A verdade sobre morar sozinho e estudar longe de casa

Twitter: @raniZL

Momento de decisão: não só de curso, mas também de faculdade. É nessa hora que o aluno deve escolher o que e onde estudar. Com tantas facilidades de ingresso, o ENEM e outros processos seletivos permitem que os candidatos entrem em universidades no Brasil inteiro.

Esse foi o caso de Thiago Souza, 22 anos. Morador de Itapecerica da Serra, ele foi aprovado em jornalismo no Mackenzie pelo ProUni. “Eu resolvi vir para São Paulo para conciliar meu estudo e comecei um novo trabalho”, comenta o estudante.

De acordo com ele, o início não foi fácil. “Ter que chegar a noite cansado e cozinhar todos os dias era chato”, confessa rindo. Em contrapartida, o jornalista afirma que escolheria mil vezes ter a obrigação de pagar suas contas e desfrutar de sua independência.

Segundo Thiago, a mudança da cidade foi em busca de cursar uma faculdade com mais nome no mercado. Ele poderia, também, viajar todos os dias, mas não optou por isso, pois levaria no mínimo 4 horas contando a ida e a volta – sem muito trânsito.

“Além de ganhar tempo para fazer minhas coisas, morar sozinho e estudar em outra cidade me fez crescer como pessoa. Me adaptei e gosto demais dessa rotina”, declara.

Se mudar de cidade é uma boa ideia, só você pode saber. Essa escolha deve ser pesada com calma, pois envolve a subjetividade de cada pessoa. Exatamente por isso, , listamos diversas vantagens para quem se arrisca e embarca nesse novo desafio.

Viver novas experiência

Foto: Reprodução banco de imagens UnB. Trote
Foto: Divulgação UnB

Tudo é um aprendizado na vida de quem decide morar sozinho e estudar longe de casa. O primeiro contato com a graduação permite que o aluno se identifique (ou não) com a escolha feita e abra a cabeça para novos interesses. Desta forma, é possível resumir essa fase em duas palavras: choque e maturidade. O choque existe quando o universitário é apresentado à nova dinâmica de vida e a maturidade vem no momento em que ele aprende a viver daquela forma, se adaptando à rotina.

Criar responsabilidade

Janta de todo dia
Twitter: @AkemiGabu

O maior ganho de quem mora longe dos pais é desenvolver a responsabilidade de gerir a própria vida. Ela acontece porque o universitário não escolhe ter responsabilidade, ele simplesmente precisa ser responsável.  Todos os dias ele tem que comer, cumprir suas obrigações de casa e no final do mês é preciso pagar as contas – sem os pais ou outros responsáveis por perto, a única alternativa é se atentar às datas e organizar os afazeres.

Novas descobertas


Twitter: @mohamedhebraim

As novas descobertas são muito importantes – e engraçadas – para quem começa a morar sozinho. O universitário descobre que a casa precisa de produtos de limpezas (que geralmente são caros) e que os produtos de higiene não brotam no armário sozinhos. Quem escolhe a nova vida percebe a real importância de coisas que nunca imaginou precisar um dia.

Dividir a vida com mais amigos

Foto: Cristiano Estrela/Agência RBS
Foto: Cristiano Estrela/Agência RBS

Outra vantagem para quem opta por começar a vida universitária longe é aumentar (significativamente) a sua rede de amigos. Quando o estudante entra na faculdade, ele convive com muitas pessoas que possuem os mesmos interesses e ideias. Os novos amigos são importantes para administrar a saudade de antiga rotina.

Ser independente

Foto: Diogo Moreira/A2 FOTOGRAFIA
Foto: Diogo Moreira/A2 FOTOGRAFIA

É uma delícia decidir seus próprios horários, em quais compromissos comparecer e definir de suas prioridades. Esse é o melhor lado de morar sozinho. Mesmo que a pessoa divida o apartamento, ela passa a cuidar de si e não precisa dar algumas satisfações como em outras fases da vida.

Você pode gostar também

Links para Download dos Livros do Vestibular 2014/15

Os estudantes que estão se preparando para prestar os mais diferentes vestibulares do Brasil acabam de ganhar uma mãozinha do Stoodi, plataforma online de vídeo aulas de preparação para o Enem e outros vestibulares. Antes de sair por aí comprando os livros importantes para as provas, que tal pesquisar os...
Leia mais

Qual o melhor método de estudo?

Descubra que tipo de aluno você é Existem diversas formas para estudar: por meio de leituras, produção de resumos, resolução de exercícios e outros. O que não paramos para analisar é como esses métodos podem facilitar a vida dos vestibulandos.  A memória reage de forma diferente aos tipos de estudo,...