinga

O macaco classificado como Callicebus barbarabrownae também está em perigo, diminuindo a população drasticamente devido à perda do habitat.

Soldadinho do araripe

Encontrada nos ecossistemas aquáticos, a Antilophia bokermanni é uma ave quase extinta em consequência da deterioração e da poluição hídrica e florestal.

Animais do Cerrado em extinção

Esse é o segundo maior bioma do Brasil e é considerado a maior savana do mundo em relação à biodiversidade. Mesmo assim, existem vários animais em extinção no Cerrado.

Lobo-guará

Maior canídeo da América do Sul, o Chrysocyon brachyurus é o símbolo do Cerrado. Em situação vulnerável, a espécie sofre com a expansão agrícola e urbana sobre seu habitat, além da fragmentação do território para construção de estradas.

Tatu-bola

O Tolypeutes tricinctus está em perigo não só pela perda do seu habitat, como também pelo fato de não ter onde cavar buracos, ficando desprotegido.

Animais dos Pampas em extinção

Com forte atividade agropecuária, a região dos Pampas (localizada no sul do Brasil), é o segundo bioma mais ameaçado do Brasil. A lista de animais em extinção dos Pampas é grande, e entre as espécies estão:

Gato maracajá

O Leopardus wiedii é perseguido por causa do comércio ilegal da sua pele. Além disso, seu habitat é fragmentado devido à construção de estradas.

Pica-pau cara de canela

A ave Dryocopus galeatus encontra-se em perigo pelas fortes mudanças ocorridas no seu habitat.

Animais aquáticos em extinção

Não é só em terra firme que existem ameaças à nossa fauna. Nossos rios e a costa brasileira também correm risco. A seguir, alguns dos animais ameaçados de extinção no oceano.

Tartaruga-de-pente

Devido à coleta de ovos e ao abate de fêmeas, a tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata) está quase extinta, principalmente por causa do comércio ilegal do seu casco.

Toninha

Criticamente em perigo, a Pontoporia blainvillei é um mamífero aquático que vive do litoral do Espírito Santo até o sul da costa brasileira. A espécie corre risco de extinção porque morre afogada devido à pesca de arrasto.

Principais causas da extinção de animais

Apesar de saber que nenhuma espécie existirá para sempre, a questão é que os impactos ambientais causados pelo homem são, hoje, o principal fator responsável por esse fenômeno. Depois de ver quais os animais em extinção, é hora de destacarmos os motivos mais comuns que colocam fim a uma espécie:

  • desmatamento e degradação de ambientes naturais;
  • poluição de águas, ambientes e outras consequências da poluição, como as mudanças climáticas;
  • destruição de ecossistemas com incêndios, construções de hidrelétricas e urbanização;
  • introdução de espécies exóticas (aquelas que não são nativas);
  • caça ilegal e tráfico de animais.

Como você viu, a preservação das espécies é importante não só para contribuir com o equilíbrio do planeta, como também é uma forma de manter e renovar nossos recursos naturais. Existem animais em extinção no Brasil e no mundo, e só com o exercício de conscientização e a adoção de novos hábitos (coerentes com essa mentalidade) poderemos trazer uma real solução.

Falando em exercícios, que tal praticar um pouco seus conhecimentos? Você pode testar seu entendimento com nossa lista de exercícios sobre impactos e problemas ambientais. Você também pode assistir às videoaulas e acessar informações valiosas no Blog do Stoodi. Afinal, para garantir a assimilação das matérias, uma das melhores estratégias é treinar!

2 Shares:
Você pode gostar também