Estudar sobre um continente é entender como um território localizado em alguma parte do mundo se transformou com o tempo e também quais são as suas características. No caso da América do Norte, estamos falando de um subcontinente que, junto da América Central e a América do Sul, formam o continente americano.

Há centenas de anos, a “descoberta das Américas” era um grande objetivo para os navegadores. Foi Cristóvão Colombo o responsável por descobrir o continente em 1492, onde ficam as Bahamas.

Que tal começar uma viagem pelo norte da América? Acompanhe a leitura para conferir as principais informações sobre essas terras que se desenvolveram tanto!

globo climograma

Países da América do Norte

História e Geografia são duas matérias superinteressantes! A principal coisa a saber sobre a América do Norte é sobre a sua formação. Os países que formam o subcontinente são México, Canadá e os Estados Unidos da América. A oeste, temos o Oceano Pacífico e a leste o Oceano Atlântico.

O primeiro território a ser explorado, ainda em 1519, fica na região mexicana. A colonização espanhola seguiu pelo México e na Flórida (EUA), enquanto os ingleses, franceses e holandeses partiram mais para o norte — onde começaram a colonizar o Canadá e os EUA.

Assim, os idiomas começaram a ser estabelecidos em cada pedaço de terra que, mais tarde, formariam os países como conhecemos hoje. A língua espanhola é a oficial do México, o inglês se firmou no território estadunidense e o povo do Canadá acabou admitindo dois idiomas oficiais, inglês e francês.

Todos os três países são bem grandes, e os EUA ainda tem um estado “anexo” que fica bem ao norte e faz fronteira com o Canadá, o Alasca. As nações são independentes, democráticas e poderosas no mundo contemporâneo.

Turismo na América do Norte

O turismo é, com certeza, um setor muito forte no continente norte-americano. Pessoas do mundo inteiro visitam os três países durante o ano, além das movimentações internas que acontecem.

Vários motivos podem ser relacionados a esse fato. Um deles é a beleza natural da região que, por ser bastante extensa, apresenta todos os tipos de paisagens possíveis. Existem belas atrações naturais e também aquelas que foram construídas pelos seres humanos.

Entre as principais cidades turísticas da América do Norte estão:

  • Nova York;
  • Los Angeles;
  • Las Vegas;
  • Miami;
  • Chicago;
  • Cidade do México;
  • Cancún;
  • Vancouver;
  • Quebec;
  • Toronto.

Realmente vale muito a pena explorar o turismo norte-americano. De acordo com o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), o ranking é liderado pelos EUA em termos de maior mercado global de viagens.

A pandemia do coronavírus afetou muito o setor, mas os três países movimentam muito dinheiro todos os anos recebendo turistas. Lazer e negócios são as duas principais motivações turísticas da região.

Dados geográficos da América do Norte

Uma característica importante sobre os três países da América do Norte é que eles têm grande extensão. Ao contrário dos europeus ou até mesmo de vários outros países da América, todos têm territórios bem grandes e estão entre os 15 maiores do mundo.

Acontece que isso também acaba sendo um motivo para que muitas diferenças geográficas existam na extensão de todas essas terras. Aproveite para saber um pouco mais!

Relevo

De modo geral, predominam os planaltos e as planícies. Embora existam formações mais recentes, grande parte do relevo do subcontinente é antigo do ponto de vista geológico. Especialmente no Canadá, conseguimos encontrar montanhas rochosas de bilhões de anos.

As Montanhas Rochosas entre o estado do Novo México (EUA) e o Canadá formam a famosa cadeia de terras altas e vales profundos. O Grand Canyon (EUA) é outra maravilha natural, inclusive conhecida por ser um acidente geográfico causado pela ação do rio Colorado. A presença de muitos vulcões no México é mais um fato curioso.

Hidrografia

As geleiras são comuns no Norte e o derretimento delas está entre as razões da região ter tantos lagos. A potência hidrográfica da América do Norte inclui grandes lagos e rios, sendo que muitos são utilizados como hidrovias e outros para a geração de energia elétrica.

