Expor não é argumentar

Campanha Pesquisa de Carreiras

Por Marina Sestito

Stoodiano,

Aí você decide escrever uma redação. Lê a proposta, elabora um ponto de vista crítico, faz um levantamento de todas as referências e ideias que gostaria de colocar no texto e, pronto, tá tudo certo, tudo resolvido.

Quase.

Uma redação argumentativa não é composta unicamente de um apanhado de informações. Expor fatos não é argumentar. Listar ideias, por mais pertinentes que elas sejam à discussão do tema, não constitui um texto dissertativo argumentativo. Para atender ao que é esperado para esse tipo de redação, é preciso construir argumentos, é preciso relacionar as informações apresentadas e mostrar o que elas indicam.

Tenha em mente o seguinte: Ao fazer constatações, você apenas relata aquilo que observou sobre o mundo, sem que isso necessariamente configure uma análise crítica daquela realidade. Fazer constatações não é o mesmo que argumentar.

“Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, 54% da população brasileira é negra. Dente as pessoas mais ricas do Brasil, 17% faz parte dessa parcela da população.”

Não há ponto de vista aqui, mas apenas a exposição de um dado. Escrever um texto todo apenas com dados não torna o seu texto argumentativo, mas apenas expositivo.

“Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, 54% da população brasileira é negra. Dente as pessoas mais ricas do Brasil, 17% faz parte dessa parcela da população, o que mostra que (…)

Fez análise sobre o dado que você apresentou? Tirou desdobramento? Pronto. Agora temos um texto argumentativo, não apenas expositivo. Agora temos a defesa de um ponto de vista. Agora temos argumentação 🙂

Quer entender melhor a diferença entre um dado e uma análise? Não deixe de ler um texto que já apareceu por aqui.

Muitos beijos, argumentem bastante e até semana que vem!

Você sabia que o Stoodi tem Correção de Redação? Conheça 

Marina Sestito é a Coordenadora de Redação do Stoodi. Formou-se em Filosofia pela FFLCH, na USP – atualmente cursa Licenciatura na FEUSP. Trabalhou em cursinhos pré-vestibulares e hoje comanda a equipe de correção do Stoodi.

Campanha Pesquisa de Carreiras