Como cancelar o Fies

Veja o passo a passo e tire suas dúvidas sobre o financiamento estudantil

Desde 1999, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) tem ajudado muita gente a realizar o sonho de cursar uma universidade. Essa iniciativa do Ministério da Educação financia cursos superiores de instituições particulares bem avaliados no Sistema de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Mas, às vezes, os planos mudam e você desiste desse crédito. Então, como cancelar o Fies? Pode ter algum prejuízo? Dá para fazer novamente o pedido? Como quitar a dívida?

Sim, os questionamentos são muitos. Mas, fique tranquilo, nós vamos ajudar você. Neste post, vamos mostrar passo a passo tudo o que você precisa saber sobre como cancelar o seu financiamento. Acompanhe nas próximas linhas!

Passo a passo para o cancelamento

Para suspender o benefício do Fies, você deve seguir 3 etapas.

1. Solicite o cancelamento do Fies via internet

Para começar o processo de cancelamento, a primeira coisa a ser feita é acessar o site do SisFies e entrar com seu CPF, senha e código de verificação (digitar o que você vê naquele box cheio de letras e números).

Se você nunca acessou o sistema, deverá cadastrar-se na mesma página.

Lembre-se de que o pedido de cancelamento somente pode ser feito do dia 1º ao dia 15 de cada mês, exceto em junho e dezembro, meses em que o cancelamento antecipado não está disponível no sistema.

Uma vez realizado o acesso, você deve procurar no centro da tela o ícone “Aditamentos Disponíveis”. Logo abaixo, haverá a opção “Encerramento”. Ao clicar aí, abaixo de “Referências” aparecerá a tela com o semestre disponível. Clique sobre ele.

2. Escolha como pagar o financiamento

Uma vez que você selecionou o semestre, precisa eleger, entre as opções, como pagar o Fies cancelado. Esse é um momento delicado, pois você deve avaliar qual das alternativas cabe melhor em seu bolso.

Se você tiver um fiador, por exemplo seus pais, peça que estejam presentes para não errar nessa hora. Entenda o que é cada opção a seguir:

Liquidar o saldo devedor no ato do cancelamento

Essa opção vale somente se você tiver dinheiro em conta. Por isso, cuidado! Aqui é feito o pagamento integral do financiamento, assim que estiver assinado o Termo de Encerramento do contrato com o banco.

Neste caso, uma vez quitado o saldo devedor, seu vínculo com o Fies terá sido encerrado imediatamente.

Permanecer na fase de utilização

Esta é uma boa opção para o bolso e ideal para os estudantes que pretendem continuar na faculdade, mas sem contar com o benefício. Neste caso, a quantia a ser paga respeitará o prazo estabelecido no contrato.

Para tanto, as fases de carência e amortização são mantidas e você deverá pagar as parcelas trimestrais no valor de R$ 50. Após isso, será necessário quitar os 18 meses de carência, cujas parcelas são de R$ 150.

Por fim, restam as parcelas da fase da amortização, que compreendem valores maiores e fixos.

Antecipar a fase de carência

Ao escolher essa opção, você começa a quitar as parcelas trimestrais um mês depois de ser assinado o Termo de Encerramento do Fies.

Trata-se de uma boa alternativa para se livrar mais rápido do saldo devedor, pois não é necessário esperar o período de 18 meses de carência até iniciar o pagamento.

Antecipar a fase de amortização

Essa opção possibilita a você parcelar o valor total do seu contrato do Fies. A principal vantagem é o ganho de prazo para pagamento.

Ao antecipar a fase de amortização, você tem o prazo de 3 vezes o período utilizado no financiamento com o acréscimo de 1 ano. Na prática, um curso com duração de 4 anos pode ter o respectivo contrato quitado em 13 anos.

A conta é assim: 4 anos de curso x 3 + 1 ano = 13 anos. Um bom prazo, não?

3. Vá ao banco onde realizou o financiamento

Assim que for confirmado o cancelamento do contrato, surgirá na tela do seu computador o prazo para você se dirigir até a instituição financeira onde ocorreu a assinatura. Lembre-se de que você e seu fiador têm de ir juntos à agência bancária, para que ele assine o Termo de Encerramento.

Cumpridas essas etapas, seu contrato com o Fies está cancelado. A partir daí, sua faculdade deixará de receber parcelas por meio do programa do governo.

Um lembrete importante! Caso você queira deixar sua faculdade, não se esqueça de entrar com a solicitação de cancelamento da matrícula e seguir os trâmites.

Alguns estudantes pensam que simplesmente cancelar o Fies os desligam automaticamente da instituição. Mas não é assim que funciona. Sua matrícula continua válida, e parcelas no valor integral são geradas mensalmente.

O que pode acontecer se eu cancelar o Fies?

Como cancelar o Fies

Diversos motivos podem levar um estudante a cancelar o contrato do Fies. Talvez você se desmotivou com o curso, ganhou uma bolsa de intercâmbio ou passou numa universidade pública, surgiu uma oportunidade de emprego, aconteceu algum problema pessoal. Não importa.

Caso você tenha a intenção de cancelar do Fies, deverá ponderar se essa realmente é a melhor solução, pois o rompimento do contrato pode acarretar uma série de problemas.

Entre eles, o principal é ser retirado do programa e perder uma grande oportunidade de poder estudar sem se preocupar todo mês em pagar a mensalidade, pelo menos até o fim do curso – e ainda com uma série de vantagens para quitar o débito.

Além disso, caso ainda esteja no curso, deverá começar a pagar imediatamente as mensalidades integrais, a menos que sua faculdade lhe conceda algum tipo de desconto. Então, pense bem.

Cancelei meu Fies: posso fazer novamente?

Infelizmente, a resposta é não. Esse tipo de crédito estudantil do governo é válido uma única vez. As pessoas que cancelam o contrato estão impedidas de participarem do programa novamente, ainda que queiram começar outro curso.

Mas há alternativas que podem ser bem úteis. A primeira delas é a suspensão do Fies, que pode ser feita até duas vezes, no próprio site, caso você tenha a intenção de continuar recebendo o benefício.

O pedido de suspensão é válido pelo período de 1 semestre. Nesse tempo, o Fies não paga suas mensalidades, mas também não aumenta o valor do saldo devedor.

Ainda, se você quiser apenas pedir a transferência do seu curso ou de instituição, você também pode transferir o financiamento.

No primeiro caso, a regra é que não tenha sido excedido o tempo de 18 meses entre o início do Fies e o desligamento do curso. Já a transferência de universidade só pode acontecer 1 vez por semestre.

Agora você já sabe como cancelar o Fies, mas antes de tomar essa decisão, pense se realmente vale a pena. Quem sabe optar por uma dessas alternativas não é a melhor saída?

Além do crédito estudantil do Fies, o governo federal também tem ofertas de bolsas de estudo parciais ou integrais. Continue conosco e entenda como funciona o Programa Universidade para Todos.

Quer entender mais sobre o Fies e ficar por dentro de tudo? Cadastre-se gratuitamente no Stoodi!