Toda substância química tem suas propriedades específicas que ajudam a diferenciá-la das outras (densidade, ponto de fusão, ponto de ebulição, pressão de vapor etc.). No nível atômico não é diferente, ou seja, cada átomo tem suas específicas características, as quais servem como um ótimo parâmetro de identificação. Neste contexto, entre essas especificidades é interessante destacarmos o raio atômico.

Muito mais do que apenas determinar a dimensão de um átomo, o estudo do raio atômico nos permite avaliar vários outros parâmetros químicos, os quais são fundamentais que o estudante saiba para prestar o vestibular.

Em vista disso, para facilitar seus estudos, preparamos um conteúdo explicando o que é raio atômico, as propriedades do raio atômico, como identificá-lo na Tabela Periódica e exercícios sobre essa matéria. Acompanhe!

O que é o raio atômico?

O raio de uma circunferência qualquer é a distância de seu centro até qualquer ponto de sua extremidade. Com o raio atômico esse conceito não é diferente, já que ele é caracterizado por ser a distância entre o núcleo de um átomo e sua camada de valência (nível mais externo do átomo).

Além disso, vale destacar ainda que o raio atômico geralmente cresce de acordo com o aumento do número de camadas atômicas e reduz com o aumento do número de prótons.

Fórmula do raio atômico

É muito simples calcular o raio de um átomo, basta utilizar a fórmula R = D/2, onde:

  • R – é raio atômico;
  • D – é diâmetro do átomo.

Raio atômico na Tabela Periódica

tabela periódica

Cada elemento químico da Tabela Periódica tem um específico raio atômico e a forma com que esses elementos são dispostos na tabela já nos indica algumas características de seu raio.

Variação de raio atômico

Como já destacamos acima, há variação de raio atômico na Tabela Periódica, sendo que na vertical (cuja separação é dada por grupos ou famílias) o raio aumenta de cima para baixo. Já a análise na horizontal é diferente, uma vez que o raio atômico aumenta da direita para a esquerda.

Com isso, percebemos que o elemento químico de menor raio é o Hélio (He) e o que possui maior raio é o Césio (Cs).

Identificação de um elemento conforme seu raio atômico

Da mesma forma que há propriedades (como a densidade) que são próprias para cada elemento, o valor do raio atômico também é único. Em outras palavras, é possível descobrir qualquer elemento da Tabela Periódica apenas informando o valor de seu raio atômico.

Raio atômico: exercícios

Confira agora 3 exemplos de exercícios que cobram do estudante conceitos de raio atômico.

1. (FEI) As configurações eletrônicas no estado fundamental dos átomos dos elementos E1, E2 e E3 são:

E1 1s2 2s2 2p6 3s1

E2 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5

E3 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s1

A alternativa correta é:

a) o elemento E2 tem maior raio atômico que o elemento E1.

b) o elemento E1 tem maior potencial de ionização que o elemento E3.

c) o elemento E3 tem maior afinidade eletrônica que o elemento E2.

d) os elementos E1 e E2 são metais e o elemento E é não metal.

e) o elemento E3 e os íons E2 e E+1 são isoeletrônicos.

Resolução

Alternativa correta letra “b”. Os elétrons da camada de valência do elemento E3 estão mais afastados que os elétrons da camada de valência do elemento E1. Isso nos indica que E3 tem mais chances de perder elétrons (virar um cátion), já que eles estão mais afastados do núcleo (menos força de atração), e, analogamente, o núcleo de E1 atrai mais seus elétrons de valência, tendendo assim a ter um maior potencial de ionização.

2. (UEL) Considere as afirmações a seguir, acerca da Tabela Periódica.

I – Na família 6A, a eletronegatividade aumenta de cima para baixo.

II – Os números atômicos dos elementos químicos aumentam da esquerda para a direita, nos períodos.

III – Na família 1A, a energia de ionização aumenta de baixo para cima.

IV – A eletronegatividade aumenta da esquerda para a direita, nos períodos.

V – Na família 7A, a temperatura de ebulição aumenta de cima para baixo.

As afirmações corretas são em número de:

a) 5.

b) 4.

c) 3.

d) 2.

e) 1.

Resolução

Alternativa correta letra “b”. Apenas a alternativa I é falsa, já que a eletronegatividade na verdade aumenta de baixo para cima, nas famílias.

3. (UFAM) O raio atômico diminui à medida que nos movemos, da esquerda para a direita, ao longo de uma linha na Tabela Periódica. Isto ocorre porque:

A) há mais prótons no núcleo para puxar os elétrons, reduzindo o tamanho da camada de valência.

B) existem mais nêutrons no núcleo, o que faz com que os prótons puxem com mais força os elétrons para reduzir o tamanho da camada de valência.

C) os elétrons são menos estáveis quanto mais próximos do núcleo.

D) há menos orbitais atômicos para os elétrons ocuparem.

E) existem mais orbitais atômicos para os elétrons ocuparem.

Resolução

Alternativa correta letra “a”. Os prótons situados no núcleo de um átomo são os responsáveis por atrair os elétrons, isto é, quanto mais prótons, maior a força de atração, reduzindo assim o raio atômico.

Portanto, agora que você já sabe o que é raio atômico, bem como de que forma ele pode ser mensurado na Tabela conforme a disposição do elemento químico, é importante fazer mais exercícios para que a matéria seja fixada melhor na mente. Deste modo, você exercita o conhecimento adquirido e aumenta as chances de fazer uma boa prova de Química no vestibular.

Quer aprender mais e ter acesso a conteúdos de outras matérias também? Conheça o plano de estudos Stoodi. Com ele, você pode assistir a centenas de videoaulas, melhorar seu planejamento de estudos e aumentar as chances de passar no vestibular!

Giovanna Pessoa

Estudante de Administração de Empresas, a Gi faz parte do time de Marketing e Conteúdo do Stoodi e adora escrever! Ela ama estar em contato com a natureza, ler sobre psicologia, mas acima de tudo, é apaixonada por um cãozinho. Conheça mais sobre os textos da Gi, essa grande escritora que procura crescer cada vez mais em marketing!

Mais que um cursinho online: uma rotina de estudos perfeita para você

O caminho para a sua aprovação no ENEM E VESTIBULARES nas suas mãos!