Quanto ganha um ortopedista?

 

O estudo do corpo humano e de seus processos fundamentais é algo muito complexo. Por conta disso, a Medicina é subdividida em inúmeras áreas de especialização, cada uma delas com um foco diferente. Assim, é possível formar profissionais que tenham um mais conhecimento sobre os sistemas de nosso organismo.

Um bom exemplo disso é a ortopedia, área médica que estuda o sistema locomotor dos seres humanos e todas as estruturas que fazem parte dele, como ossos, músculos, tendões, ligamentos e articulações.

Você sonha em se tornar médico e tem um interesse pela área da ortopedia? Continue a leitura e descubra, então, quais são as principais atribuições desse profissional e quanto ganha um ortopedista!

O que um faz um ortopedista?

Como vimos no início de nosso bate-papo, o ortopedista é o médico responsável pela prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças e problemas relacionados com o sistema locomotor humano, também conhecido como sistema musculoesquelético.

Esse profissional, portanto, lida com enfermidades como a artrite e a osteoporose, além de problemas com fraturas, desgaste muscular, alterações na coluna vertebral e muitos outros.

Há, de modo geral, dois caminhos para se seguir na ortopedia. Um médico pode fazer o atendimento clínico dos pacientes ou partir para a área cirúrgica, dependendo de suas ambições e desejo para a carreira.

A residência para a área clínica tem acesso direto (ou seja, pode ser feita logo após a faculdade de Medicina e duração de 3 anos. Já para se tornar um cirurgião ortopédico, o médico recém-formado precisa de pelo menos 5 anos de estudo além da graduação.

Quanto ganha um médico ortopedista?

De modo geral, os médicos ortopedistas têm uma remuneração muito satisfatória. Por serem especialistas, eles costumam obter um salário acima da média, ainda mais quando o valor é comparado ao de profissionais generalistas.

Essa especialidade, inclusive, conta com um salário mínimo para a profissão. De acordo com a Lei nº 3.999, o piso estabelecido é de 3 salários mínimos vigentes para 20 horas trabalhadas. No entanto, algumas organizações trabalham com um piso relativamente maior, que gira em torno de R$ 11.000,00.

Além disso, há, atualmente, alguns projetos em tramitação que têm como objetivo fixar o piso salarial em um valor um pouco mais alto, realmente condizente com a profissão de ortopedista.

Os ortopedistas clínicos, ou seja, que atuam em consultas e tratamentos feitos em consultórios, costumam receber cerca de R$ 12.000,00. Já os cirurgiões têm um salário ainda maior, que pode facilmente ultrapassar os R$ 20.000,00 em diversos lugares do Brasil.

ortopedista

Quanto ganha um ortopedista recém-formado?

Naturalmente, o salário de um médico recém-formado costuma ser menor quando comparado ao de profissionais com muitos anos de experiência. No caso dos ortopedistas, isso não é diferente!

Em vagas comuns, o salário desse indivíduo pode chegar ao piso salarial estipulado ou beirar os R$ 5.000,00. O lado positivo é a possibilidade de trabalhar em locais diferentes ou até mesmo fazer plantões por fora, algo que é bastante rentável e ajuda a adquirir experiência e contatos.

A taxa de empregabilidade de um médico é extremamente alta e, por isso, é muito fácil conseguir conhecimento nessa carreira. Assim, em pouco tempo, o salário tende a subir bastante.

Quanto ganha um ortopedista no Brasil?

No Brasil, o médico ortopedista é um dos mais bem remunerados atualmente. Esse profissional, entre os especialistas clínicos, recebe salários bastante altos mesmo com o piso salarial relativamente baixo. Isso se deve à sua importância para a sociedade e, claro, à especificidade de suas atribuições.

De modo geral, um ortopedista no Brasil receberá um salário de cerca de R$ 14.000,00. Isso, é claro, dependerá de uma série de fatores, como:

  • tipo de atendimento (particular, público, convênio médico etc.);
  • localização do estabelecimento;
  • cursos e qualificações;
  • tempo de experiência.

Além disso, a área de especialidade do ortopedista também influenciará o salário recebido, já que ele pode atuar no âmbito clínico, realizar cirurgias, fazer atendimentos exclusivos para atletas, entre outros.

Quanto ganha um ortopedista nos Estados Unidos?

Exercer a Medicina no Brasil não é a única opção para um médico formado em terras tupiniquins. A prática também pode ser realizada em outros países, como os Estados Unidos, desde que o processo de validação do diploma ocorra da maneira correta.

Nos EUA, a profissão é extremamente bem remunerada. Os ortopedistas clínicos ganham, em média, $ 130.000,00 por ano. Isso é o equivalente a um salário mensal de cerca de $ 10.000,00, o que equivale a mais de R$ 30.000,00.

Já os cirurgiões ortopédicos acumulam o equivalente a $ 500.000,00 todos os anos. Sim, você leu certo! De acordo com a revista Forbes, esses profissionais têm um salário médio de $ 40.000,00 todos os meses em suas contas bancárias.

A carreira do ortopedista

A ortopedia é uma das áreas médicas com maior possibilidade de crescer nos próximos anos. Essa valorização do profissional está tanto ligada ao aumento da performance de atletas (a ortopedia esportiva, por exemplo, é uma área muito interessante) quanto à sedentarização de outra parcela da população.

Cada vez mais as pessoas se mexem menos e, por isso, os ortopedistas têm um papel fundamental na promoção de qualidade de vida para indivíduos que apresentam problemas devido à falta de exercícios. Outra característica marcante das gerações atuais está nas inadequações posturais, que causam uma série de alterações ósseas e musculares.

Além disso, a expectativa de vida geral da população tem crescido consideravelmente, o que aumenta a existência de doenças ligadas ao envelhecimento, como a osteoporose.

Nesse contexto, o ortopedista atua também como um profissional voltado para a prevenção e não apenas para o tratamento de doenças do sistema musculoesquelético. Assim, ele passa a ser um médico fundamental para a sociedade.

Portanto, se o seu objetivo é se tornar um ortopedista no futuro, saiba que você está no caminho certo para obter uma educação realmente importante para a população e que oportunidades não faltarão após o término de seus estudos!

Interessante, não é mesmo? Que tal estudar bastante, então, para se tornar um ortopedista no futuro? Para isso, se prepare com o Plano de Estudos do Stoodi e arrase nos vestibulares que você encontrar pela frente. Boa sorte!