Entre os EUA e o Canadá temos os Grandes Lagos, nos quais ficam as Cataratas do Niágara — a queda d’água de maior volume de todo o subcontinente. Vale dizer que o continente americano como um todo tem cerca de 41% dos recursos hídricos de todo o mundo. Ou seja, a água é abundante, mas é claro que precisa ser bem-tratada!

Clima

A América do Norte está entre o Círculo Polar Ártico e a Linha do Equador, o que influencia na variedade climática do subcontinente. Encontramos diversas condições de climas, como polar, temperado, subtropical, tropical e desértico.

Certamente, o México é quem tem as temperaturas mais altas na maior parte do ano, ao mesmo tempo em que o Canadá tem parte do seu território inabitado pelas baixíssimas temperaturas. De deserto à geleira, passando por regiões supertropicais e úmidas, essa é uma região do mundo onde você vai encontrar as mais diversas temperaturas.

Vegetação

A grande extensão, a diversidade do clima e o relevo também refletem na vegetação. A tundra predomina no norte do Canadá, com clima frio. À medida que o clima fica mais ameno nas partes inferiores, surge a taiga com suas florestas de folhas em forma de agulha.

Nos EUA, a floresta temperada é a vegetação mais comum, embora existam pradarias e zonas desérticas. O México também tem regiões semiáridas, mas as partes mais quentes e úmidas (incluindo a Flórida) apresentam a floresta tropical como vegetação típica. Aliás, nessas áreas encontra-se maior biodiversidade, pois o ambiente favorece o desenvolvimento de muitas espécies vegetativas.

Fauna

Como não poderia deixar de ser, a fauna norte-americana também é muito diversificada. Entre mamíferos, répteis, aves, anfíbios e tantos outros animais, a variedade de espécies em um subcontinente tão grande é impressionante.

Nós brasileiros também contamos com uma biodiversidade encantadora, mas vale lembrar que o nosso país é bem tropical. Na América do Norte, animais como renas, focas, alces e ursos polares são comuns devido ao clima de baixas temperaturas.

No México, por exemplo, são milhares de tipos de insetos e uma grande diversidade de répteis. É comum viajar para lá e encontrar lagartos ou iguanas “passeando” pelos lugares.

Economia da América do Norte

Os países da América do Norte são potências econômicas. O México ainda se aproxima da América Latina em questão de desenvolvimento, ficando um pouco atrás das outras duas nações. Já os EUA, indiscutivelmente, são a maior economia mundial e têm o PIB mais elevado do mundo.

A indústria é um dos destaques do subcontinente, sobretudo pela capacidade produtiva. Os EUA são uma das maiores referências em tecnologia, o que tem grande valor no mundo em que vivemos. A mão de obra qualificada é mais um ponto forte que favorece a qualidade dos produtos manufaturados.

No México, estão mais concentradas as indústrias de alimentos, têxteis e produtos químicos. Agricultura, pecuária, mineração e petróleo também são atividades marcantes no continente.

Outro detalhe interessante no âmbito comercial e econômico é a existência de acordo de livre mercado entre os países norte-americanos. O NAFTA (Northern American Free Trade Agreement) foi estabelecido em 1994 e facilita a troca de mercadoria entre eles, oferecendo vantagens como a redução dos impostos e fortalecimento dos investimentos locais.

População da América do Norte

As pessoas são uma parte muito importante de qualquer país ou continente, pois são responsáveis por tudo o que acontece nessas terras, não é mesmo? A formação da cultura, as atividades econômicas, a relação com o meio ambiente e outros países, enfim, os seres humanos fazem acontecer a história de cada lugar.

As últimas estimativas apontam que a população total da América do Norte gira em torno de 579 milhões de pessoas. O país com a maior densidade populacional (número de habilidades por quilômetro quadrado) é o México, enquanto o Canadá fica por último — lembrando do seu território gélido.

Mesmo assim, os EUA têm o maior número absoluto de pessoas, com quase 330 milhões de habitantes. Já citamos as diferenças de colonização no subcontinente, e essa foi a grande razão para a diversidade dos povos norte-americanos.

