Entenda como surgiu e o que aconteceu com o trema

Foto: reprodução portal Laifi

O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa foi assinado em 1990 por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste.

Como todos esses países possuem a língua portuguesa como idioma oficial, esse acordo é uma tentativa de aproximar a linguagem de cada país, diminuindo suas particularidades – o mesmo português falado em Portugal será o mesmo/ou bem próximo ao falado no Brasil.

Somente agora, em 2016, esse acordo deixa de ser facultativo e passa a ser obrigatório. Ele consiste na mudança de algumas regras específicas. Fique por dentro:
Trema

Não se usa mais o trema (¨). O sinal não acompanhará nenhuma palavra. Por exemplo:

Como era            Como fica
cinqüenta           cinquenta
agüentar             aguentar
seqüestro           sequestro
lingüiça                linguiça
tranqüilo             tranquilo

Atenção: o trema continua sendo usado apenas no caso das palavras estrangeiras e em suas derivadas que possuem o sinal. Exemplos: Müller, mülleriano.

Com informações do dicionário online Michaelis

0 Shares:
Você pode gostar também

Crase: dicas para escrever corretamente

A língua portuguesa já é complexa, com a mudança da norma ortográfica ficou ainda mais fácil se confundir. Para melhorar a comunicação escrita, a dica de hoje é sobre crase A crase é um fenômeno que ocorre quando juntamos a preposição “a” com o artigo “a”. Por exemplo: A aluna...