Prof. Eduardo faz um resumo e ressalta pontos principais do pensamento do filósofo

O Enem está chegando e vamos aproveitar o pouco tempo que nos resta para revisar um dos mais importantes pensadores da antiguidade: Aristóteles. Como o professor Eduardo deu a dica para ficar por dentro de nomes clássicos, como Sócrates e Platão, hoje chegou a vez dele.

Quem foi Aristóteles? 

O primeiro ponto importante de Aristóteles é que ele não era grego “puro sangue”. Na verdade, ele era um estrangeiro em busca de uma liberdade plena e viveu por muito tempo em Atenas – veio da Macedônia, de uma cidade chamada Estagira.

Depois de ser educado, doutrinado e discípulo de Platão, ele volta a sua terra natal para criar uma escola de filósofos. “Deu certo. Ele cai nas graças da corte macedônica e se torna o tutor pessoal de Alexandre Magno”, comenta o professor Eduardo.

Foi por isso que quando Alexandre Magno conquistou o mundo grego, ele acabou preservando a cultura e incorporando a esse novo império. Esse é o motivo pelo qual considera-se que Aristóteles é diretamente responsável pela manutenção dessa cultura.

É muito importante ressaltar que Aristóteles foi um discípulo de Platão, mas construiu o seu pensamento filosófico na oposição a ele. Aristóteles vai justamente no contraponto de Platão (que era o defensor da teoria das ideias).

– Nossa, o que ele dizia?

Platão acreditava que conseguimos atingir o conhecimento através das ideias. Para Aristóteles, são os sentidos que vão permitir o conhecimento – ele fala em um “mundo sensível”, no sentido de tudo aquilo que a gente toca, vê e entra em contato.

Pensamento de Aristóteles

Um dos mais importantes pensamentos é a  Metafísica de Aristóteles. Para ele, existem dois mundos: o mundo que nós sentimos e um mundo que está além da física (o metafísico).

“A metafísica é um assunto extremamente importante para Aristóteles, onde ele vai indicar grande parte das suas discussões, falas e ideias”, conclui o professor. Esse mundo metafísico é onde você vai encontrar a estrutura e a origem de todas as coisas que possuímos no mundo que sentimos.

Tipos de relacionamentos

Dentro de seu conceito ético e político, Aristóteles vai falar de dois tipos de relacionamento:

Ético – relacionamento com outro ser humano cujo objetivo é a felicidade pessoal.

Político – relacionamento que visa o bem comum. Ele tem o objetivo de promover a felicidade coletiva através das instituições.

Para o filósofo Aristóteles, o ser humano tem que buscar viver a sua vida plena por meio de seus talentos. “Quando eu descubro quais são os meus talentos, eu passo a viver a plenitude”, explica o professor.

O prof. Eduardo chama a atenção também para o fato de termos, a partir disso, um pensamento individual. Toda essa discussão está retratada em sua obra “A ética a Nicômaco”.

Agora que você já sabe quem foi Aristóteles assista nossas videoaulas e resolva alguns exercícios e fique afiado no assunto.

0 Shares:
Você pode gostar também
O que é o amor para a Filosofia?
Leia mais

O que é o amor para a Filosofia?

Veja o que a Filosofia diz sobre o amor. Neste post, o professor de Filosofia do Stoodi, Edu Baez, explica os diferentes tipos de amor e como a sociedade vive esse sentimento tão popular e presente na sociedade moderna.