Primeiros socorros: o que são, noções, procedimentos e mais!

Você já ouviu falar em primeiros socorros? Não é difícil encontrar informações sobre a importância desse tema para os vestibulandos, afinal, é um assunto recorrente nas provas e pode colocar muitos estudantes em dúvida. Além disso, conhecer as noções de primeiros socorros e como aplicar algumas medidas é uma ação fundamental na vida de qualquer pessoa.

Pensando nisso, preparamos este artigo com as principais informações sobre o tema, explorando o que são primeiros socorros e as principais técnicas para você conhecer e preparar-se bem para o vestibular. Aproveite para anotar as nossas dicas e revisar o conteúdo com calma, combinado? Confira!

O que são primeiros socorros?

Não é possível conhecer as principais medidas de primeiros socorros se não entendemos o seu conceito, você concorda? Bom, como você já deve imaginar, eles representam as primeiras intervenções feitas em pessoas que sofreram algum acidente ou mal-estar súbito, como um desmaio ou queimaduras.

Nesse sentido, eles estancam a progressão do acidente e evitam que uma situação mais grave aconteça, inclusive o óbito do paciente. O grande objetivo é manter os sinais vitais do acidentado e garantir que ele se mantenha estável até a chegada do atendimento especializado.

Então, qualquer pessoa pode realizar os primeiros socorros? Há um debate muito grande em relação à prática das intervenções de emergência, já que pessoas despreparadas podem ocasionar lesões mais graves ou complicações no caso.

Tenha acesso GRATUITO a mais de 6 mil videoaulas, 30 mil exercícios, resumos teóricos e materiais complementares pra download!

Por isso, quem deseja conhecer mais sobre essas intervenções e estar preparado para ajudar em casos graves, como de acidentes, deve realizar o curso de primeiros socorros.

Ele é ministrado por organizações especializadas, inclusive hospitais e serviços públicos de saúde. Após o curso, você recebe o certificado e está pronto para realizar as medidas de auxílio e proteção da vítima.

Noções de primeiros socorros

Para praticar as medidas, você precisa dominar todas as noções de primeiros socorros. Afinal, o objetivo da intervenção é evitar a piora do quadro do acidentado, certo? Nada mais justo do que o socorrista conhecer e adotar todas as noções de proteção e cuidado para preservar a saúde do paciente.

No tópico anterior explicamos que para atender casos graves é necessário realizar um curso de especialização. Em contrapartida, para manejar situações menos críticas, como desmaios e engasgos, somente o conhecimento das práticas já o torna capaz de aplicar as medidas de proteção.

Assim, separamos as principais noções e atitudes que você deve tomar caso vivencie uma situação emergencial. Acompanhe:

  • manter a calma, essencial para iniciar o atendimento;
  • chamar o serviço de emergência logo após;
  • afastar os curiosos se estiver em um local público;
  • conversar com a vítima, caso ela esteja consciente, para manter a calma, evitar a ansiedade e criar uma relação de confiança, informando que o atendimento está a caminho;
  • não omitir o socorro, visto que a falta de cuidado no momento do acidente é considerada crime.

ambulância primeiro socorros

Primeiros socorros: queimadura

Para estimular um conhecimento mais prático, separamos as principais estratégias para você lidar com alguns casos de primeiros socorros menos críticos. Em situações de queimaduras, você precisa reconhecer o nível do dano causado, analisando rapidamente o machucado e classificando-o em primeiro, segundo ou terceiro grau.

O primeiro passo, então, é retirar a vítima do local de calor. Uma vez em um espaço seguro, você deve analisar o ferimento de acordo com os níveis de queimadura. Se ela estiver entre o primeiro e segundo grau, o recomendado é realizar compressas com soro fisiológico para diminuir a temperatura local, lembrando-se de nunca furar as bolhas que aparecem.

Se você perceber queimaduras graves, logo após levar o acidentado a um lugar seguro, é imprescindível ligar para o serviço emergencial para que o suporte necessário ocorra.

Assim, você garante a qualidade de vida da vítima e acelera o seu atendimento especializado.

Primeiros socorros: desmaio

O procedimento de primeiros socorros em desmaios é mais prático e fácil de realizar, visto que o risco de ter danos físicos aparentes é relativamente menor. No entanto, um dos erros mais comuns de quem está socorrendo a vítima é tentar descobrir o que causou o desmaio, buscando formas de reverter a situação a partir da sua origem.

Além de prolongar o sofrimento do acidentado, essa prática também coloca em risco a sua saúde. Então, o que deve ser feito? Confira algumas atitudes recomendadas para situações de desmaio:

  • deitar a vítima de lado;
  • afrouxar suas roupas, tirando gravatas, cintos e sapatos, buscando auxiliar a circulação do sangue;
  • arejar o ambiente;
  • elevar os membros inferiores com almofadas;
  • controlar os batimentos cardíacos.

Primeiros socorros: infarto

Você sabia que existem muitas sequelas que podem ocorrer em função do infarto? Pois é, as medidas de primeiros socorros em situações de parada cardíaca reduzem o desenvolvimento de efeitos colaterais.

Existe uma série de práticas que você deve realizar para controlar a progressão do infarto, como:

  • reconhecer os sinais: sensação intensa e duradoura de queimação ou aperto no peito, podendo irradiar para os braços ou mandíbula, assim como enjoo, suor frio, falta de ar e palpitações;
  • chamar o serviço emergencial após a confirmação de um desses sintomas;
  • acalmar a vítima se ela estiver consciente, informando que o atendimento está a caminho;
  • afrouxar as roupas ou até mesmo colocar peças mais largas e confortáveis.

Primeiros socorros: engasgo

Outra situação bastante comum é o engasgo. Ele acontece independentemente da idade e pode trazer sérios riscos para a nossa saúde, como o impedimento da respiração e até a morte por asfixia. Uma das melhores formas para prestar os primeiros socorros em engasgo é realizar a manobra de Heimlich.

Atualmente, existem cursos presenciais ou pela internet para ensinar à população a prática correta da manobra, além de abordar casos específicos como o engasgo em bebês. Para realizá-la, você deve estar posicionado atrás da vítima, colocando os dois braços ao redor do seu abdome.

Uma das mãos precisa estar fechada logo em cima da boca do estômago, enquanto a outra mantém a pressão na mesma região. Assim, os movimentos de compressão precisam ser realizados em duas direções: para dentro e para cima, buscando ajudar o organismo a liberar o objeto ou alimento que bloqueia a entrada de ar.

Conhecer o que são primeiros socorros e suas principais práticas e noções é fundamental não só para preservar a saúde da população, como também mandar bem no vestibular.

Isso porque muitas provas inserem questões conceituais e metodológicas em relação ao serviço à vítima. Portanto, lembre-se de revisar este conteúdo para fixá-lo corretamente, combinado?

E aí, o que achou do nosso artigo? Aproveite para conferir o nosso plano de estudo e montar um planejamento prático e eficiente para sua aprendizagem!