Ocorrida no final da década de 1880, a Proclamação da República representa um grande marco na História do Brasil. Afinal, esse acontecimento, além de mudar o sistema político do país, provocou grande transformação em diversos âmbitos da sociedade.

Se você está estudando para o Enem, não pode deixar de entender o que foi esse episódio e como ele impactou a sociedade brasileira. Além disso, para se sair bem e garantir uma boa nota, é importante conhecer como a história da Proclamação da República é cobrada na prova.

Sendo assim, acompanhe este post que preparamos para lhe ajudar. Boa leitura!

A história da Proclamação da República

Após quase 70 anos de monarquia aconteceu a proclamação da República no Brasil. Esse evento representa a transição da antiga forma de governo, baseada no rompimento dos laços coloniais com Portugal, para a era republicana.

Por que aconteceu a Proclamação da República?

O sistema monárquico passava por uma grande crise, havendo um evidente descontentamento com o reinado de Dom Pedro II. Diversos setores sociais exigiam mudança de governo, reivindicando maior participação política e liberdade de direitos. Entre os fatores que desencadearam a proclamação, podemos destacar:

  • interferência de Dom Pedro II nos assuntos religiosos, o que gerava atritos com a Igreja Católica;
  • descontentamento dos militares com a censura imposta pelo regime monárquico, que impedia oficiais do Exército de se manifestarem à imprensa sem prévia autorização, além de boatos de corrupção na corte;
  • falta de apoio dos cafeicultores e demais proprietários rurais, principalmente do oeste paulista, que, devido a seu poder econômico, almejavam maior poder político, além de estarem descontentes com a crise econômica rural gerada com o fim da escravatura;
  • crescimento do número de apoiadores do movimento republicano, principalmente entre a classe média, que desejava maior liberdade política.

Diante dessa situação, o governo de Dom Pedro II achava-se ameaçado e sem apoio popular. Além disso, o imperador enfrentava problemas de saúde e estava afastado das decisões do país, o que enfraquecia ainda mais seu reinado e, em contrapartida, fortalecia o movimento republicano.

Quem proclamou a República?

Os republicanos tentavam insistentemente divulgar suas ideias pelo Brasil, mas não obtinham êxito. Então, chegaram à conclusão de que um golpe militar era a melhor estratégia para implantar o sistema republicano no país. Mas, para isso, precisavam do apoio de um líder militar reconhecido, e, assim, foram em busca do apoio de Marechal Deodoro da Fonseca.

Deodoro era defensor da monarquia e amigo do imperador; dessa forma, conseguir seu apoio não seria uma tarefa fácil. Mas, com muita insistência, ele aceitou liderar o movimento militar. Porém, sua ideia era apenas derrubar o chefe do gabinete imperial, Visconde de Ouro Preto.

No entanto, um dia antes da proclamação, surgiu um boato de que o governo havia ordenado a prisão do marechal Deodoro da Fonseca e Benjamin Constant, outro líder do movimento — além do boato de que Dom Pedro II havia nomeado Silveira Martins, velho rival de Deodoro, como primeiro-ministro.

Assim, no dia 15 de novembro de 1889, na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Brasil, quem proclamou a República do Brasil foi Marechal Deodoro da Fonseca. No mesmo dia foi instaurado o governo provisório e Deodoro se tornou o primeiro presidente do Brasil.

República da Espada

O período entre a Proclamação da República (1889) e a primeira eleição para presidente (1894), ficou conhecido como a República da Espada, pois o poder passou pelas mãos de dois marechais (Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto).

É bom ressaltar um importante acontecimento do Governo de Marechal Deodoro, que foi promulgação da Constituição de 1891, que trouxe importantes mudanças para o país.

Dia 15 de novembro

Como já vimos quando e por quem foi proclamada a República no Brasil, vamos ressaltar a importância do dia 15 de novembro. Trata-se de uma data histórica para o Brasil e é amplamente comemorada em todo o território nacional. Diversas cidades organizam festividades e atos cívicos para lembrar e comemorá-la, além de ensinarem para a nova geração seu significado.

