Vagas pelo Sisu

Estudar em uma universidade estadual ou federal já não é um sonho tão distante e você sabe por quê? Por causa das vagas do Sisu!

O Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação (MEC) oferece oportunidades em cursos de graduação que são disputadas pelos participantes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) realizado no ano anterior ao seu processo seletivo.

Os interessados fazem a inscrição pela internet nas datas em que as vagas são ofertadas, que são duas vezes ao ano, no início do primeiro e do segundo semestre.

Acesso às vagas do Sisu 2020

O Sisu 2020 disponibilizou  237.128 vagas no primeiro semestre do ano. O Inep divulgou quantas vagas serão disponibilizadas para cada universidade. Veja abaixo:

  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): 6.982
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): 6.933
  • Universidade Federal de Goiás (UFG): 6.519
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG): 6.309
  • Universidade Federal do Ceará (UFC): 6.288
  • Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT): 6.098
  • Universidade Federal de Alagoas (Ufal): 5.373
  • Instituto Federal de São Paulo (IFSP): 5.200
  • Universidade Federal de Sergipe (UFS): 5.030
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ): 4.962
  • Universidade Federal Fluminense (UFF): 4.898
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR): 4.542
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA): 4.492
  • Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG): 4.398
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE): 4.340
  • Universidade Federal do Piauí (UFPI): 3.484
  • Universidade Estadual do Piauí (Uespi): 3.460
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM): 3.416
  • Instituto Federal do Ceará (IFCE): 3.302
  • Universidade Federal de Uberlândia (UFU): 3.229
  • Universidade Federal de Viçosa (UFV): 3.210
  • Universidade Federal de Campina Grande (UFCG): 3.160
  • Universidade Estadual da Paraíba (Uepa): 3.025
  • Universidade Federal de Pelotas (UFPel): 2.975
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCar): 2.893
  • Universidade de São Paulo (USP): 2.830
  • Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes): 2.776
  • Universidade Federal do Rio Grande (Furg): 2.740

Como conseguir uma vaga pelo Sisu

Qualquer candidato que tenha concluído o Ensino Médio e tenha realizado a prova do Enem no último ano pode concorrer às vagas ofertadas pelo Sisu. O período de inscrição é curto, por isso é bom sempre estar atento às publicações no site do Sistema.

Ao acessar o site, o estudante preenche alguns dados e utiliza a nota do Enem para escolher a vaga que deseja dentre as universidades participantes.

Veja a seguir os requisitos para conseguir uma vaga pelo Sisu.

Vagas Sisu: requisitos

A nota do Enem é o requisito primordial para que a candidatura seja aceita. O sistema, já de início, pede o número de inscrição e a senha da última prova realizada.

O estudante não pode ter tirado zero na redação e os demais pontos concorrem para a soma da nota de corte, que será definida pelo número de candidatos interessados pelas mesmas vagas.

O candidato pode se inscrever em no máximo duas vagas, colocando-as em ordem de interesse, além de manifestar sua preferência pelo turno que deseja estudar (manhã, tarde ou noite).

É importante atentar-se à modalidade de inscrição. O sistema atual de cotas está incluído no processo de seleção e caso você se encaixe em alguns dos critérios necessários dessas ações afirmativas (raciais ou sociais), faça sua opção por elas. Os demais candidatos entram na lista de ampla concorrência.

Vagas ofertadas pelo Sisu

O Sisu oferece diversos tipos de vagas, tendo cada área do conhecimento com um determinado número de vagas disponíveis pelo sistema do Sisu. Veja abaixo quais são os principais:

Vagas do Sisu por área do conhecimento

  • Educação: 61.901

  • Engenharia, produção e construção: 37.843

  • Negócios, administração e direito: 25.977

  • Saúde e bem-estar: 23.087

  • Ciências naturais, matemática e estatística: 17.863

  • Agricultura, silvicultura, pesca e veterinária: 16.585

  • Ciências sociais, jornalismo e informação: 15.730

  • Computação e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC): 12.794

  • Artes e humanidades: 7.307

  • Programas básicos: 6.661

  • Serviços: 3.501

Tipos de vagas do Sisu

Os processos seletivos do Sisu ofertam somente vagas para cursos presenciais. O candidato pode escolher entre os cursos de bacharelado, licenciatura, tecnólogo e área básica de ingresso.

