Inscrição Fies

Saiba tudo sobre esse importante processo!

INSCRIÇÃO FIES

O Fies é um programa de financiamento subsidiado pelo governo federal. Portanto, além de ter juros baixos, também inclui algumas exigências para inscrição.

Sendo assim, neste artigo falaremos tudo que você precisa saber sobre como fazer a inscrição do Fies, passando pelos seguintes tópicos:

  • Quem pode se inscrever no Fies;
  • Nota de corte;
  • Passo a passo da inscrição;
  • Como editar a inscrição do Fies;
  • Documentos para a inscrição do Fies;
  • Não consigo me inscrever. O que fazer?

Bastante coisa, não é mesmo? Então, vamos direto ao assunto.

Quem pode se inscrever no Fies

As exigências para inscrição do Fies são feitas aos candidatos e também para as instituições de ensino superior.

Para as instituições é necessário que:

  • A faculdade esteja inscrita no Fies;
  • Que o curso de graduação tenha avaliação positiva (conceito do curso) no Sinaes (Sistema Nacional de Educação Superior);
  • Que o curso seja presencial (cursos a distância não são aceitos).

Para os candidatos:

  • É preciso ter feito pelo menos uma vez o Enem, de 2010 para cá, obtendo nota média igual ou superior a 450, e também ter tirado nota maior que zero na redação;
  • A renda familiar per capita (média pelo número de pessoas), deve ficar entre três a cinco vezes o valor do salário mínimo.

Para saber a renda média, basta somar a renda bruta de todos os membros da família e dividir pelo número de integrantes.

Segundo o site Fies seleção, se a média for inferior a um salário-mínimo, ou superior a cinco, o candidato não será selecionado. Se a média estiver entre três e cinco, poderá se enquadrar em uma das modalidades do Fies (voltaremos a este assunto mais adiante).

Agora, precisamos fazer uma pequena pausa, para falar um pouco mais sobre a nota média mínima, de 450 pontos.

Nota de corte

Uma das das dicas mais interessantes no processo de inscrição do Fies é a respeito do cálculo interno das notas para escolha dos candidatos.

A nota média de 450 pontos é apenas uma linha de corte inicial, para você poder ser considerado elegível ao programa.

Ou seja, é o mínimo que o Fies exige, mas cada curso, faculdade (ou universidade), pode ter mais pessoas solicitando o financiamento, do que a quantidade de vagas.

Isso significa que a quantidade de financiamentos disponíveis pode não atender a todos, então, a nota de corte sobe.

Em outras palavras, havendo mais candidatos do que vagas, aqueles que tiverem as melhores notas no Enem se classificam primeiro e, portanto, a nota de corte passa a ser a da última pessoa classificada na lista, ou seja, maior que 450.

Agora vamos ver o passo a passo da inscrição.

Passo a passo da inscrição

Inscrição Fies

Após acessar a página de inscrição do Fies, você terá que fornecer seu CPF e data de nascimento, além de preencher um código de verificação (digitar números e/ou letras de uma imagem).

Após clicar em “prosseguir”, o sistema encontrará seus dados e na próxima página vai mostrar se sua nota do Enem é suficiente para participar do programa, bastando clicar em “prosseguir” novamente.

Depois, será solicitado um cadastro básico, com as seguintes informações:

  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo;
  • Email;
  • Senha (de sua escolha).

O sistema te envia um e-mail com um link de redirecionamento para confirmação. Após este procedimento, sua conta estará ativa e você já pode fazer seu primeiro login no sistema.

Neste momento, haverão quatro conjuntos de informações que você vai precisar preencher:

  • Dados cadastrais (mais detalhados);
  • Questionário (histórico de estudo e outros dados pessoais);
  • Grupo familiar (incluindo informação de renda mensal);
  • Grupo de Preferência (Estado, município, curso e conceito do curso).

E sobre este último item, que é um dos maiores causadores de confusão entre os candidatos, é importante dizer que o conceito do curso é a nota que o MEC (através do Sinaes) dá para cada curso.

O conceito mínimo é três e o máximo cinco. Se você marcar cinco, por exemplo, estará pedindo para o sistema selecionar apenas os melhores cursos e possivelmente, os mais caros.

Isso elimina todos os cursos 3 ou 4 da lista, aparecendo para você, apenas a instituições com avaliação cinco.

Seja como for, você terá uma lista e deverá escolher três cursos em ordem de preferência, ou seja, primeira, segunda e terceira opção de curso.

Faça suas opções e grave as informações. Depois, aparecerá uma página final de confirmação, com os cursos selecionados e três botões importantes, sobre os quais falaremos a seguir.

Como editar a inscrição do Fies

Sempre que acessar o sistema, você poderá ver os cursos que selecionou quando fez sua inscrição do Fies, havendo sempre três botões de ação:

  • Vermelho: “cancelar opção”;
  • Verde: “alterar opção”;
  • Azul: “simular financiamento”.

Até o prazo final do cronograma do Fies, você pode alterar todas as informações, incluindo as escolhas de cursos e/ou faculdades, quantas vezes quiser, cancelando ou alterando as que havia selecionado.

Isso é importante porque, assim como existem muitas faculdades cadastradas, também variam os valores e conceitos de curso.

Veja como editar a inscrição do Fies

Por isso, você pode selecionar um curso/faculdade e utilizar o botão “simular financiamento” quantas vezes quiser, trocando suas opções, até achar as mais adequadas ao seu bolso.

No entanto, uma vez encerrado o período de inscrição, não será possível fazer mais nenhuma edição e assim, passamos para a etapa de comprovação das informações.

Documentos para a inscrição do Fies

Existem muitos documentos exigidos e também, algumas variações, de acordo com a sua modalidade de financiamento.

Todas as modalidades são subsidiadas pelo governo, mas financiadas diretamente por instituição bancária, ou seja, a relação de documentos varia, de acordo com a situação individual de cada candidato.

De forma geral, uma vez encerrada a fase de inscrição do Fies, os candidatos habilitados são divulgados no site do programa e é preciso ficar atento para não perder sua oportunidade.

O prazo para complementação das informações e entrega dos documentos é sempre bastante curto, variando entre 3 e 5 dias, dependendo da situação individual.

Por isso, o melhor que você pode fazer é ter em mente que cada um daqueles grupos de informações (cadastro geral, questionário, renda familiar e preferência de cursos), exigirão documentos diferentes.

Alguns devem ser entregues a CPSA (Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento do Fies).

Outros, para a própria universidade ou diretamente para a instituição responsável pelo financiamento (banco).

Resumindo, sua melhor opção é ficar atento aos prazos e, principalmente, sempre verificar a página oficial do programa, a instituição de ensino e quando for o caso, a instituição financeira, o mais brevemente possível.

Não consigo me inscrever. O que fazer?

A inscrição Fies 2018 contou com alguns relatos de candidatos que tiveram problemas com o sistema.

O site do Fies pode ficar um pouco lento durante o período do processo seletivo, por isso é importante que você não deixe para fazer sua inscrição na última hora. Assim, se tiver qualquer problema você ainda terá tempo para tentar novamente.