Único país latino que compõe a América do Norte, o México é uma nação que, assim como outros países emergentes, vem ganhando considerável destaque no cenário mundial nos últimos anos, seja em relação ao crescimento de sua influência política, seja acerca da expansão de sua economia.

Contudo, mesmo tratando-se de um país que atualmente protagoniza debates importantes no mundo (principalmente no continente americano), poucos estudantes conhecem informações específicas sobre essa grande nação.

Por esse motivo, visando auxiliar seus estudos, preparamos um conteúdo explicando mais sobre o México. Boa leitura!

Dados sobre o México

Antes de explicarmos a história e detalharmos a economia desse país, confira abaixo alguns dos principais dados gerais do México.

População

Conforme estudo realizado no ano de 2018, a população do México representa cerca de 1,1% da população mundial, com cerca de 127 milhões de habitantes.

Nome oficial

O nome México é o mais usual quando queremos nos referir a esse país, entretanto, seu nome oficial é Estados Unidos Mexicanos.

Oceanos

O México é banhado por oceanos diferentes nas suas duas costas fronteiriças. No leste, temos o Oceano Atlântico, e, no oeste, é o Oceano Pacífico que delimita a sua fronteira.

Cabe destacar que essa característica de ser banhado por duas costas diferentes representa uma enorme vantagem econômica, principalmente em termos de logística.

Isso porque países com essa particularidade podem traçar diferentes rotas navais (considerando sempre o menor caminho) para o escoamento de sua produção, analisando, assim, se é mais vantajoso sair pela costa leste ou pela costa oeste.

Capital

Tal como no Brasil (cuja sede federativa é Brasília), a capital do México tem um nome que faz referência ao próprio país, denominada Cidade do México.

Idioma

Como é um país que foi colônia da Espanha, naturalmente o idioma oficial do México é o espanhol.

Número de estados

Mesmo tendo um território menor que o do Brasil, esse país tem um maior número de estados, totalizando em 31.

História do México

Foi no ano de 1519, com o navegador Hernán Cortés, que a Espanha desembarcou no México e começou a sua influência nesse país. Antes disso, o território esteve sob domínio do império Asteca — que tinha uma razoável estrutura organizacional, com um rei e um sistema de arrecadação de impostos.

Após dois anos, em 1521, a Espanha, aliada a uma parcela da população asteca que estava descontente com o pagamento de elevados impostos, derrotou o império vigente e passou, assim, a utilizar o México como sendo sua colônia de exploração.

A coroa espanhola manteve o seu poder por cerca de três séculos, nos quais a história basicamente se iguala à do Brasil colônia, havendo exploração de recursos naturais, escravização da mão de obra local e concentração das riquezas em nome da metrópole.

Foi a partir de 1810 que os mexicanos começaram a lutar por sua independência e deixaram de reportar as suas decisões, tanto políticas quanto econômicas, para os espanhóis.

Entretanto, mesmo independente, o México continuou a enfrentar sérios problemas sociais com o decorrer dos anos, com destaque para a ditadura militar mexicana (de 1876 a 1911) e os conflitos de terra com os Estados Unidos (por volta de 1846).

Independência do México

mexico

Como destacamos acima, o movimento de independência do México ocorreu 12 anos antes da independência do Brasil, a partir de 1810.

Esse processo reuniu uma série de questões sociais, políticas e econômicas, culminando em uma revolução caracterizada, basicamente, por:

  • oito anos de guerra armada contra a coroa espanhola;
  • participação e mobilização de várias camadas políticas da sociedade, reunindo grupos liberais e conservadores;
  • envolvimento de combatentes protagonistas como Miguel Hidalgo y Costilla e José Maria Morelos y Pavón;
  • reconhecimento da independência pelo poder espanhol apenas no ano de 1821.

Economia do México

País que é rico em recursos naturais, a economia mexicana detém o décimo quinto maior Produto Interno Bruto do mundo, totalizando cerca de 1,2 trilhão de dólares americanos.

Entre as características da economia do México, podemos ressaltar:

  • maior produtor de prata do mundo;
  • figura entre os dez maiores produtores de petróleo do mundo;
  • setores industriais com boa infraestrutura, destacando-se áreas de engenharia;
  • exploração de minérios;
  • grande exportação agrícola.

Outro ponto que merece destaque acerca da economia mexicana é que ela é a segunda maior entre os países da América Latina (em termos de maior PIB), ficando atrás apenas do Brasil.

Cultura do México

Em relação aos aspectos culturais, o México é extremamente rico, desde a culinária até a diversidade linguística.

Idiomas

Existem vários idiomas falados no país como segunda e terceira línguas, todos eles oriundos do grande número de povos indígenas espalhados pelo território.

Festas típicas

A principal festa típica do México é o Dia dos Mortos, que é comemorado sempre em 2 de novembro. Com danças locais e presença de muitas fantasias exóticas, essa celebração, além de mobilizar grande parte da população local, também desperta a atenção de muitos turistas de outros países.

Música

Como música original mexicana podemos citar a ranchera e o mariachi.

Acessórios

O sombrero (aquele enorme chapéu) é, sem dúvidas, o acessório mais conhecido e tradicional do povo mexicano. É praticamente impossível olhar para esse tipo de chapéu e não o associar aos costumes e tradições musicais do México.

Comidas típicas do México

A culinária mexicana é muito conhecida pelos seus temperos apimentados e comidas caracterizadas essencialmente por sabores fortes.

Entre os pratos típicos podemos destacar:

  • burrito;
  • chili com carne;
  • tortilhas;
  • guacamole.

Agora que você já sabe os principais dados gerais sobre o México, bem como as suas informações acerca da cultura e economia, não é exagero nenhum afirmarmos que esse é um dos principais países da América Latina.

Vale lembrar ainda que, ao contrário do que muitos estudantes pensam, mesmo sendo um país latino, o México não faz parte da América do Sul ou Central. Ele integra (assim como Estados Unidos e Canadá) a região norte do continente americano.

O post abordando as principais questões sobre o México foi válido para os seus estudos? Então conheça o plano de estudos da Stoodi e tenha acesso também a vários outros conteúdos (inclusive de diferentes matérias) que podem cair no seu vestibular.

0 Shares:
Você pode gostar também