A consulta de vagas é feita pela internet, no site que é atrelado ao MEC. Vejamos um pouco mais sobre as opções de vagas ofertadas!

Bacharelado

O bacharel possui formação generalista, voltada para competências em determinado campo de saber, seja ele científico ou humanístico, estando apto ao exercício da atividade profissional.

Como exemplo, temos os cursos tradicionais de Direto, Medicina, Comunicação, Engenharias etc.

Licenciatura

O curso superior em licenciatura habilita o diplomado a exercer a carreira de professor nos anos que compreendem a Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio).

A formação como licenciado exige conhecimentos na área de educação e estágios em escolas públicas ou privadas.

Tecnólogo

A área de tecnólogo vem crescendo e demandando novos profissionais com competências específicas.

O tempo do curso costuma ser menor que um bacharelado ou licenciatura, e o diplomado em áreas científicas ou tecnológicas recebe o grau de tecnólogo.

A oferta de vagas acontece geralmente em polos tecnológicos e o aluno tem a oportunidade de atuar na prática durante todo o tempo.

Área básica de ingresso

Existem cursos que possibilitam ao estudante escolher ao final entre o bacharelado e a licenciatura, assim como as duas formações. É preciso cumprir um ciclo básico de disciplinas e depois optar pela conclusão em uma das modalidades citadas.

Cursos como História, Física, Biologia e Letras oferecem vagas com área básica de ingresso.

Nota de corte Sisu

Nota de corte Sisu

O sistema, ao abrir suas inscrições, vai atualizando a nota de corte durante esse período conforme o interesse dos candidatos nas vagas disponíveis.

Uma vez ao dia, o cálculo é feito com base no número de vagas e nas notas dos inscritos. Dessa forma, é possível saber qual a nota mínima para conseguir uma vaga pelo Sisu.

Se a nota de corte da vaga que você escolheu estiver alta e você quiser mudar de opção, isso pode ser feito a qualquer momento, até o fechamento das inscrições e quantas vezes quiser, lembrando-se que apenas a última opção será considerada pelo Sisu.

Lista de espera

Você pode ficar em lista de espera caso tenha uma boa colocação, mas não tenha conseguido a vaga, e o interesse deve ser declarado durante um período determinado, no site do Sisu. Apenas se lembre que essa solicitação pode ser feita apenas para a primeira opção de curso declarada!

Quando houver a abertura de outra vaga ou desistência, os candidatos da lista de espera serão convocados, por isso, é importante acompanhar as chamadas diretamente nos sites nas instituições.

Como encontrar o resultado do Sisu

Resultado Sisu

A página do Sisu contém o “boletim do candidato”, e por lá os resultados podem ser consultados.

Os candidatos também podem ligar para a Central de Atendimento do MEC, no número 0800-616161 ou podem conferir direto nas instituições participantes, que devem orientar as próximas etapas para a matrícula do ingressante.

Foi por pouco esse ano? Não fique triste, pois sempre há chances em alguma das vagas remanescentes do Sisu.

Se mesmo assim não chegou a sua vez, reforce seus estudos para a próxima seleção e não desista!

O Stoodi pode lhe ajudar nessa missão: são milhares de aulas e conteúdos incríveis para você arrasar nas provas do Enem e conseguir entrar em uma universidade ainda esse ano.

Faça seu cadastro gratuitamente e comece a estudar agora! Queremos que o seu depoimento de sucesso seja o próximo em nosso mural.