Há uma miscigenação entre raízes europeias, indígenas e também dos escravos que vieram da África trazidos pelos colonizadores. Além disso, como a América do Norte começou a se desenvolver muito, a migração aumentou significativamente. É possível encontrar comunidades de todas as descendências, principalmente de latinos.

Em relação à língua, já citamos que os três idiomas oficiais encontrados no subcontinente são o inglês, francês e espanhol. Considerando que os EUA têm a maior população e boa parte do Canadá fala inglês, sabemos que esse é o idioma predominante.

Qualidade e expectativa de vida

O desenvolvimento econômico (especialmente nos EUA e Canadá) certamente é um fator decisivo para a qualidade de vida da população. Os mexicanos enfrentam uma realidade de maior desigualdade social e menor índice de desenvolvimento humano.

Como a expectativa de vida está relacionada a questões socioeconômicas, dá para imaginar que no México as perspectivas são mais limitadas. O avanço das tecnologias e da medicina contribuem para uma melhoria geral das expectativas, mas a verdade é que nem todos têm acesso.

O Canadá é reconhecido por ser um dos países com melhor qualidade de vida do mundo, estando acima da média em aspectos como segurança, educação, saúde e trabalho.

Por outro lado, o país vive um outro tipo de problema: a baixa natalidade. As pessoas estão ficando idosas enquanto o número de nascimentos é reduzido, influenciando totalmente na população economicamente ativa. Então, o país investe em políticas de migração de estrangeiros para incentivar o crescimento populacional.

Curiosidades da América do Norte

Para finalizar o conteúdo, vamos de curiosidades? Seria impossível abordar tudo sobre a América do Norte por aqui, mas alguns fatos merecem nossa atenção. Confira, a seguir, detalhes curiosos do subcontinente:

  • o Canadá é o segundo maior país do mundo em extensão territorial, ficando atrás apenas da Rússia;
  • o território canadense é tão grande que tem 6 fusos horários;
  • a Groelândia fica localizada na América do Norte, mas é uma região autônoma que faz parte do Reino da Dinamarca;
  • a maior fronteira entre países é entre EUA e Canadá;
  • Vancouver, cidade canadense, sempre aparece nas listas de melhores cidades para se viver no mundo;
  • apesar de o francês ser o principal idioma de algumas províncias no Canadá, poucas pessoas dominam as duas línguas oficiais do país;
  • os EUA têm um estado muito famoso que fica literalmente no meio do Oceano Pacífico e afastado de todos os outros: o Havaí;
  • Nova York é a maior cidade dos EUA e reúne gente do mundo inteiro, mas não é a capital do estado que tem o mesmo nome;
  • a maioria das empresas mais valiosas e das pessoas mais ricas do mundo estão nos EUA;
  • o México era habitado pelos astecas antes da colonização espanhola, e muitas construções desse império continuam intactas e abertas para visitação;
  • o estado da Califórnia, que é tão conhecido, já foi parte do México e depois de uma guerra acabou anexado aos EUA.

Viu quanta coisa deu para aprender sobre a América do Norte? É curioso o fato de normalmente usarmos o termo “norte-americano” ou “americano” para falar da população dos EUA, sendo que os povos do México e do Canadá deveriam ser incluídos nessa, não é mesmo? Na verdade, brasileiros também são americanos, mas tudo é uma questão de costume.

Como aprender ainda mais sobre esse e outros continentes do mundo online?

Como falamos, conhecer a história e características de cada região do mundo é algo muito interessante. Aqui resumimos os principais aspectos da América do Norte e ter essa noção não é importante apenas para fazer provas como o Enem e outros vestibulares, mas para a vida.

Porém, se você está se preparando para entrar na faculdade e quer ajuda nesse momento, conte com o Stoodi! Temos um curso gratuito para ajudar nos seus estudos e também planos pagos, com a opção de receber um cronograma personalizado e ter acesso a conteúdos exclusivos que vão fazer a diferença no seu sucesso!

Que tal começar agora mesmo? Faça o seu cadastro para transformar sua rotina de estudos com a gente!

Banner_Volta_ao_mundo
Você pode gostar também