Após a Independência do Brasil, iniciou-se o período chamado de Primeiro Reinado. Com o país deixando de ser uma colônia de Portugal, Dom Pedro I assumiu como Imperador e governou por alguns anos. Você está por dentro de tudo o que aconteceu nessa época?

Quem vai prestar o Enem ou vestibular precisa estar afiado com esse momento da História. Afinal, é um tema muito abordados nos exames. Pensando nisso, trouxemos aqui os principais acontecimentos e um resumo bem bacana. Que tal estudar um pouco de História agora mesmo? Vamos lá!

O que foi o Primeiro Reinado?

O Primeiro Reinado no Brasil foi o período em que Dom Pedro I foi Imperador, começando em 1822, logo após a Independência do país, e que durou até 7 de abril de 1831, quando Pedro abdicou de seu trono.

Os primeiros países a reconhecerem que o Brasil não era mais uma colônia portuguesa foram os Estados Unidos e a Inglaterra. Portugal mesmo só reconheceu em 1825, mediante uma indenização e a garantia de que o Brasil não liderasse ou incentivasse a independência das demais colônias portuguesas.

Mas por que o país virou uma monarquia e não uma república, como o restante das ex-colônias espanholas da América do Sul? Bom, os idealizadores da independência tinham medo de que as terras brasileiras se fragmentassem caso houvesse a instauração de uma república por aqui. Além disso, a elite brasileira era acostumada com as tradições monarquistas portuguesas.

Primeiro Reinado: resumo

Quando Dom Pedro I declarou a Independência do Brasil, pressionado pelas elites brasileiras e portuguesas, o exército português não ficou satisfeito e resistiu o quanto pôde para resguardar os privilégios dos lusitanos em território brasileiro.

Por conta da vitória das forças do imperador sobre a resistência portuguesa, Dom Pedro I teve seu prestígio e seu poder aumentados. A fim de consolidar o poder político e barrar as iniciativas revolucionárias que já aconteciam no Brasil, o Imperador quis estabelecer uma nova Constituição.

A primeira tentativa não foi muito bem-sucedida. Ela foi feita em 1823, mas não durou muito tempo por haver uma incompatibilidade de interesses entre os deputados e as vontades do Imperador. Isso porque ela limitava o poder de Dom Pedro I e reduzia a participação política dos portugueses, o que não deixou o Imperador muito contente.

Então, em 1824, finalmente foi promulgada a primeira Constituição do Brasil independente. Como ela revelava o caráter autoritário do governo, que prometeu ser liberal, muitos conflitos aconteceram ao longo dos anos. Veja os que mais se destacaram na História:

  • 1824 – Confederação do Equador: revolta dos pernambucanos liderados por Frei Caneca, foi reprimida pelos militares;
  • 1825 – Guerra Cisplatina: conflito que resultou na emancipação dessa região, transformando-a, em 1828, no Uruguai.

Em 1826, com a morte de Dom João VI, o primeiro da linha de sucessão era Dom Pedro I. Como não voltaria a Portugal, ele nomeou sua filha, Maria da Glória, como sua sucessora no trono lusitano. Porém, por conta de uma tentativa de golpe feita por seu irmão, Dom Miguel, o imperador enviou tropas brasileiras para restituir o poder à filha.

O problema é que o Partido Brasileiro e o restante da população brasileira não ficaram muito satisfeitos, já que o Imperador estava dando prioridade aos problemas de Portugal, prejudicando o Brasil. Esse estreitamento da relação do Brasil e de Portugal não fora visto com bons olhos, gerando medo de criar uma dependência novamente. Dessa forma, o Imperador continuou perdendo a popularidade.

Em 1831, Líbero Badaró, um jornalista e político, conhecido como desafeto do Imperador, foi assassinado. As suspeitas pelo atentado foram todas em cima de Dom Pedro I. O que já estava ruim tornou-se pior, já que a aprovação do imperador despencou ainda mais perante a população.

Em uma viagem a Minas Gerais, Dom Pedro I foi hostilizado pelo povo mineiro por causa do assassinato de Badaró. Os portugueses do Rio de Janeiro que ainda estavam a favor do imperador responderam aos mineiros em uma grande agitação pública. O Imperador teve a popularidade cada vez menor e, depois de várias tentativas frustradas de retomá-la, teve que renunciar ao trono.

Constituição de 1824

primeiro reinado

Ao ler o resumo do Primeiro Reinado, você ficou curioso para saber o que tinha na Constituição de 1824 que fez com que a população se revoltasse contra o governo? Então, nela, havia medidas que davam poder ao Imperador de dissolver a Câmara e os conselhos provinciais.

Dentro da Constituição, Dom Pedro I criou o quarto poder, chamado de Poder Moderador, que era representado por ele mesmo e que se sobrepunha aos outros três poderes. Dessa maneira, ele poderia nomear e eliminar cargos, vetar decisões do legislativo e dar poderes vitalícios a ministros e senadores.

Tudo isso deixava a maior parte do poder político em suas mãos e, consequentemente, na de seus aliados do Partido Português. Outras medidas que constavam Constituição de 1824 eram:

  • instituição do voto censitário, em que exigia uma renda mínima para que a pessoa pudesse ter direito ao voto, independentemente da posse de terras;
  • decreto do catolicismo como a religião oficial do Estado.

Fim do Primeiro Reinado

Como vimos, o governo de Dom Pedro I foi cheio de revoltas e conflitos. Após o episódio de desordem pública nas ruas do Rio de Janeiro, por causa do assassinato do jornalista, a nobreza e o Exército retiraram o apoio ao governo, abandonando o Imperador. Isso fez com que a situação política ficasse insustentável, obrigando Dom Pedro a abdicar do trono.

Quem assumiu o cargo foi Dom Pedro II, seu filho. Entretanto, como o primogênito só tinha 5 anos na época, uma Regência governou o país até que ele completasse a maioridade. Esse momento foi chamado de Período Regencial, que durou até 1840, quando o novo Imperador pode tomar o governo, dando início ao Segundo Reinado. Mas isso já é assunto para um próximo post!

O Primeiro Reinado é o período da História em que Dom Pedro I foi Imperador do Brasil. Ele ocorreu logo após a independência do país, em 1822, e durou até 1831, quando Imperador renunciou ao cargo. Esse governo foi marcado por grandes conflitos e revoltas causados pela Constituição de 1824.

Está estudando para os vestibulares? Então montar um Plano de Estudos personalizado é uma ótima ideia! Aproveite que está por aqui e veja como o Stoodi pode ajudar.

0 Shares:
Você pode gostar também