Encontrar aspas é uma das situações mais comuns que podem acontecer quando lemos livros, notícias e outros conteúdos. Esse sinal gráfico tem grande importância, e não estamos falando apenas do Português.

Portanto, aprender a usar esse recurso é fundamental para quem quer desenvolver sua escrita. Esse é o seu caso? Aproveite todas as nossas dicas sobre o assunto!

Aspas: o que é isso?

Em primeiro lugar, precisamos entender o que são as aspas. Elas são sinais que pontuam e destacam uma citação. Quando queremos ressaltar uma palavra ou frase por algum motivo, devemos inserir aspas.

Elas se parecem com vírgulas sobrescritas, ou seja, na parte de cima do texto. Além disso, sempre andam em conjunto, abrindo e fechando trechos ou parágrafos completos.

Isso quer dizer que você não deve colocar aspas apenas no início ou no final de um pedaço de um texto. Dessa forma, elas perdem o sentido e se tornam apenas um sinal gráfico perdido, o que pode passar a ideia de desconhecimento da gramática e também de falta de atenção na hora de digitar ou escrever.

Função das aspas

A função desse recurso é justamente abrir e fechar um discurso, destacando o que é citado entre elas. Isso pode ser feito com diferentes intenções, como as que podemos conferir abaixo.

Citação

Muitas vezes, queremos citar algo dito por outra pessoa em um texto. Para falar sobre o assunto sem se apropriar do conteúdo, precisamos fazer uma citação entre aspas. Elas vão claramente indicar que a informação citada tem uma referência externa, que não vem do mesmo autor.

Exemplos

Como disse Tom Jobim “é impossível ser feliz sozinho”.

Já dizia aquele velho ditado que “os últimos serão os primeiros”.

O prefeito afirmou ainda ontem que: “precisamos cortar gastos o quanto antes”.

Transcrição

Na hora de transcrever trechos ditos por outros autores também é necessário incluir as aspas antes e depois. Isso deve acontecer ao apontar poemas, falas, músicas e pedaços de textos em geral.

Vale lembrar que tudo o que é transcrito precisa ser exatamente igual ao escrito original se estiver entre aspas. Não podemos mudar o conteúdo destacado, mas opiniões contrárias ou complementares podem ser acrescentadas no restante do texto.

Exemplos

“Todos esses que aí estão atravancando meu caminho / eles passarão… / eu passarinho”. (Mário Quintana)

“Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País, a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade “. (Constituição Brasileira).

Termos estrangeiros

As aspas servem ainda para sinalizar a inserção de um termo estrangeiro no meio de um texto, o que também costuma ser feito ao mudar as palavras para o modo itálico. Porém, há quem prefira fazer isso usando as aspas, e essa é uma forma correta de marcar o estrangeirismo em um conteúdo de outra língua.

Exemplos

Maria prefere trabalhar no formato “home office” para fazer companhia para sua filha em casa.

Bernardo descobriu que precisa desenvolver melhor suas “soft skills” se quiser crescer na carreira.

Carolina não gosta de receber “feedbacks” negativos dos seus chefes e professores.

Ironia

Sabe quando você usa uma palavra sem que ela seja exatamente aquilo que deseja dizer? A ironia é marcada pelas aspas porque normalmente dá para entender que a expressão não se encaixa perfeitamente com o conteúdo.

Exemplos

Arthur fez um “ótimo” trabalho na prova, tanto é que foi reprovado na disciplina.

Marina disse que seu irmão estava tão “cheiroso” que não conseguia ficar perto dele sem prender a respiração.

Nomes de obras

Alguns nomes também são colocados entre aspas para ganhar destaque. Nem tudo precisa seguir essa regra, principalmente ao citar nomes de pessoas, lugares ou disciplinas escolares, por exemplo. A indicação é mais voltada no caso de obras artísticas, tipo livros, músicas, filmes etc.

Exemplos

Por acaso você já leu “Cem Anos de Solidão”, do autor Gabriel Garcia Márquez?

Ontem assisti “Forrest Gump” e simplesmente adorei a história.

Uma das maiores emoções da minha vida foi ter visto “A Última Ceia” ao vivo e em cores em Milão.

Gírias

Para inserir uma expressão mais informal ou popular em um texto que não segue o mesmo estilo, vale usar aspas para destacar a gíria e deixar claro para o leitor que você está diferenciando o trecho.

Exemplos

Pedro conversou com seu pai para pedir um jogo “irado” de presente de Natal.

Camila disse que não se encanta por meninos “rolezeiros” e prefere aqueles que gostam mais de ficar em casa.

Neologismos

Quando uma palavra não existe no dicionário e mesmo assim você decide usá-la, o correto é usar as aspas como uma marcação. É importante fazer sentido para o leitor, de modo que ele tenha alguma referência e consiga fazer a interpretação do texto. De qualquer forma, todos os neologismos e inovações devem ser sinalizados.

Exemplos

Decidi que esse ano vou “Noronhar” mais vezes e já comprei minhas passagens para o arquipélago.

Minha amiga disse que quer “Anittar” na festa hoje e dançar muito.

aspas

Tipos de Aspas

Por último, temos uma curiosidade que muita gente nem sabe, nem faz uso. Existem diferentes tipos de aspas — além das funções distintas que elas podem representar em um texto. Descubra a seguir quais são eles.

Aspas Duplas (” “)

São as mais comuns, sendo utilizadas para destacar algum trecho nas situações que já citamos.

Aspas Simples (‘ ‘)

Esse tipo de aspas é usado quando vamos destacar uma parte dentro de um trecho que já está entre aspas duplas. Logo, é uma opção para enfatizar, como você pode perceber no exemplo:

“O estagiário da empresa ficou responsável por organizar todo o evento de lançamento do produto e também pelo ‘coffee break’ servido para os convidados”.

Conseguiu perceber a diferença de quando usar aspas simples ou duplas? Agora você já pode dizer que sabe as principais funções desse recurso! Nossa última dica é ficar atento nas suas leituras para aprender cada vez mais sobre aspas e outros tópicos gramaticais.

Para treinar os seus conhecimentos e tirar dúvidas, confira nossa seção de conteúdos sobre Português.

Você pode gostar também

Crase: dicas para escrever corretamente

A língua portuguesa já é complexa, com a mudança da norma ortográfica ficou ainda mais fácil se confundir. Para melhorar a comunicação escrita, a dica de hoje é sobre crase A crase é um fenômeno que ocorre quando juntamos a preposição “a” com o artigo “a”. Por exemplo: A aluna...