No ano de 1949, o dia 15 de novembro tornou-se feriado, por meio da lei de número 662. Dessa forma, a nação pode relembrar o feito e refletir como a Proclamação da República foi relevante para a política do Brasil e para toda a sociedade.

Como a Proclamação da República pode cair no Enem?

Agora que você já entendeu por que aconteceu a proclamação da república no Brasil, é necessário buscar informações de como estudar este tópico importante da História para o Enem. Para isso é importante analisar os pontos de maior relevância desse que é um dos assuntos mais cobrados na prova de História. Veja, a seguir, alguns deles:

  • o contexto histórico em que a república foi proclamada;
  • fatores que colaboraram diretamente para a queda da monarquia;
  • o que a proclamação da República introduz no Brasil;
  • a influência do Exército nesse acontecimento;
  • os principais grupos de apoio ao movimento;
  • a questão religiosa como um dos fatores que levaram à Proclamação da República.

Hino da Proclamação da República

bandeira do brasil proclamação da república

O hino da proclamação da república foi escrito por Medeiros e Albuquerque e a música é de Leopoldo Augusto Miguez. Acompanhe a letra:

I

Seja um pálio de luz desdobrado,

Sob a larga amplidão destes céus.

Este canto Rebel, que o passado

Vem remir dos mais torpes labéus!

Seja um hino de glória que fale

De esperanças de um novo porvir!

Com visões de triunfos embale

Quem por ele lutando surgir!

Liberdade! Liberdade!

Abre as asas sobre nós,

Das lutas na tempestade

Dá que ouçamos tua voz

II

Nós nem cremos que escravos outrora

Tenha havido em tão nobre País…

Hoje o rubro lampejo da aurora

Acha irmãos, não tiranos hostis.

Somos todos iguais! Ao futuro

Saberemos, unidos, levar

Nosso augusto estandarte que, puro,

Brilha, ovante, da Pátria no altar!

Liberdade! Liberdade!

Abre as asas sobre nós,

Das lutas na tempestade

Dá que ouçamos tua voz

III

Se é mister que de peitos valentes

Haja sangue em nosso pendão,

Sangue vivo do herói Tiradentes

Batizou neste audaz pavilhão!

Mensageiro de paz, paz queremos,

É de amor nossa força e poder,

Mas da guerra, nos transes supremos

Heis de ver-nos lutar e vencer!

Liberdade! Liberdade!

Abre as asas sobre nós,

Das lutas na tempestade

Dá que ouçamos tua voz

IV

Do Ipiranga é preciso que o brado

Seja um grito soberbo de fé!

O Brasil já surgiu libertado,

Sobre as púrpuras régias de pé.

Eia, pois, brasileiros avante!

Verdes louros colhamos louçãos!

Seja o nosso País triunfante,

Livre terra de livres irmãos!

Liberdade! Liberdade!

Abre as asas sobre nós!

Das lutas na tempestade

Dá que ouçamos tua voz!

Bandeira da Proclamação da República

Logo após a Proclamação da República, chegou-se a criar uma versão de bandeira para substituir a imperial. Essa nova bandeira era composta por listras horizontais nas cores verde e amarelo, e um retângulo azul com 21 estrelas no canto superior esquerdo, muito semelhante à bandeira dos Estados Unidos. Essa versão não agradou aos governantes, que não queriam sua imagem ligada ao governo americano.

Assim, quatro dias após a Proclamação da República, no dia 19 de novembro de 1889, a bandeira da Proclamação da República do Brasil, como a conhecemos hoje, foi oficializada. Formada por três formas geométricas e, inicialmente, 21 estrelas representando os estados brasileiros, além da faixa branca com o lema nacional. Anos depois foram incluídas novas estrelas, formando o total de 27.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre a Proclamação da República e pôde entender como o assunto é cobrado no Enem. Aproveite para fazer seu cadastro gratuito no Stoodi e aprimore seus conhecimentos participando da nossa lista de exercícios.

Beatriz Abrantes

Cursando jornalismo, é apaixonada pela profissão e por inventar receitas em sua cozinha. Faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi, focada em SEO. A Bia adora dançar, participa de ONG’S de proteção aos animais e ama passar tempo vendo filmes. Conheça mais os seus textos!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!