As provas da Fuvest são conhecidas por seu alto nível de complexidade e por exigirem muito conhecimento dos candidatos. Isso vale para todas as matérias, inclusive a parte de Literatura! Por isso, falaremos agora sobre uma das obras que fazem parte da lista de leituras obrigatórias de 2021: Campo geral, de João Guimarães Rosa.

Essa obra substitui Sagarana, do mesmo autor, que figurou como parte da lista alguns anos antes. Aqui, novamente, há uma extrema preocupação do escritor em brincar com as palavras, fazendo com que elas sejam esmiuçadas pelo leitor e não apenas lidas despretensiosamente. Essa é, inclusive, uma das características da terceira geração modernista.

Por isso, esse é um livro que deve ser lido com atenção. Nesse sentido, ler uma boa análise antes de começá-lo — ou após terminá-lo, para compreender melhor o texto —é de grande ajuda! E então, tudo pronto para começarmos? Vamos lá!

Análise da obra Campo geral

Campo geral é uma novela — gênero literário que fica entre o conto e o romance em questão de extensão — publicada em 1956. Faz parte da terceira geração do Modernismo Brasileiro e, por isso, tem uma série de características bastante peculiares:

  • linguagem com a presença marcante de regionalismos — inclusive misturando termos de diferentes regiões — e neologismos;
  • uso frequente da repetição de palavras como estratégia para enfatizar certos aspectos, como sentimentos;
  • presença de muitos detalhes na narrativa;
  • tempo cronológico indefinido;
  • forte apego ao tempo psicológico;
  • tempos e espaço cíclicos, com a ideia de que tudo se repete (algo que pode ser percebido, inclusive, com a palavra Mutum. Experimente lê-la ao contrário!).

Outras características importantes são a forte subjetividade — uma das marcas registradas de toda a obra desse autor — e o fato de essa ser uma prosa escrita com estilo de poema, em uma narrativa lírica. Com a leitura, você perceberá esse tipo de detalhe!

Esse é um livro facilmente encontrado em livrarias e sebos de todo o Brasil. Além disso, você pode fazer o download da obra e ler Campo geral em PDF gratuitamente.

Campo geral: resumo

O livro Campo geral narra a história de Miguilim, um garotinho de 8 anos que mora no Sertão brasileiro, em uma cidade conhecida como Mutum. Ele habita uma casinha simples com seus pais, irmãos e outros parentes, incluindo avós e tios.

Durante a narrativa, há uma intercalação de histórias que se complementam. O tema central da obra é o amadurecimento da criança, que passa por uma série de experiências em sua infância que ajudam na construção do homem que ele se tornará no futuro.

Esse crescimento é feito por meio de dores, perdas e problemas familiares e personifica um rito de passagem entre a infância e a vida adulta.

Toda a história é contada a partir do ponto de vista de Miguilim, nos dando uma porta de acesso para sua mente e garantindo a exaltação da infância, outra característica marcante em certos períodos da obra de Guimarães Rosa. Outro ponto importante é a valorização do sertanejo, visto como um ser simples, mas dotado de alta complexidade e muita inteligência.

Em Campo geral, cada um dos membros da família de Miguilim representa um sentimento. Essa separação é fundamental para que acompanhemos seu crescimento, que culmina na personagem atingindo a idade adulta e se mudando para a cidade, a fim de viver novas experiências.

Contexto histórico

Campo geral foi publicado em 1964, em um contexto bastante nebuloso para o Brasil. Foi nesse ano, afinal, que ocorria o Golpe de Estado que daria origem à nossa Ditadura Militar. No entanto, esse período não é necessariamente parte da obra em questão.

Em Campo geral, o tempo não é algo relevante. A cidadela de Mutum existe como que em uma realidade paralela, na qual o período histórico e até mesmo a passagem dos dias são irrelevantes. Aqui, a história acontece em seu próprio tempo, sem qualquer tipo de influência externa. É o que chamamos de tempo psicológico na Literatura.

campo geral livro

Personagens da obra

Agora, chegou o momento de conhecer ou relembrar alguns personagens importantes da obra Campo geral. Isso não exclui a necessidade da leitura da obra para que você possa captar a essência de cada um deles e até compará-los com membros de outros livros, algo que a Fuvest gosta muito de fazer. Vamos lá?

  • Miguilim: protagonista da história, é uma criança que possui, apesar de sua simplicidade, muita complexidade emocional;
  • Nhá Nina: mãe de Miguilim, não gosta da vida que leva em Mutum;
  • Nhô Bernardo: pai de Miguilim, personagem caracterizado pela rispidez, mas que também demonstra sensibilidade em algumas passagens;
  • Dito: irmão e melhor amigo de Miguilim;
  • Tio Terez: um dos tios de Miguilim, extremamente querido pelo personagem principal e dotado de sabedoria.

Foco narrativo

Temos um foco narrativo diferente na obra. O narrador é observador, daqueles que acompanham todos os fatos e que de tudo sabem. Contudo, aqui, ele acompanha particularmente o personagem Miguilim, entrando em sua mente e narrando a história a partir de seu ponto de vista.

A narrativa é feita em terceira pessoa e marcada por muitas marcas de oralidade inventadas e coloquialismo de modo geral. Essa é uma das brincadeiras que Guimarães Rosa mais gostava de fazer em seus livros e que, em Campo geral, adota uma grande importância também no foco narrativo. Se possível, fique atento a esses detalhes durante a leitura!

Sobre Guimarães Rosa

Mineiro de nascimento, João Guimarães Rosa veio ao mundo em 1908. Sua história, na Literatura, foi marcada pela representação do sertão e do sertanejo e pelo uso de uma linguagem forte, ousada e rebuscada. Isso é um reflexo de sua vida pessoal, que contou com uma educação rígida desde a infância.

Quando pequeno, Rosa começou o estudo simultâneo de vários idiomas. Isso fez com que ele, na vida adulta, falasse cerca de 7 línguas e tivesse conhecimento considerável por mais umas 15. Seu foco fez, inclusive, com que ele se matriculasse, aos 16 anos, em Medicina na Universidade de Minas Gerais.

A formação médica fez muita diferença em sua obra. Contribuiu para que ele nos passasse uma ideia orgânica sobre a vida, com frequentes narrações sobre doenças e processos fisiológicos do corpo humano.

Tornou-se membro da Academia Brasileira de Letras e faleceu aos 59 anos, vítima de um ataque cardíaco. Deixou um grande legado e é, até hoje, reconhecido como um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos.

A leitura de Campo geral é uma experiência engrandecedora. No entanto, precisamos complementar os estudos de maneira inteligente e fazer muitos exercícios para fixar o conteúdo. Confira, então, nosso Cronograma de Estudos e nossa lista de questões sobre a 3ª Fase do Modernismo e aprenda ainda mais essa matéria!

1 Shares:
Você pode gostar também

Crase: dicas para escrever corretamente

A língua portuguesa já é complexa, com a mudança da norma ortográfica ficou ainda mais fácil se confundir. Para melhorar a comunicação escrita, a dica de hoje é sobre crase A crase é um fenômeno que ocorre quando juntamos a preposição “a” com o artigo “a”. Por exemplo: A aluna...