O organismo feminino, durante a fase reprodutiva, sofre alterações fisiológicas cíclicas, causadas pela ação de uma série de hormônios. Essas transformações periódicas são chamadas de ciclo menstrual.

Normalmente, esse ciclo tem duração de 28 dias (podendo variar de mulher para mulher) e conta com três fases distintas, denominadas folicular, ovulatória e lútea. Cada uma delas é influenciada por hormônios diferentes, que têm a função de preparar o organismo da mulher para a gravidez. A melatonina, secretada pela glândula pineal, também interfere nesse processo.

O funcionamento dos hormônios femininos, a sua importância para a reprodução e o uso de métodos contraceptivos são temas que podem ser cobrados nos vestibulares e no Enem. Confira em nosso artigo como o ciclo menstrual pode ser abordado nas provas e quais conceitos merecem sua atenção!

O que é ciclo menstrual?

Como já explicamos, o ciclo menstrual refere-se a um período de tempo durante o qual o organismo feminino sofre a influência de diversos hormônios. Em média, a duração do ciclo menstrual é de 28 dias (embora haja mulheres com ciclo menstrual curto ou mais longo) e três fases distintas.

Como contar o ciclo menstrual?

A contagem do ciclo menstrual se inicia no primeiro dia da menstruação. Essa primeira fase, chamada folicular, dura entre cinco e 12 dias. É nesse período que ocorre o crescimento dos folículos, que vão liberar o óvulo pronto para ser fecundado.

Na segunda fase, chamada ovulatória, o óvulo maduro é liberado e percorre as trompas até chegar no útero. Se esse óvulo entrar em contato com um espermatozoide, poderá ser fecundado. Assim, caso a mulher tenha relações sexuais nesse período, poderá engravidar.

A fase seguinte do ciclo, denominada lútea, é uma espécie de preparação do organismo feminino para uma possível gravidez. O folículo, deixado pelo óvulo dentro do ovário, passa a produzir progesterona, o que prepara o revestimento do útero para uma possível gestação. É nessa fase que o endométrio tem sua espessura aumentada.

Se a fecundação acontecer, surgem outros hormônios como o HCG que garante a produção de estrogênio e progesterona elevados, até a formação da placenta.

Mas, se a mulher não engravidar durante seu período fértil, o endométrio descama, dando origem à menstruação. Com ela, inicia-se um novo ciclo menstrual.

A primeira menstruação (menarca) ocorre durante a puberdade, e o ciclo menstrual se repete até o fim da vida reprodutiva da mulher, na fase conhecida como menopausa. Ou seja, apenas mulheres em idade fértil têm um ciclo menstrual.

Ciclo menstrual irregular

Muitas mulheres têm dificuldade para calcular ciclo menstrual porque ele não acontece no intervalo de 28 dias ou ocorre com periodicidade diferente.

As variações podem acontecer em função de características específicas de cada mulher, sua idade ou mesmo alterações causadas por outros fatores, como estresse, alimentação, quantidade de exercícios, obesidade e doenças ginecológicas ou sexualmente transmissíveis.

Normalmente, os ciclos costumam ser irregulares no início e no final da vida reprodutiva, em função das mudanças hormonais que ocorrem nessas fases.

A irregularidade menstrual é um problema comum na vida das mulheres, mas pode trazer diversos impactos negativos, como dificuldade de engravidar ou, ao contrário, de determinar os períodos férteis, para controle de natalidade.

O ideal, quando a irregularidade é constante e afeta a vida da mulher, é buscar ajuda médica para investigar as causas.

Ciclo menstrual: fases

Como explicamos, o ciclo menstrual conta com três fases distintas, determinadas pela incidência de hormônios diferentes. Confira a seguir mais detalhes.

Fase folicular

Na primeira fase do ciclo, o organismo começa a se preparar para a fecundação, que poderá ocorrer na etapa seguinte. Para isso, o cérebro aumenta a produção de um hormônio, denominado folículo-estimulante (FSH). Sua função é ajudar no amadurecimento dos óvulos, que são os gametas femininos.

