As condições geográficas, climáticas e meteorológicas encontradas em nosso planeta hoje são muito diferentes daquelas que eram observadas com a formação da Terra, há bilhões de anos. Com isso, podemos afirmar que mudanças são normais e esperadas, já que processos de transformação acontecem o tempo todo.

No entanto, também é preciso prestar atenção à velocidade com que essas mudanças ocorrem e à intensidade de suas alterações. Muitas vezes, elas apresentam causas antropológicas, ou seja, de responsabilidade do ser humano. Por isso, podem ser prejudiciais ao planeta e aos ecossistemas que nele estão inseridos.

Pensando nisso, que tal falarmos um pouquinho sobre o IPCC? Esse é um programa responsável pelo agrupamento e transmissão de informações sobre as mudanças climáticas, com o objetivo de ajudar cientistas e chefes de Estado a organizarem melhor suas políticas de combate à destruição do meio ambiente. Vamos lá?

IPCC: o que é?

A sigla IPCC significa Intergovernmental Panel on Climate Change. Mas, fique calmo: você não precisa decorar esse nome! Provas de vestibular não costumam cobrar o significado de siglas, e sim o que ela representa em um contexto dentro de uma disciplina. É esse tipo de demanda que você pode esperar, por exemplo, do Enem.

Em português, ela quer dizer Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Esse programa nada mais é do que uma iniciativa em conjunto de órgãos como a ONU (mais especificamente o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA) e a Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Criação do IPCC

O fator que moveu a criação do IPCC foi o aquecimento global. Esse evento vinha sendo estudado há muitos anos, desde meados da década de 70. No entanto, os cientistas encontravam dificuldades em organizar suas informações e seus estudos sobre o tema. Além disso, era difícil serem levados a sério sem o apoio de grandes organizações.

A criação definitiva do programa só se deu em 1988, com a emissão do primeiro relatório sobre o assunto. Hoje, o IPCC é dividido em grupos de trabalho, cada um deles encarregado de estudar e selecionar estudos sobre temas específicos.

Qual a função do IPCC?

Como as informações sobre um determinado assunto chegam até às pessoas que estudam aquele tema? Elas precisam, é claro, ser categorizadas e organizadas por outras pessoas, certo?

Esse é o papel principal do IPCC. O órgão seleciona estudos feitos por cientistas e estudiosos de todo o mundo sobre o meio ambiente, os organiza, divide em categorias e oferece o conteúdo para que outros especialistas possam conduzir seus próprios estudos.

Aqui, o foco não está apenas nos cientistas, mas também em governantes que podem atuar para mudar a situação e contornar problemas muito atuais, como o aquecimento global, o efeito estufa e muito mais.

O IPCC também conta com especialistas que oferecem alternativas de soluções para as questões apresentadas nos relatórios. Toda essa metodologia tem um único objetivo: estimular o diálogo sobre políticas públicas e buscar alternativas para cuidar melhor do nosso planeta.

ipcc

O que o Instituto IPCC estuda?

Ainda que não produza pesquisas por si só, o IPCC conta com um instituto repleto de especialistas nas mais diversas áreas. O trabalho deles é qualificar os estudos observados, categorizá-los e, claro, discutir as possíveis soluções para as informações vistas nos documentos.

Os estudos desses especialistas envolvem áreas como:

O objetivo é estudar esses fatores e, a partir deles, trazer possíveis soluções para os problemas apresentados.

Vale a pena salientar que o IPCC liberou alguns relatórios ao longo dos anos, mas que nem sempre suas soluções ou projeções são acertadas. Afinal, é impossível garantir que certas coisas aconteçam, sendo possível apenas uma geração de hipóteses com base na ciência e em experiências.

Essa é, inclusive, uma das bases do método científico. Hipóteses consolidadas podem ser refutadas a qualquer momento, visto que a ciência está em constante evolução. Fique de olho nesse assunto!

Como o IPCC é cobrado nos vestibulares?

Parte fundamental do estudo de qualquer tema é a resolução de questões. Essa é uma técnica infalível que ajuda não apenas a testar os seus conhecimentos sobre determinado assunto, mas também a aprender novos conceitos e revisar aqueles que já foram vistos nas aulas.

Sendo assim, que tal darmos uma olhadinha em um exemplo de como esse tema pode cair em suas provas? Aproveite para conhecer novos termos e conceitos relacionados ao assunto, que poderão ser úteis conforme você aprofunda os seus estudos sobre o IPCC. Vamos lá?

(UNIOESTE) Nos últimos anos, um dos temas ambientais de maior destaque está no debate sobre o aquecimento do planeta Terra e as mudanças climáticas globais. Analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa INCORRETA.

a) Além dos fatores internos ao planeta, com destaque para as consequências das ações humanas, fatores externos, como as explosões solares, influenciam no aumento da temperatura da Terra.

b) Existem pesquisadores que discordam da teoria de que estamos vivendo uma mudança climática em virtude da ação antrópica, pois consideram que houve outros períodos de aquecimento e de resfriamento do planeta antes da existência do homem e de sua interferência na Terra.

c) Além das florestas, os oceanos são fundamentais na regulação do clima no planeta, pois as plantas aquáticas são responsáveis pela absorção de CO₂ da atmosfera. No entanto, a degradação ambiental de origem antrópica nos oceanos vem sendo intensa, reduzindo a vida marinha.

d) Os relatórios do IPCC, composto por um grupo de pesquisadores que vem analisando o impacto das ações antrópicas sobre o clima, constituem-se na principal fonte de informações sobre o aquecimento global. O IPCC trabalha com projeções de cenários futuros e tais projeções vêm sendo consideradas exatas e acertadas por toda a comunidade científica.

Resposta: D

Gostou de conhecer mais sobre o IPCC, seu funcionamento e seus objetivos? Reconhecer essas siglas é muito importante para as provas, que podem cobrar conceitos muitas vezes negligenciados pelos estudantes. Para melhorar ainda mais os seus conhecimentos, dê uma conferida no Plano de Estudos do Stoodi e em todas as possibilidades que ele traz para a sua preparação!

Você pode gostar também