Com o amadurecimento, o ovário passa a liberar quantidades maiores de estrogênio, um hormônio que ajuda a formar o endométrio (revestimento do útero), preparando o corpo feminino para a fecundação.

Fase ovulatória

Após o crescimento dos folículos, os níveis de estrogênio continuam aumentando e o organismo começa a produzir o hormônio luteinizante (LH). Esse hormônio faz com que o óvulo mais maduro seja liberado pelo folículo e saia do ovário.

A ovulação ocorre normalmente por volta do 14º dia do ciclo menstrual, em ciclos de 28 dias. Quando o ciclo é maior que 28 dias, a ovulação costuma acontecer depois. Normalmente, ela ocorre 14 dias antes do início da menstruação seguinte. Ou seja, se o ciclo é de 30 dias, a ovulação provavelmente será no 16º dia.

Quando é liberado, o óvulo percorre as trompas até alcançar o útero. Essa é a fase fértil do organismo feminino. Se houver contato com um espermatozoide, o óvulo poderá ser fecundado.

Fase lútea

A fase lútea ocorre após a ovulação. Nessa etapa, o organismo passa a produzir progesterona em maior quantidade, com a finalidade de preparar o revestimento do útero para uma eventual gravidez.

Quando não ocorre fecundação, os níveis hormonais, tanto de estrogênio quanto de progesterona, vão se reduzindo, até que o endométrio seja eliminado, na forma de menstruação. Inicia-se, assim, um novo ciclo de fertilidade.

Mas, quando a fecundação acontece, o óvulo fica aderido às paredes do útero e um novo hormônio, denominado gonadotrofina coriônica humana (hCG), passa a ser produzido, com o objetivo de manter a gestação. Há casos em que o óvulo fecundado passa a se desenvolver fora do útero, dando origem à gravidez ectópica.

absorvente ciclo menstrual

Como calcular o ciclo menstrual

Como nem sempre o organismo feminino funciona de forma regular, o cálculo do ciclo menstrual costuma ser feito de trás para frente. Essa forma de calcular chama-se tabelinha do ciclo menstrual.

Como a ovulação acontece 14 dias antes da menstruação seguinte, uma das formas de estimar quando irá ocorrer é subtraindo esse período da data provável da menstruação.

Para explicar melhor, imagine que a mulher tenha um ciclo de 31 dias e menstruou no dia 1 de março. Esse é o primeiro dia do ciclo. 32 dias depois, ou seja, dia 1 de abril, ela menstruará novamente, fazendo com que o intervalo entre uma menstruação e outra seja de 31 dias. A data provável da ovulação será, portanto, dia 18 de março.

O cálculo desse período é importante para controle de natalidade. Mulheres que desejam engravidar devem tentar a concepção durante seu período fértil (ou ovulação). Já as que não planejam filhos, precisam redobrar as precauções nessa mesma época.

Muitas mulheres fazem esse cálculo para controlar os períodos de fertilidade. Porém, como você já entendeu que o ciclo menstrual pode ser afetado por condições temporárias e o cálculo correto é baseado na data prevista da menstruação seguinte, é fácil entender por que essa não é uma prática contraceptiva segura.

Quando começa o ciclo menstrual?

Essa é uma dúvida muito frequente. O ciclo menstrual começa exatamente no primeiro dia de sangramento, quando se inicia uma menstruação, e vai até o dia imediatamente anterior à menstruação seguinte.

A menstruação, no entanto, dura entre três e cinco dias, em média. Menstruação é o tempo em que ocorre a hemorragia, ocasionada pela descamação do endométrio. Ciclo menstrual, no entanto, compreende todo o intervalo hormonal do organismo feminino.

Agora que você já entendeu como os hormônios afetam o sistema reprodutivo feminino e o ciclo menstrual, confira mais informações sobre Biologia e o sistema reprodutor em nossas aulas e aproveite os exercícios para testar seus conhecimentos!

Renata Celi

Cursando relações internacionais, ama viajar e tomar sol. A Renata faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e faz trabalho voluntário com crianças nas horas vagas. A Rê adora comida, conhecer gente nova, mas, principalmente, ver filmes repetidos. Conheça mais os textos da Renata!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!